Publicidade
Encontro da Hotelaria Mineira

Fórum Nacional de Hotelaria encerra com case do varejo nacional

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

Flávio Rocha, do Grupo Guararapes, encerrou a 3ª edição do Fórum Nacional de Hotelaria do FOHB – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil, realizado na manhã desta quinta-feira, dia 18 de novembro, no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

Publicidade
Onity

Na sua apresentação, Rocha enumerou exemplos de transformação realizadas pela tecnologia no varejo nacional. “A primeira telenovela, quando se descobriu um equipamento capaz de registrar imagens em movimento em tempo real, era composta por três pessoas com microfones, lendo suas falas a partir dos scripts. Para se chegar a ideia de inserir figurinos, passaram-se anos e para chegarmos a ideia de cenários, mais anos. A minha faceta otimista e o grande ensinamento que eu trouxe do Web Summit, um dos maiores eventos de tecnologia do mundo é: ‘seja amigo do futuro’. Essa é a primeira atitude que nos credencia a obter os poderes que a tecnologia nos traz. Você vê, a primeira máquina fotográfica digital foi inventada pela própria equipe da Kodak, que engavetou o projeto, mas não o anseio pela inovação tecnológica que sempre permeou o mercado”, explicou.

Fora da caixa

Segundo Rocha, o que tira uma tecnologia do papel é a necessidade. “A tecnologia que mais impactou o varejo foi o leitor de código de barras, inventado por Sam Walton, do Arkansas, nos Estados Unidos, ainda nos anos 1950. Esse visionário enxergou ali a semente da revolução e convidou a Procter-Gamble, propondo uma experiência que foi bastante bem-sucedida, com seus produtos todos levando na embalagem, códigos de barras. A disrupção do código de barras deslocou o eixo do poder da cadeia de abastecimento. De repente, essas pesquisas de mercado foram substituída por narizes eletrônicos detectando as sutis mudanças de hábito do consumidor direto dos pontos de vendas. Esse foi o motor da maior transformação econômica que já existiu”.

Publicidade
SPCVB

Agora, as redes de varego, segundo Rocha, se transformam em ecossistemas de varejo, de moda, de alimentação, entre outras. “O mundo digital é onde um vencedor leva tudo. Para esse momento, onde sabemos que o futuro é desafiador, estamos lutando para ser o super aplicativo de moda nos smartphones dos nossos clientes. Para isso é necessário recorrência e relevância, duas palavras chave para conquistar o lugar tão valioso nos celulares das pessoas. Nos sentimos perfeitamente equipados para isso, pois temos diferencial, que é o espaço digital com atmosfera de moda”, revelou.

Publicidade
Engie

Rocha também resumiu a história do Grupo Guararapes e citou exemplos de inovação e visão como importantes fatores para a disrupção e transformação de mercado. “É para essa transformação que até supera o exemplo de Sam Walton, que trabalhamos. A Riachuelo hoje é o 15º empregador do Brasil e temos orgulho dessa posição”.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA