Publicidade
FOHB

Começa o 57º Festival do Folclore da Estância Turística de Olímpia

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 4 minutos

De 11 a 15 de agosto de 2021, a Estância Turística de Olímpia – Capital Nacional do Folclore realiza o 57ª Festival do Folclore que, este ano, devido à pandemia da COVID, terá sua primeira edição híbrida, com atividades ao vivo e gravadas. A programação do evento, que contará com a apresentação do jornalista e apresentador, Marcos Paiva, começa na quarta-feira, dia 11, a partir das 20h30. A Cerimônia de Abertura será marcada por um vídeo produzido pela secretaria de Educação, com a tradicional participação dos alunos da rede municipal, além de convidados como o Grupo Geração Folclore, Grupo Parafolclórico Frutos da Terra e Escola de Samba Unidos da Cohab, com o tema “Olímpia, há 57 anos conectando pessoas e tradições!”.

Publicidade
Faitec

A grande atração da festa fica por conta das apresentações dos grupos participantes, todas as noites, das 20h30 às 22h30, com transmissão online pelos canais oficiais do Festival do Folclore, no Facebook e Youtube. A novidade deste ano é que os grupos de outras localidades e os folclóricos de Olímpia, como as Companhias de Reis, terão as apresentações gravadas, enquanto os grupos parafolclóricos de Olímpia, GODAP, Frutos da Terra e Anástasis farão seus espetáculos ao vivo, diretamente da Casa da Cultura, mas sem a presença de público.

Ao todo, o 57º FEFOL contará com 34 grupos folclóricos e parafolclóricos, de 12 estados brasileiros, representando as cinco regiões do país, sendo 14 grupos de cidades de fora e 20 de Olímpia. Dois dos grupos se apresentarão no festival pela primeira vez. A viagem pelo Brasil começa pela Região Norte com o Pará, que terá a participação dos já conhecidos grupos parafolclóricos de Belém, Sabor Marajoara e Frutos do Pará, este último o homenageado do Fefol deste ano. Chegando à Região Nordeste, cinco estados brasileiros estarão representados no 57º Fefol. Do Maranhão, o Bumba Meu Boi da Floresta de Mestre Apolônio, de São Luís, participará pela primeira vez do festival. Do Ceará, o Grupo Parafolclórico Terra da Luz, de Fortaleza, perpetua, por mais um ano, os valores culturais do povo nordestino.

Publicidade
Tramontina

Pernambuco também estará presente no 57º Fefol com o Papanguarte Balé Popular de Bezerros. Já o Estado de Alagoas será representado pelo Grupo Coco de Roda Xique Xique, de Maceió, considerado referência no Estado. Fechando a participação nordestina, o Estado de Sergipe contará com apresentações de dois grupos bastante conhecidos do festival: o Batalhão de Bacamarteiros, de Carmópolis, e o Parafusos, de Lagarto.

Começa o 57º Festival do Folclore da Estância Turística de Olímpia

O Papanguarte é um dos grupos folclóricos que se irão se apresentar no Festival do Folclore de Olímpia (Foto: divulgação)

O Centro-Oeste brasileiro estará representado pelo Grupo de Siriri Flor de Atalaia, da capital, Cuiabá. O Sul do país fortalecerá sua identidade cultural com dois Estados. Diretamente do Rio Grande do Sul, o Grupo de Tradição e Cultura – GTC 20 de Setembro, de Xangri-Lá, e de Santa Catarina, o festival terá o encantamento da Associação Folclórica Boi de Mamão do Pantanal, de Florianópolis. Completando todas as regiões brasileiras, o Sudeste terá a participação de três Estados. A cultura de Minas Gerais será representada pela apresentação inédita da Comunidade Quilombola dos Arturos, de Contagem, e o Espírito Santo estará com a alegria da Banda de Congo Beatos de São Benedito, de Vila Velha.

Começa o 57º Festival do Folclore da Estância Turística de Olímpia

Apresentação do Frutos do Pará, também confirmada para o Festival do Folclore de Olímpia (Foto: divulgação)

Por fim, São Paulo terá o tradicional Fandango de Tamancos Cuitelo, de Ribeirão Grande, que participa do FEFOL desde a primeira edição, em 1965. Além disso, o Estado vem com a forte representação dos grupos de Olímpia, sendo 12 Folias de Reis (Cia de Reis Estrela da Guia, Estrela da Paz, Família Miranda, Fernandes, Lapinha de Belém, Magos do Oriente, Mensageiros da Paz, Os Filhos de Maria, Os Mensageiros de Santos Reis, Cia de Reis Santos, Os Viajantes de Belém e Os Visitantes de Belém), os grupos Terno de Moçambique São Benedito, Terno de Congada Chapéu de Fitas, Moçambique Nossa Senhora do Rosário, Recomendação das Almas e Grupo Folclórico de Danças Afro Brasileiras e Capoeira, além dos parafolclóricos GODAP (Grupo Olimpiense de Danças Parafolclóricas “Cidade Menina Moça”), Frutos da Terra  e Associação Cultural Anástasis Artes Cênicas & Solidariedade.

Publicidade
Pratica

Além da programação noturna, todos os dias, durante à tarde, haverá Oficina de Brinquedos Tradicionais infantis como Gira Gira, Balangandã, Helicóptero de Papel, Meteoro e Bitu, bem como Salão de Artes com edições históricas e Filmes Etonográficos e Depoimentos, com vídeos disponíveis para acesso no canal do Youtube.

O evento é uma realização da Prefeitura da Estância Turística de Olímpia, por meio da secretaria de Turismo e Cultura, em parceria com a Associação Olímpia para Todos e com apoio institucional das empresas: Guarani Mais que Açúcar, Grupo Bravo’s, Condumax/Incesa, Acqua Thermas, Sicredi, GR Group, Starb, Grupo Ferrasa/Hot Beach, Wyndham Olímpia Royal Hotel, Planergi – Urbanização e Serviços, Rodolete Transporte, Imobiliária Rossi, Kimberlit Agrociências, Grupo Remondy, Constrani, Auto Posto Hirochi Kitagawa e Pacaembu Construtora, além de promoção da TV TEM.

Publicidade
Anuncie conosco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA