Publicidade
SPCVB

Redução de plástico em hotéis é nova preocupação durante pandemia

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

Opção de armazenamento e separação de objetos plásticos têm impacto negativo sobre natureza

Com a retomada gradual do turismo no país, discussões sobre as medidas de higienização e proteção contra o contágio da COVID-19 vêm sendo disseminadas entre o ramo hoteleiro e as entidades ambientalistas. O uso excessivo de plástico durante o período pandêmico se tornou preocupante, porque, ainda que seja reciclável, o descarte do componente nem sempre é feito da forma correta.

Publicidade
Onity

Em um primeiro momento, a maioria das redes hoteleiras adota medidas pouco sustentáveis para isolar utensílios e objetos em seus estabelecimentos. Luvas, embalagens e estruturas plásticas foram aderidas em quase todos os ambientes, mas pouco se pensou sobre o impacto ambiental que essas medidas trariam de resultado. Após discussões sobre o assunto, algumas redes optaram por apresentar opções igualmente eficazes e muito mais saudáveis para a vida do planeta. Algumas redes (como, por exemplo, a Accor Hotels) trocaram as embalagens de sabonetes e shampoos por refis fixos, que foram instalados em banheiros e quartos. Além disso, os sacos plásticos que envolviam os talheres também foram substituídos por embalagens de papel, que garantem a mesma proteção contra o COVID-19, porém são expressivamente menos nocivas para o planeta.

O descarte incorreto do plástico tem feito com que milhares de espécies marítimas sejam prejudicadas (Foto: MatthewGollop / Pixabay)

Publicidade
Simmons

A discussão desse tema se torna urgente, porque “a cultura do plástico” influencia em várias áreas e vidas. Seu descarte incorreto tem feito com que milhares de espécies marítimas sejam prejudicadas, e, em alguns casos, entrem em extinção. Como visto, imagens impactantes são diariamente distribuídas pelo Greenpeace e pela WWF (World Wildlife Fund), a fim de conscientizar grandes organizações e também o público comum. Além disso, como é de conhecimento geral, vale citar o quanto a Terra vem sofrendo, por conta de poluentes e produção desenfreada de produtos de difícil decomposição. Por esse motivo, além das medidas de revisão sobre o consumo excessivo de objetos plastificados, os responsáveis também têm discutido outras formas de inserir em seus hotéis práticas mais sustentáveis.

A recomendação do Instituto Brasileiro de Sustentabilidade é que, além da redução no número de itens não reutilizáveis, haja também campanhas de incentivo ao descarte correto de lixo. Outra sugestão é que pautas relacionadas à economia de água e energia elétrica também sejam discutidas. Ideias como a diminuição da frequência do uso de máquinas de lavar e o incentivo que, pela manhã, os hóspedes prefiram a luz solar são medidas simples, mas que podem fazer toda a diferença na vida de nosso planeta. Essas práticas caminham juntas, e, caso sejam adotadas em conjunto, tanto hóspedes, quanto proprietários, estarão colaborando para um futuro menos poluente e um presente mais sustentável.

Publicidade
Anuncie conosco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA