Publicidade
Hotelplus

Recicladora de resíduos orgânicos é apresentada pela Topema na Anufood 2020

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

A Topema – empresa especializada na fabricação e distribuição de equipamentos para cozinhas industriais – levou para a segunda edição da Anufood Brasil, os novos modelos de recicladoras de resíduos orgânicos.

A empresa, que faz a sua estreia na edição 2020 do evento, montou seu estande de negócios no Showroom Sindal, uma iniciativa do sindicato que visa reunir soluções tecnológicas escolhidas a dedo para o mercado de Food Service e Alimentação Fora do Lar.

Publicidade
Simmons

De acordo com Helio Rubio, representante da Topema na Anufood, “Trouxemos equipamentos que são diferencial para a parte ecológica e um outro para a produtividade dentro das cozinhas. Para a parte ecológica ou sustentável, temos a linha Eco 30 que é uma linha vasta, passando por Eco 30 (30kg), Eco 100 (100kg) e Eco 300 (300kg). Trouxemos também a Eco Box de dois ou cinco quilos para uso em residências ou pequenos restaurantes. O diferencial deste equipamento é que ele recebe resíduo orgânico e transforma em adubo”.

Foto: Hugo Okada

Publicidade
Harus

Rubio explica que além de ser zero em impacto ambiental, há, por meio da utilização das soluções, uma economia significativa para o empreendimento. “Vamos imaginar que hoje os gestores gastem cerca de R$ 3 mil para o recolhimento e destino correto de seus resíduos orgânicos. Com o uso da recicladora, esse gasto cai para R$ 1 mil e a produção de adubo pode ser vendida, gerando mais receita ou até mesmo trocada por frutas na própria Topema”, afirma o executivo.

Investimentos e cenário econômico

A Topema está otimista com a participação no evento: “Estamos visualizando pessoas que vêm para conhecer e outras que já chegam para adquirir o produto. A feira é oportuna pelo volume de pessoas que estão vindo, além das grandes empresas”, observa Rubio.

Em relação ao mercado de Alimentos e Bebidas e Food Service, Rubio analisa que o mesmo atravessa por um momento de crescimento. “A demanda da Topema quase que dobrou em um ano e meio. Tem mercados que são sensíveis tanto ao crescimento quanto à queda. O investimento nesse mercado é um dos primeiros que param na recessão e também é um dos primeiros que retomam nos momentos de crescimento. Mesmo com o PIB de 1.1, o mercado no segmento de cozinhas cresceu consideravelmente no ano passado, com projeção  para este ano que ainda navega na casa dos 15%”, finaliza.

Publicidade
Gazin

A 2ª edição da Anufood segue a sua programação até a quarta-feira, dia 11 de março, das 10h00 às 19h00, no São Paulo Expo, na Zona Sul da capital.

Publicidade
Escola de resultados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA