Publicidade
Coronavirus

Qual o tamanho do seu mercado?

Artigo de Rhaxwell Santos*

Pode ser que você já tenha se questionado – e espero que sim – sobre que rumos sua carreira irá tomar nos próximos anos. Naturalmente nessa pegada evolutiva profissões irão acabar, transformar-se e até “canibalizar” outras, sendo esse o preço da implacável modernidade globalizada. Cargos tradicionais e profissões antigas estão com seus dias contados, as habilidades exigidas hoje são muito mais subjetivas. Questões como inteligência emocional, resiliência, poder de comunicação, resolução de problemas complexos, trabalho em equipe, criatividade e inovação, entre outras, não são mais “modernismos”, são pontos cruciais e determinantes ao se analisar um gestor.

Publicidade
RAP Engenharia

Em contrapartida, a formação acadêmica tradicional, métodos e rotinas extremamente padronizadas e repetitivas vem perdendo espaço rapidamente. O poder de adaptação a essas mudanças, associado a um network robusto, garante sobrevida e, por que não dizer, a continuidade de um profissional no mercado.

Os movimentos profissionais são naturais e contínuos, não mais cíclicos como há uma ou duas décadas onde os “medalhões” comandavam o mercado, passavam anos e anos na mesma empresa e, em algumas épocas do ano, ocorria um “fenômeno de migração”, uma troca de cadeiras. A sociedade se renovou e com isso os negócios passaram a ter que atender novas necessidades, serviços e produtos com valores agregados, que exigiram um novo perfil profissional. E isso não para. Em determinado momento somos ou seremos impactados por essa grande onda. A questão a ser respondida é: Você está preparado?

Publicidade
Equipotel

Sob essa nova ótica, ao tempo em que os profissionais generalistas perdem espaço, não cabem também os profissionais de um único segmento, pois todo mercado se conecta, influencia e absorve outros produtos e segmentos. Experiência é uma moeda forte, alinhá-la as novas “skills” manterá esse profissional atuante e requisitado, mas, sem dúvidas, diversificar é a palavra de ordem. Vários segmentos específicos estão buscando em outros transversais seus gestores, o varejo tem contratado profissionais da área financeira e hospitalidade, e assim por muito diante. Essa busca por “cases” de sucesso em áreas, por vezes, não tão correlatas mostra a necessidade do profissional de nível estratégico estar aberto às muitas possibilidade de permear áreas e negócios que não são a sua zona de conforto. Se, por um lado, exige coragem e desprendimento, por outro diz que se deve estar atento, atualizado e, acima de tudo, aberto às mudanças.

O contexto mostra que não basta entender do negócio, mas entender de “negócios”. A História antiga e contemporânea mostra que vários líderes (o Imperador Cesar de Roma, o Rei Felipe da Macedônia, Napoleão Bonaparte, entre outros) buscaram essa máxima “divide et impera”, que, por livre definição, pode-se entender como “ampliar para se manter”.

Publicidade
Harus

Essa conotação é um alerta para que tantos “grandes” líderes, gestores com vasta experiência e história não se intimidem, tampouco se arvorem da ilusão de que “são bons demais”. Estejam atentos e firmes, pois a caminhada está só começando.

*Rhaxwell Santos é CEO da Estrela do Sucesso, Developer em fundos de investimentos no Brasil e Portugal, Hoteleiro, Professor universitário e formador de equipes vencedoras. Contatorhaxwell@estreladosucesso.com

Publicidade
Gestão de riscos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image