Publicidade
Trofeu Fornececor

O futuro da TV para os hotéis e os novos padrões de consumo

Artigo de Julio Diz Martinez*

O consumo de TV como conhecemos hoje não é mais o mesmo e os hotéis terão que se adaptar a essa nova demanda.  Segundo dados da ANATEL – Agência Nacional de Telecomunicações, em julho de 2019 o Brasil fechou com um pouco mais de 16 milhões de domicílios com acesso a TV por assinatura, número que representa uma queda de 7,43% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Em contrapartida, a Netflix fechou 2019 ultrapassando a marca de 10 milhões de assinaturas.

Publicidade
Retomada do turismo

Não apenas a Netflix, mas novas produtoras com distribuição exclusivamente online como Amazon Prime e HBO GO estão chegando no Brasil. As próprias produtoras brasileiras já estão produzindo seus conteúdos on demand como a Globo com o aplicativo Globoplay e também, distribuidoras como Youtube e Spotify estão recheadas com conteúdos nacionais.

O futuro da TV para os hotéis e os novos padrões de consumo

A tecnologia para Chromecast permite que o hóspede se conecte apenas na TV de seu quarto garantindo a segurança de que ninguém poderá compartilhar conteúdo indesejado na TV de um quarto vizinho – Foto – Divulgação

Publicidade
Harus

Realidade para os hotéis

Agradar os diversos tipos de hóspedes que chegam em seu hotel não é tarefa fácil e nem barata. Os hotéis pagam muito caro por variedade de canais para atender demandas por notícias, canais infantis, esportes, filmes e demais exigências de seus hóspedes. Fora a necessidade de ter canais internacionais para atender os turistas estrangeiros.

Em virtude disso, o que parecia ser um temor de ter ainda mais exigências a atender, pode se tornar um alívio para os hotéis. Saindo muito mais barato ter uma variedade que atenda os novos anseios de consumo.

Publicidade
Unilever

Pensando nisso a Webspot desenvolveu uma tecnologia para Chromecast que permite que o hóspede se conecte apenas na TV de seu quarto garantindo a segurança de que ninguém poderá compartilhar conteúdo indesejado na TV de um quarto vizinho. Além disso, essa tecnologia ainda apresenta outras duas vantagens para o hotel.

A primeira é de que o hotel não precisará investir em TVs novas. A segunda é de que o hóspede não precisará conectar nos aplicativos da televisão, basta que ele esteja logado em seus próprios aplicativos no celular. Garantindo ainda mais segurança de que seus dados não ficaram pelo hotel.

*Julio Diz Martinez é CEO da Webspot, empresa especializada em soluções tecnológica aos hotéis

Publicidade
RAP Engenharia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA