Publicidade
LG Eletronics

Webinar da RCI analisou perspectivas da propriedade de férias na América Latina e Caribe

A RCI – Resorts Condominiums International, uma das mais atuantes empresas mundiais na indústria da propriedade compartilhada, promoveu agora a pouco um webinar. O objetivo foi fazer uma análise e perspectivas da propriedade de férias na América Latina e Caribe. Ana Laura Acevedo, Vice-presidente sênior de marketing e desenvolvimento de negócios RCI América Latina e Caribe comandou o webinar diretamente da Cidade do México. Vários executivos da RCI Brasil estiveram participando como: Esteban Arce, Head para a América do Sul, Fabiana Leite, Líder de operações RCI Brasil e vários parceiros e afiliados e Caio Calfat, Presidente da ADIT Brasil – Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil.

Publicidade
APP da Revista Hoteis
Essa pesquisa apontou um crescimento em todos os dados analisados[/caption]

Ana Laura começou a webinar apresentando a pesquisa que apontou que o turismo nas Américas teve 220 milhões de turistas internacionais. Foram detectados 1.750 empreendimentos dessa indústria em geral (Não necessariamente todos a RCI ), sendo 3% a mais que em 2018. Foram vendidas 498.706 semanas com 7% acima do ano anterior e as vendas também refletiram um aumento de 10%. “O Brasil teve um papel fundamental com US$ 857 milhões em vendas com 98.154 semanas vendidas nos 279 empreendimentos afiliados o que perfaz um aumento de 16% em relação a 2018. Em relação ao público, 98% é nacional e 2% internacional”, explicou Ana Laura.

Publicidade
Dam Roupas

 

O Brasil teve uma boa performance

Em relação ao México, os 647 empreendimentos afiliados tiveram 276.683 semanas de férias vendidas o que refletiu um aumento de 7,9% em relação a 2018, mas 74% dos clientes foram internacionais (grande maioria e de norte-americanos e canadenses) contra 26% doméstico.

Pelo maior número de afiliados, o México teve a melhor performance na América Latina

Ana Laura destacou que o pós COVID-19 trará grandes impactos na indústria da propriedade compartilhada e será necessário fazer os ajustes necessários para atender a Nova Normalidade como: Os clientes estarão mais exigentes com relação a segurança sanitária, destinos regionais estarão em alta, será necessário uma inovação dos produtos, criar conteúdos e marketing experiencial e maior uso de ferramentas digitais.  “A RCI desenvolveu uma solução digital que permite apresentar vídeos e fotos de empreendimentos de forma personalizada e customizada para apresentar aos clientes. Em razão da pandemia da COVID-19, estamos adotando uma política flexível para a mudança de datas e reservas para nossos associados, assim como também uma política de cancelamento flexível”, conclui Ana Laura.

Publicidade
LG Eletronics – Meio

 

Essa imagem mostra como será o comportamento da indústria da propriedade compartilhada na América Latina

Para acessar essa pesquisa, clique aqui e faça o download.

Na galeria de imagens poderá conferir como foi a performance de outros países latino-americanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA