HOME Matérias Aconteceu Regina Segui, Diretora da Atlantica Hotels, palestrou no 32º Encatho & Exprotel

Regina Segui, Diretora da Atlantica Hotels, palestrou no 32º Encatho & Exprotel

71
0
SHARE
Regina Segui é Diretora de produto e suprimentos da Atlantica Hotels (Foto: Hugo Okada)

Direto de Florianópolis (SC) – Regina Segui, Diretora de produto e suprimentos da Atlantica Hotels apresentou a palestra “Soluções e Inovações nas Compras e Suprimentos para a Hotelaria”, um dos conteúdos que abriu a programação técnica do 32º Encatho & Exprotel, no CentroSul, no centro de Florianópolis. Regina, que é formada em turismo e pós-graduada em Marketing, já atuou nas redes Caesar Park e Blue Tree Hotels. Após oito anos de atuação na Atlantica Hotels, fundou o departamento de produtos e suprimentos, do qual é Diretora.

A executiva começou a sua apresentação falando de tendências para o setor. “A área de suprimentos é o elo de ligação entre vários departamentos. É um entregador de resultados para toda a operação hoteleira. Nós temos uma missão de entregar novidades e estar sempre atualizado com as tendências mundiais. No entanto, cabe, dentro desse processo, atender o hóspede no que ele mais precisa. Cada geração de viajante tem a sua peculiaridade. O millennial por exemplo, não se hospeda em bandeiras de luxo, e isso é atestado por meio de pesquisas. Inovações como equipamentos de ginástica dentro dos apartamentos, estacionamentos para bicicletas e patinetes elétricos, são exemplos que já são realidade. Obviamente, a tecnologia também é um diferencial”, explicou Regina.

Regina Segui e José Osmar Vailatti, Presidente da ABIH/SC

Segundo ela, todas as gerações de viajantes, mesmo com suas peculiaridades, são unânimes quando o tema é design interior. “Todos os viajantes gostam de se sentir dentro de uma experiência quando estão hospedados em hotéis. Espaços para coworking também são uma tendência muito forte. Hoje os hóspedes querem ser vistos nesses espaços, é um conceito muito poderoso e os hotéis devem adotá-lo”, ressaltou.

Mensuração de opinião e grau de satisfação do cliente

Regina afirmou que, atualmente, é essencial ao hotel acompanhar o seu desempenho pelos sites que mensuram o grau de satisfação do cliente. O acompanhamento das mídias sociais e a reputação on-line também foram abordados pela especialista.

Características de uma nova geração de tecnologia para hotéis também foram focos de sua apresentação. “Hoje o hóspede quer espelhar o conteúdo do seu smartphone na TV do quarto. Pedidos de room service também já podem ser efetuados pelo televisor do apartamento. O fim da recepção como a conhecemos também já é uma realidade. Claro que o departamento não vai desaparecer, mas não será exclusivo para check-in e check-out, pois hoje existem aplicativos e totens que o fazem, deixando o hóspede livre para acessar o quarto de forma mais rápida e assertiva. Tudo isso potencializa a experiência em nível de satisfação do hóspede”, observou.

Strategic Source

Novas práticas de processos de compras foram revelados por Regina, que enumerou cada procedimento. “A economia é o maior foco de todos. Todos querem ter savings com resultados. Não se trata simplesmente de fechar um contrato baseado em preço, há de se averiguar logística, saúde financeira, entre outros. Isso é economia com critério e qualidade. Toda rede também deve ter em mente ter um levantamento de base de dados. É muito importante que não se faça apenas uma cotação e sim, uma cotação com critério que se alinhe a categoria de cada hotel”, disse.

A análise de especificação de produtos é importante para a operação de compras. “Saber se vamos mudar ou continuar com determinado produto é essencial para alcançar a economia que pretendemos. Novos produtos surgem constantemente e deve-se analisar com cuidado se vale a pena trocar o atual pelo novo. Análise de mercado e fornecedor também é uma dica importante. Há de se consolidar uma padronização de preços versus resultado, aliado a um aumento de qualidade versus entrega. Temos prazos de pedidos e os fornecedores devem estar alinhados à política do empreendimento. De posse dos dados corretos, fazemos uma negociação mais estratégica. A fase final é o contrato e o gerenciamento desses”, enumerou. “Esse é o ciclo de sourcing, trata-se de um processo mais longo, com mais critério, mas que apresenta resultados expressivos”, complementou.

Regina Segui mostrou muito conhecimento técnico em sua palestra

Regina Segui também falou sobre despesas, mostrou gráficos para a ilustração de sua palestra e reservou espaço para perguntas.

O 32º Encatho & Exprotel é uma realização da ABIH-SC e tem a Revista Hotéis como Mídia Oficial. A reportagem viaja a Florianópolis a convite da ABIH-SC e hospeda-se no Hotel Faial Prime Suites, um dos empreendimentos parceiros da entidade no evento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image