Publicidade
Soluções RH

CNC defende caráter permanente do PRONAMPE

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 1 minuto

Diante dos impactos da pandemia da COVID-19 na economia brasileira, a CNC – Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo defende em caráter permanente do PRONAMPE – Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. Ele foi aprovado nessa terça-feira (11 de maio) pelo Senado e agora vai para sanção presidencial.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

O PRONAMPE havia sido criado como medida emergencial para a pandemia de COVID-19, mas agora passa a ser uma política oficial de crédito. O PL 5.575/2020 segue agora para a sanção presidencial. Atende pequenas e médias empresas em empréstimos com juros reduzidos, subvencionados através do FGO -Fundo Garantidor de Operações. O projeto permite o aumento da participação da União no FGO até o final do ano, viabilizando mais recursos para o programa, e prorroga o prazo de carência para empréstimos já concedidos. Ele é de autoria do senador Jorginho Mello (PL-SC), e foi aprovado pela primeira vez no início de março.

Publicidade
Tramontina

CNC defende caráter permanente do PRONAMPE

A relatora do texto, senadora Kátia Abreu (PP-TO), incorporou a maioria das alterações promovidas pela Câmara – Foto – Waldemir Barreto/Agência Senado

Publicidade
Simmons

O programa foi criado em maio do ano passado para auxiliar na manutenção dos pequenos negócios e dos empregos durante a pandemia do novo coronavírus. A favor do projeto, a CNC chegou a enviar um ofício ao governo, em março, solicitando a prorrogação da carência para início do pagamento dos empréstimos contraídos no âmbito do programa. “O PRONAMPE foi determinante para garantir a sustentabilidade financeira dos estabelecimentos, permitindo a sobrevida de milhões de empresas no País frente aos graves impactos decorrentes da crise do novo coronavírus”, afirma José Roberto Tadros, Presidente da CNC, ressaltando que sem o programa o País “corre o risco de inviabilizar milhões de empreendimentos”.

Texto com apoio da Agência Senado

Publicidade
Anuncie conosco
Avatar

Edgar J. Oliveira

Edgar J. Oliveira - Diretor editorial - Tenho 30 anos de formação em jornalismo e já trabalhei em grandes empresas nacionais em diferentes setores da comunicação como: rádio, assessoria de imprensa, agência de publicidade e já fui Editor chefe de várias mídias como: jornal de bairro, revista voltada a construção, a telecomunicações, concessões rodoviárias, logística e atualmente na hotelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA