Publicidade
Simmons

Turismo interno apresenta crescimento e projeção otimista

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 1 minuto

Com o avanço no calendário de vacinação contra a COVID-19 pelo País, as expectativas para as férias de julho são otimistas no setor do turismo. A princípio, as viagens internas apresentam maior crescimento porque as internacionais ainda possuem restrições mais severas em alguns países.

De acordo com Sérgio Ferreira, Diretor da Gi Horeca, divisão ligada à operação diária de grandes estabelecimentos de hospitalidade da Gi Group Brasil, as hospedagens de turismo no litoral nacional já mostram crescimento na demanda por operação. “Os hotéis de turismo e lazer têm recebido mais reservas, mas claro, ainda longe da normalidade que seria para esse mês até porque nem todos terão férias, mas é um cenário animador, sim”, explica o diretor. “Hoje, o segmento comemora qualquer crescimento de hospedagem porque é um sinal de que em breve tudo vai passar”.

Publicidade
Gazin

Turismo interno apresenta crescimento e projeção otimista

As viagens internas apresentam maior crescimento porque as internacionais ainda possuem restrições mais severas em alguns países – Foto – Pixabay

Publicidade
Escola de resultados

As vagas temporárias para este mês estão sendo mais usadas para complementar o Headcount nos empreendimentos hoteleiros. “Percebemos um acréscimo de solicitações nas regiões de SP, RJ e todo o Nordeste. As oportunidades estão aumentando para os cargos operacionais e de atendimento, como garçons, camareiras, cozinheiros, recepcionistas etc.”, detalha.

Para o segundo semestre, a projeção é positiva. “Principalmente com aumento da população vacinada com a segunda dose até setembro, acreditamos que teremos a retomada das convenções, que será bem importante para o segmento de hospitalidade”, declara Sergio.

Publicidade
Tramontina

O desafio será a questão econômica. A população ainda sente muito o prejuízo financeiro ocasionado pela pandemia e o segmento todo está atento e tomando medidas para que se torne atrativo economicamente fazer turismo. “E para isso, o segmento busca hoje adquirir a confiança do turista em viajar e se hospedar com segurança com preços mais acessíveis. Quanto ao Turismo Internacional, acredito que vai acontecer um pouco mais lento para esse ano porque tudo ainda é muito restrito”, conclui o diretor da divisão ligada à operação diária de grandes estabelecimentos de hospitalidade.

Publicidade
Soluções RH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA