HOME Matérias Vanessa Morales, Presidente da ABIH/GO, defende a liberação de bingos e cassinos

Vanessa Morales, Presidente da ABIH/GO, defende a liberação de bingos e cassinos

190
1
SHARE
Vanessa Pires Morales concorre às eleições da Presidência da ABIH Nacional pela chapa ‘Renovação e União’

Essa liberação é uma das propostas defendidas pela chapa ‘Renovação e União’ que concorre às eleições da Presidência da ABIH Nacional – Associação Brasileira da Indústria Hoteleira. A chapa tem como líder Vanessa Morales, atual presidente da ABIH-GO – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Goiás. O projeto que libera os jogos de bingo e cassinos no Brasil está em fase adiantada de discussão no Senado Federal e deve ser analisado pelo plenário e seguir para a sanção presidencial ainda este ano. “A não regulamentação favorece o crime e a ilegalidade. Todos os anos o Governo Federal deixa de arrecadar cerca de R$ 29 bilhões ao não legalizar apostas. Isso num período de três anos”, afirma Vanessa Morales, candidata a presidência da ABIH Nacional na eleição que acontece hoje em Brasília (DF).

A legalização dos cassinos no Brasil poderia alavancar muitos recursos a hotelaria nacional e vários advogados como Murillo Arakaki defende a aprovação

Empresários do ramo hoteleiro acreditam que a liberação dos jogos no Brasil, além de aumentar a arrecadação de tributos para o governo, seria ainda uma forma de impulsionar a geração de empregos, podendo chegar em torno de 700 mil vagas. “É mais um atrativo turístico para reforçar o turismo no nosso país, além de trazer mais investidores para o mercado hoteleiro no Brasil”, explica a candidata.

Enquanto o debate prossegue em Brasília, um mercado bilionário opera à margem da lei. Segundo dados do IJL – Instituto Jogo Legal, o jogo do bicho, considerado uma contravenção penal, movimenta anualmente cerca de R$ 12 bilhões com apostas sem nenhum tipo de supervisão do Estado. No Senado, as discussões são controversas. De um lado a bancada defende a legalização sobre o viés econômico. Nessa perspectiva, parlamentares defendem que o dinheiro arrecadado poderia ser um ‘respiro’ em tempos de vacas magras provocados pela crise financeira. Do outro lado, no entanto, está a bancada mais conservadora que é contrária a legalização por questões morais. A candidata à presidência da ABIH sabe que o tema é controverso. “Sabemos que é um assunto polêmico e que deve ser regulamentado”, afirma Vanessa.

Caldas Novas podetia ser muito beneficiada com a legalização de bingos e cassinos nos hotéis – Crédito da foto – Prefeitura de Caldas Novas

Aquecimento na hotelaria

A liberação dos jogos no Brasil deve impulsionar principalmente o setor hoteleiro, que está se recuperando a passos lentos da crise iniciada em 2014. Os jogos do bicho, bingo e cassino estão proibidos no país desde 1946. A possibilidade de liberação por meio da PLS 186/2014 que tramita no Senado já fez surtir o interesse de grandes redes internacionais de cassinos. Empresários de cidades do Brasil como Caldas Novas (GO), por exemplo, espera que o município se torne a Las Vegas brasileira.

1 COMENTÁRIO

  1. Não aguento mais esperar pela liberação dos jogos no Brasil,, nestes últimos três anos fui aproximadamente três vezes para Foz, uma para Buenos Aires e uma para Montevideo ,
    para jogar obviamente jogar em pesos muito mais barato pois para mim e a única diversão e dentro sempre da minha disponibilidade,.
    Porem a passagem e a estadia aumentaram muito com isto esta ficando inviável viajar ,por isto eu estou ansioso pela liberação pois tenho 68 anos de idade sou aposentado,
    QUE VENHA A LIBERAÇÃO DOS JOGOS.VENHA JÁ ,estou no aguardo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image