Publicidade
Leceres

(R)Evolução Sexual: o sexo através do tempo e as mudanças na motelaria

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 3 minutos

* Artigo de Felipe Martinez –  Na antiguidade, a relação com o sexo era muito diferente da que experenciamos na atualidade. Na Roma antiga, o sexo era incentivado. Aos que tinham muitos herdeiros, privilégios, aos que não, punições. Já na Idade Média, com a popularização do Cristianismo, as pessoas passaram a crer em punições eternas devido a desejos sexuais. Na Idade Moderna, com a Reforma Protestante, a possibilidade do divórcio flexibilizou as relações humanas, impactando diretamente na vida sexual.

Publicidade
21 anos Revista Hotéis

Contudo, com o Cristianismo sendo a religião mais difundida no mundo, deixou os seus preceitos nos adeptos e nas sociedades onde fora implantado. Sendo assim, o sexo para reprodução, começa a ser desassociado apenas com o surgimento da pílula anticoncepcional na década de 1960.  Não há mágicas, e todo o processo de retomada da liberdade sexual envolve muitos tabus e controles. Entretanto, essa mudança que caminha a passos de formiga, emerge na atualidade, para a busca da liberdade sexual, do prazer como bem-estar, e do sexo como forma de compartilhar intimidade e gerar conexões humanas. Nessa busca, cada vez mais, as pessoas falam sobre os seus desejos mais íntimos, seus fetiches e suas fantasias.

(R)Evolução Sexual: o sexo através do tempo e as mudanças na motelaria

O setor moteleiro se reinventou na quarentena e está cada vez mais atento com as mudanças que vão pautar o futuro dos negócios (Foto: Free-Photos/ Pixabay)

Publicidade
Harus 1

Como agente presente e constante quando se pensa em sexo, o motel se reinventa para atender e acompanhar essa nova tendência: deixando de ser um lugar apenas para se ter relações sexuais, e passando a fazer parte de uma experiência. Com isso, buscam atrativos que sejam convidativos, inclusive, “instagramáveis”. Esse é um exemplo claro, antigamente, não se pensava na possibilidade de uma foto na suíte ser divulgada em redes sociais. Agora, pensamos nos quartos, de maneira que sejam visualmente atrativas para que as pessoas compartilhem os mais belos cliques no motel. Mas o espaço não pode ser apenas bonito, e assim, expandimos o nosso menu, para atender o nosso maior público, o casal em relacionamento estável. No último levantamento realizado pela ABMotéis – Associação Brasileira de Motéis em parceria com o Guia de Motéis, constatou-se que cerca de 80% do público que frequenta motéis estão em um relacionamento, seja namoro ou casamento.

(R)Evolução Sexual: o sexo através do tempo e as mudanças na motelaria

Motéis passaram a oferecer experiências para seus clientes. Suíte do Motel Replay (Foto: Divulgação ABMOTÉIS)

Publicidade
Faitec

Desta maneira, a gastronomia nos motéis teve um crescimento de 40% nos últimos meses, mesmo durante a pandemia, que no motel funciona como um restaurante único, privativo e exclusivo. Buscando ir além, não apenas oferecendo serviços, mas proporcionando experiências. Em algumas unidades, os cardápios são assinados por chefs famosos, participantes de realities gastronômicos e mixologistas premiados. Com seis décadas de história no país, a rede moteleira, assim como alguns setores da economia, teve a pandemia como um acelerador de tendências, e percebemos casais descobrindo e redescobrindo o motel como uma opção de entretenimento e lazer. Tanto que o segmento apresentou, além do crescimento da gastronomia, um aumento no tempo de permanência nas suítes de 56%. Se antes, para verificar a disponibilidade do quarto era necessário ir até o local, a jornada de compra de produtos e serviços dos motéis tornou-se cada vez mais digital. Reforçando e privilegiando o que o atual comportamento social busca: conveniência, comodidade, experiência e lembranças únicas. O cliente checa a disponibilidade em tempo real, e garante a reserva antecipada da suíte, sem filas. Permitindo que as “horas, pernoite ou diárias” aconteçam com facilidade e instantaneamente.

Publicidade
Soluções 1

A forma como a sociedade brasileira encara a vida sexual no presente momento, afeta diversos setores. Recentemente, uma das maiores varejistas do país passou a comercializar sex toys. Isso exemplifica, como a visão de mercado vem acompanhando as tendências sociais. O mesmo pode ser observado nos conteúdos de streaming, como: Sex Education, Sexify, Sexlife, Goop: Muito além do Prazer, Verdades Secretas 2 e tantos outros que colocam o sexo em voga. O que fica de importante em todo o processo de transformação vivenciado através do tempo, que impacta diretamente o setor moteleiro, é o fato de os motéis intuíram esse comportamento emergente, aprenderam a comunicar seus diferenciais para o público, que por sua vez, está aberto ao tema. E com isso, os motéis passam a ser a escolha ideal para quem busca bem-estar e diversão.

*Felipe Martinez é presidente da Abmotéis – Associação Brasileira de Motéis 

Publicidade
Soluções RH

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA