Publicidade
Coronavirus

Timeshare movimenta R$ 700 milhões para o Estado do Ceará, diz especialista

Conhecido mundialmente como timeshare (turismo compartilhado), o modelo de negócio permite a compra fracionada de imóveis a adesão a clubes de hospedagem. No Brasil, o Estado do Ceará aparece com cinco empresas que utilizam o negócio. Segundo o CEO da MVC (empresa de turismo compartilhado), Sérgio Falquer, o novo modelo de negócio já movimenta mais de R$ 700 milhões para a região.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

O turismo compartilhado vem facilitando para hóspedes que querem antecipar as compras de diárias e contar como benefícios, assim como explica Falquer: “É um conjunto de benefícios onde é pago um valor mensal em troca de algumas diárias em hotéis credenciados. A escolha da data e do local são inteiramente do sócio do apartamento ou credenciado. É o plano ideal para adquirir uma estadia em um ambiente praiano para os momentos de lazer em família. Outro ponto que vale destacar é que acreditamos que o Ceará atraia muitos turistas e ideal para explorar esse novo modelo de negócio”, disse.

Publicidade
Harus

A expectativa é de que até o final do ano o mercado movimente cerca de R$ 800 milhões em vendas com esse modelo de negócio, segundo o CEO da MVC: “São imóveis voltados a compradores de alto padrão que gostariam de ter uma casa de praia, mas sabendo que não vão usá-la nos 12 meses do ano. Essa modalidade dá a oportunidade de aproveitar a propriedade duas vezes por ano, no tempo que durar o contrato, por isso está ganhando espaço no Ceará e no Brasil”, finaliza.

 

Publicidade
RAP Engenharia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image