HOME Matérias MTur anuncia Daniel Nepomuceno como novo Secretário Executivo

MTur anuncia Daniel Nepomuceno como novo Secretário Executivo

126
0
SHARE
Natural de Belo Horizonte (MG), Daniel é formado em Direito pela Faculdade Newton Paiva e pós-graduado em Ciências Políticas pela Universidade de Barcelona - Foto: Rawpixel (unsplash)

A nomeação de Daniel Diniz Nepomuceno como o atual Secretário Executivo do Ministério do Turismo foi publicada na edição extra do último dia 17 de janeiro do Diário Oficial da União. Com vasta experiência em gestão pública, Daniel, natural de Belo Horizonte (MG), é formado em Direito pela Faculdade Newton Paiva e pós-graduado em Ciências Políticas pela Universidade de Barcelona. “Estou confiante e acredito que temos muito que contribuir para o desenvolvimento econômico do Brasil por meio de criação de novos postos de trabalho. Temos contado com o apoio de todo o governo para tomar as medidas necessárias para que o turismo brasileiro finalmente alcance todo seu potencial”, comentou ele.

Entre os anos de 2017 e 2018, Nepomuceno atuou como Secretário Municipal de Desenvolvimento de Belo Horizonte durante a gestão do prefeito Alexandre Kalil. No período que esteve à frente da Pasta, responsável pela Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte, resgatou o carnaval na capital mineira, que passou a ser conhecido nacionalmente. Na última edição, o evento foi referência em uso de tecnologia, atraindo 3,8 milhões de foliões às ruas e movimentando R$ 1 bilhão na economia local.

Antes disso, comandou a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Belo Horizonte entre os anos de 2013 e 2015, com o então prefeito Márcio Lacerda. No período, coordenou as Secretarias Adjuntas de Regulação Urbana, Fiscalização, Limpeza – SLU – e Transportes – BHTrans. Entre os anos de 2009 e 2010, foi Secretário Adjunto de Defesa Social de Minas Gerais na gestão de Antônio Anastasia.

Também teve uma atuação importante à frente do Clube Atlético Mineiro, onde foi presidente na gestão 2014 a 2016. Durante sua passagem pela presidência, conseguiu sanear as contas do clube que, depois de 23 anos, voltou a ser superavitário. Por sua contribuição à sociedade foi condecorado com as medalhas Alferes Tiradentes, Medalha do Mérito da Defesa Civil e Medalha Dom Pedro II.