Roteiro conta história do Tropeiro e sua importância para Minas Gerais

    Fazendas e museus do Circuito do Ouro mantém vivas a tradição e história do tropeiro

    386
    0
    SHARE
    Museu do Tropeiro em Ipoema - Foto: Roneijober Andrade

    Para relembrar e propagar a história de Minas Gerais a moradores e visitantes, os municípios do Circuito do Ouro sediam o roteiro “Entre Personalidades e Ruralidades”, que reúne as cidades de Itabira e Nova Era, a 140 km de Belo Horizonte. Estes municípios foram importantes durante o tropeirismo e possuem histórias marcadas por personalidades que viveram na região e deixaram registros grandiosos no território.

    No roteiro, os visitantes podem conhecer a história do tropeirismo ao entrarem no Museu do Tropeiro e a Fazenda Vargem Grande. Segundo o site Viva Itabira, em Itabira, o Museu do Tropeiro contém hoje mais de 700 peças que fazem alusão à cultura tropeira, além de documentos desses comerciantes, como título de eleitor, certidão de casamento e livros de compra e venda, que viajavam pelas estradas do interior brasileiro. Dessas, cerca de 500 pertenceram ao colecionador José Dutra – fazendeiro da cidade de Rio Vermelho.


    O local também se transformou num espaço de convivência com múltiplas funções, sendo palco para apresentações artísticas e culturais, local de degustação da deliciosa culinária regional e, principalmente, para a velha e boa prosa.

    Além da exposição fixa sobre o tropeirismo, o Museu recebe exposições temporárias de artistas que querem mostrar seu trabalho e oferece uma sala de multimeios onde são realizadas reuniões e são apresentados filmes e documentários educativos, voltados aos valores culturais e locais.

     

     

    SHARE

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here


    CAPTCHA Image
    Reload Image