Publicidade
Leceres

Mitos da liderança são desfeitos no 21º Encontro da Hotelaria Mineira

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 3 minutos

Direto de Pouso Alegre (MG) – O segundo dia do 21º Encontro da Hotelaria Mineira, edição Sul de Minas, realizado no Marques Plaza Hotel, começou com a palestra “O Gestor 5.0 – Um Líder Focado na Gestão de Equipes Multifuncionais, ministrada pelo consultor e especialista em hotelaria, Maarten Van Sluys.

Para começar a apresentação, Van Sluys relembrou algumas particularidades a respeito do Encontro da Hotelaria Mineira, do qual já participou em diversas edições. “Nem todos os chefes são líderes, costumamos apontar as diferenças entre eles, muitos falam até que quem tem chefe é índio. A diferença é que o chefe é aquele que manda, e o líder não apenas manda, como orienta a sua equipe. Essa é a diferença, de acima de tudo ser um exemplo para o seu liderado. Nenhuma empresa busca chefes e sim líderes, modelos a serem seguidos. O Gestor 5.0 é uma linguagem atual, nos mesmos moldes da geração Y, e vamos cunhando esses termos para adequar o tema aos dias atuais, a era moderna”, explicou Maarten na introdução da palestra.

Publicidade
Soluções 1

 

O consultor mostrou exemplos de liderança como Steve Kerr, do time de basquete Golden State Warriors, que se manifestou sobre o massacre ocorrido na escola infantil no Estado do Texas, nos Estados Unidos. “Como esses líderes se portam diante das estrelas de sua equipe, celebridades juntas, coisa que não é fácil por conta das projeções pessoais, ainda mais de uma equipe campeã. Steve Kerr deu uma entrevista e falou sobre um tema que se desloca do esporte, chorando e perguntando para as pessoas: ‘até quando vamos assistir essa violência toda?’. O próprio Kerr tem uma história pessoal bastante emotiva. No vestiário, o treinador deve ter sido parabenizado pela equipe, e o que vemos nisso é o liderado tendo contato com o lado humano do líder. Todos somos humanos, mas humano no sentido da humanidade, da solidariedade, que é um diferencial. Esse cidadão me impressionou e fiquei refletindo o que os levou a vitória. Gostaria que refletissem sobre isso”, disse Van Sluys.

Sem talento nada acontece. Sem talento, também não

Maarten Van Sluys observou que a atividade hoteleira é coletiva. “São vários departamentos que tem de funcionar harmoniosamente. Se não for uma união de esforços, independente do problema, as coisas não irão bem. Um barmen, certa vez, conversando com um hóspede habitual, comentou que pediu para trocarem uma lâmpada queimada, e ao retornar ao quarto no final do dia, constatou que a mesma ainda continuava lá, queimada. Ao comentar com o barmen, esse afirmou: ‘o que acontece ai para cima, não me diz respeito, mas aqui no bar, garanto que vai tudo bem’. Nisso o hóspede respondeu: ‘mas você trabalha no bar ou no hotel?’. Ou seja, o problema de um é problema de todos. Falando diretamente sobre o tema, existe uma diferença entre Gerente e Gestor. O Gerente vai gerenciar as ações e Gestor vem da palavra gestar, ou seja formar, gestar. O Gestor desenvolve algo como a mãe desenvolve uma criança no ventre. Gestar é muito mais apropriado para a administração como um todo do que o termo Gerente, na minha opinião”. Veja abaixo os três mitos da liderança apresentados por Maarten Van Sluys.

– Você nasceu para ser líder. Mito 1. Liderança é uma habilidade, líderes são construídos.

– Uma vez líder, você sempre será líder. Mito 2. Liderança é fluída, você precisa se adaptar.

– Seu estilo de liderança é para todos. Mito 3. Você precisa se adaptar as situações e aos liderados e não o contrário

Publicidade
Clima ao Vivo

 

Mitos da liderança são desfeitos no 21º Encontro da Hotelaria Mineira

Maarten detalhou em sua palestra as diferenças entre Gerente ou gestor

Evolução 

A seguir, o consultor afirmou que a evolução deve ser constante. “Algumas questões de evolução, com a pandemia, aconteceram de forma mais rápida, algumas tecnologias foram aceleradas e os eventos híbridos, para citar um exemplo, que já aconteciam antes, se tornaram mais comuns. A liderança também evoluiu com a transformação digital. O líder precisa dominar a tecnologia, ser dinâmico, utilizar ferramentas e, quem não tiver isso em mente, ficará para trás. Técnicas holísticas, termo conhecido para nominar tratamentos como terapias e outros procedimentos, são importantes para a liderança. O Holismo é uma filosofia que permite ao líder interpretar coisas de forma ampla e não limitada”.

Publicidade
21 anos Revista Hotéis

Outras dicas

  • Capacidade de mobilizar para execução dos planos e obtenção de resultados
  • Estimular atividades de trabalho em equipe
  • Proporcionar treinamentos (on the job) e desenvolver pessoas
  • Integrar equipes com sinergia
  • Ter senso de prioridade e dar feedbacks constantes (strokes)
  • Fazer planos com antecedência e estratégia

A Revista Hotéis é Mídia Oficial do Encontro da Hotelaria Mineira e a equipe de reportagem hospedou-se no Hotel Ferraz

Publicidade
Harus 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA