Publicidade
Retomada do turismo

A retomada do turismo

Artigo de Marcos Freitas Pereira*

Muitos se perguntam quando o turismo renascerá e mais, de que forma ele renascerá, qual será o nível de atividade do turismo na sua retomada? São respostas difíceis, existem variáveis incontroláveis em função da pandemia que nos atinge. Quando será o pico da pandemia no Brasil? Existe risco de uma segunda onda de contágio?

Mesmo em função de tantas perguntas sem respostas não podemos apenas ficar torcendo para que o melhor venha acontecer. Precisamos a todo momento analisar o que o cenário do mundo apresenta e analisar os principais indicadores do turismo que se observa no Brasil.

Publicidade
Expo Retomada

A wambrasil.com vem fazendo isso diariamente, dados externos analisados com os principais indicadores internos do reinício das operações da empresa. A WAM Brasil atua em praticamente em todo o país nos principais destinos turísticos. Em junho as operações de Gramado (RS), Campos de Jordão (SP), Pedra Azul (ES) e Florianópolis (SC) foram retomadas.

As operações da WAM Brasil em Caldas Novas  devem ser retomadas em breve – Crédito da foto – Prefeitura de Caldas Novas

Já para julho as operações de Caldas Novas (GO), Porto Seguro (BA), Suzano (SP) foram ou estão sendo abertas nos próximos dias. O turismo começa a respirar fora d’água, os primeiros negócios estão sendo realizados dentro do novo normal, com todos os cuidados necessários à saúde e a integridade dos funcionários, parceiros e clientes. Investimentos foram realizados para implantação dos vários protocolos exigidos. A capacidade de operação foi reduzida para o maior conforto e tranquilidade de todos os envolvidos. Estes 40 dias de reinício de operação gradual dos negócios da WAM tem sido considerado um sucesso, e o mais importante a adaptação e conformidade com os novos padrões de realização de negócios.

Analisando os primeiros dados do reinício da operação da WAM, pode-se observar que o turismo que se reinicia tem a predominância do turismo regional, ou seja, tem favorecido os destinos turísticos com frequência significativa da população regional, até 300 quilômetros, cuja locomoção pode ser realizada através de carro e não de avião. Assim tem sido em Gramado, em Caldas Novas, em Campos de Jordão e acredita-se que será assim em Porto Seguro que recebe muitos clientes do sul de Minas Gerais.

Publicidade
Continuum

Antes da pandemia, nos meses fechados de janeiro e fevereiro, a WAM estava operando em plena capacidade de produção, as vendas realizadas neste período de 2020 superaram às vendas realizadas no mesmo período de 2019 em 15%, portanto, acreditava-se que o ano de 2020 seria um ano de novos recordes de vendas, bem superiores a 2019, quando a WAM atingiu o posto de maior comercializador de contratos de tempo compartilhado do mundo.

Isso mudou a partir de meados de março como todos sabem e acompanham. O mês de abril foi o fundo do poço, a produção foi de 0%, isso mesmo, zero por cento. Foi o mês de olhar para dentro e rever a empresa e as suas formas de operação. Foi o mês muito importante, pois decisões foram tomadas e até o presente consideradas fundamentais, dentre várias, a implantação das vendas online através da criação de uma startup em sociedade com alguns dos criadores do Hotel Urbano, hoje HURB. A sede desta startup é no Rio de Janeiro, no Hotel Nacional, ícone da hotelaria do País.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Em maio as primeiras vendas online começaram a aparecer, atingiu-se no mês 3% das vendas realizadas no mesmo período do ano anterior e no mês de junho atingiu-se 15% sendo que destes 15%, quase 30% foram de vendas online.

Por fim, olhando para o futuro próximo, simula-se que a WAM volta a operar em 100% em relação ao ano anterior nos meses de dezembro 2020 e janeiro de 2021. Prevê-se internamente que o verão de 2021 será praticamente o mesmo do verão de 2020. A WAM prevê este crescimento mensal gradativo, para o mês de julho estima-se entre 30% a 40%, aumentando mensalmente até o verão. Vale ressaltar que a previsão interna da WAM não considera nenhum agravamento da crise sanitária.

Parodiando os economistas, a retomada do turismo na análise da WAM será no formato de V, uma queda vertical, chegando a zero, e a retomada acentuada em um curto espaço de tempo. Assim está sendo previsto a retomada da economia americana e da economia chinesa, todas no formato de V.

Que assim seja!

*Marcos Freitas Pereira é Sócio diretor do WAM Group – Contatomarcos.freitas@wambrasil.com

Publicidade
RAP Engenharia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image