Publicidade
Pikolin

Sondagem ABIH-SP mede desempenho da hotelaria em junho

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 3 minutos

A tabulação da 12ª edição da pesquisa ABIH-SP – Associação Brasileira da Indústria Hotelaria do Estado de São Paulo mostra desempenho da hotelaria paulista no mês de junho/21. Roberto Gracioso, coordenador da iniciativa, lembra que esse trabalho acaba de completar um ano, no cumprimento do objetivo de medir, mês a mês, a performance das associadas à ABIH.

Publicidade
Simmons

Em junho, houve retorno dos hotéis de 14 MRTs (macrorregiões turísticas) do Estado, compreendendo 521 municípios e 150.238 uhs (unidades habitacionais) de oferta total. Foram consideradas 96.893 uhs (64,45%) dos municípios que responderam à pesquisa.

Levantamento ainda contou com 114 hotéis e 16.199 unidades habitacionais. Para efeito do cálculo de taxa de ocupação, diária média e RevPar, foram considerados somente os hotéis abertos e em operação. Os três principais indicadores do mês de junho/21 estão demonstrados abaixo:

  • Taxa de ocupação do Estado: 33,85%. Indicador mantém a tendência de variação negativa, com -46,16% em relação a junho/19*.

 

  • Diária média do Estado: R$ 224,23. Indicador aponta para a tendência de variação negativa, com -29,23% em relação a junho/19*.

 

  • RevPar do Estado: R$ 75,90. Indicador mantém tendência de variação negativa, com -61,90% em relação à junho/19*.

*As comparações incidiram sobre o mesmo período de 2019, na pré-pandemia. Em 2020, o impacto da pandemia afetou os números e gerou distorção nos dados comparativos.

Hotéis abertos

A pesquisa demonstrou que, no mês de junho/21, os hotéis abertos representaram, praticamente, a totalidade pesquisada – 99,12%, contra 97,17% de maio/21. Os hotéis em operação mantiveram 16,40% de suas uhs fechadas. Houve aumento da oferta em relação a maio/21, quando se registrou 24,52% uhs fechadas.

Em junho/21, a relação funcionários/uhs apresentou pequeno aumento, ficando em 0,30 func. uh em relação a maio/21. Este dado aponta para uma modesta recuperação dos postos de trabalho. Cabe esclarecer que a pesquisa ABIH-SP considera o status de ‘fechado’ a declaração da inoperação no momento da coleta Não há como considerar a condição de fechamento provisório ou definitivo.

Critérios

Esta pesquisa foi realizada de forma independente e adotou alguns comparativos com dados de outras entidades para ratificar as análises. As entidades de referência e comparação foram O InFOHB, Observatório do Turismo de São Paulo, Visite Campinas, ACE Ilha Bela, dentre outras.

Publicidade
Engie

A vacinação, notadamente em alguns municípios, exibe calendários avançados. E assim, gradativamente, o movimento de viagens tende a evoluir para patamares mais elevados. A perspectiva de retorno dos eventos, paralisados de março/2020, constitui alento para as perdas significativas contabilizados pelos hotéis.

Índice de Desempenho – Diária Média

Análise do indicador da Diária Média de junho/21 revela pontos relevantes, que seguem:

  • A Diária Média acumulada do Estado de São Paulo foi de R$ 224,23. Ou seja: variação de -29,23% em relação a junho/19.
  • Na comparação maio/junho/21, várias MRTs apresentaram variação positiva. No entanto, a análise de todos os dados demonstra que os indicadores são de uma recuperação modesta.

Sondagem ABIH-SP mede desempenho da hotelaria em junho

Fonte: ABIH-SP

Índice de Desempenho e Taxa de Ocupação – Por MRT

Seguem tabelas, com a comparação da taxa de ocupação em cada MRT do Estado de São Paulo. Parâmetro: julho a dezembro de 2020/ janeiro a junho de 2021.

Publicidade
Onity

Índice de Desempenho – RevPar

Análise do indicador da RevPar de junho/21 resulta na identificação dos seguintes pontos:

  • A RevPar acumulada do Estado foi de R$ 75,90, uma variação de -61,90% em relação a junho/19.
  • Em junho/21, praticamente todas as MRTs apresentaram variação positiva em relação a maio/21. Exceção: MRT Centro-oeste Paulista e Entradas e Bandeiras, Polo Corporativo e Vale do Paraíba, Serras.
  • Ainda muito aquém do ideal, a recuperação se dá de forma lenta e gradativa.

Sondagem ABIH-SP mede desempenho da hotelaria em junho

Fonte: ABIH-SP

O Estado de São Paulo permaneceu ainda com vários municípios seguindo restrições governamentais. Com o avanço da vacinação e da diminuição gradual das barreiras sanitárias, a tendência é uma retomada com mais intensidade a partir dos próximos meses.

Sondagem ABIH-SP mede desempenho da hotelaria em junho

Fonte: ABIH-SP

Apesar de uma instabilidade na manutenção deste indicador, as regiões de lazer ainda apresentam tendência de sustentação da produção. Neste mês, as regiões de apelo corporativo apresentaram sinais de recuperação.

Publicidade
Equipotel 2021

Fonte: Observatórios do Turismo (Capital Paulista); Visite Campinas (Campinas e região); InFOHB – Estado. Registre-se a variação de –61,90% sobre a média do RevPar de junho/2019.

Principais Fontes da Pesquisa

Respostas da Hotelaria – Formulário de Pesquisa ABIH-SP. Amostragem: Levantamento e Mapeamento – Pesquisa UAMTOUR; • Cadastur; • Receita Federal – CNAE; • Embratur; Comparativos de Dados: • Observatório do Turismo; • Visite Campinas; • InFOHB; • Atibaia e Região; • ACE – Ilha Bela; • CIET – Centro de Inteligência Econômica do Turismo – SETUR; • AHP Caraguatatuba.

Créditos da Pesquisa ABIH-SP

Ricardo Roman Jr. – Presidente ABIH-SP e idealizador do projeto.

Gláucia Sangiovanni Paiva – Gerente Operacional – responsável pela pesquisa e captação de dados.

Roberto Gracioso – Conselho Fiscal, coordenador e responsável pelo desenvolvimento do projeto.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA