Publicidade
Leceres

Oportunidades da hotelaria nacional são debatidas na ABAV 2012

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

Um panorama sobre as novidades e oportunidades na indústria hoteleira brasileira acaba de ser apresentado em um painel realizado durante a 40ª edição do Congresso Brasileiro de Agências de Viagens, que acontece até amanhã, em paralelo a Feira de Turismo das Américas no Riocentro (RJ). Participaram desta palestra o Presidente da ABIH Nacional – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, Enrico Fermi, o Presidente da Resorts Brasil, Dílson Jatahy Fonseca e o Presidente do FOHB – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil Roberto Rotter. O Vice-presidente comercial da Trend Operadora, Daniel Santos foi o moderador deste debate.

 

O Presidente Fonseca apresentou alguns dados que revela que o crescimento do mercado consumidor brasileiro mudou muito nos últimos anos. “Em 2008 os hóspedes nacionais respondiam por 57% de nossa ocupação, contra 43% de estrangeiro. Hoje 89% de nossos turistas são brasileiros e apenas 11% são de estrangeiro. A crise econômica que aflige alguns paises do mundo e a economia aquecida no Brasil explica estes números”, revelou Fonseca. 

 

O presidente Fermi lembrou que já está em processo bastante adiantado de tramitação no Senado, o Projeto Lei Vale Hospedagem que possibilitará anualmente uma semana num hotel para os trabalhadores curtirem férias. Isto poderá gerar um incremento de cerca de R$ 2 bilhões na economia. Outro ponto importante que Fermi destacou foi o potencial de crescimento do consumo no mercado interno no Brasil. “Foram inseridos recentemente no mercado consumidor cerca de 30 milhões e 50 milhões de brasileiros serão inseridos no mercado nos próximos anos da classe C. A classe D apresenta apenas 1% do mercado consumidor e também deverá crescer muito e a hotelaria econômica deverá ser a grande alavanca da expansão no Brasil nos próximos anos”, assegurou Fermi.

 

O Presidente Rotter destacou que o crescimento da hotelaria no Brasil nos próximos anos deverá ser em sua maioria em hotéis padrão econômico, isto em razão de cidades consideradas secundárias e terciárias, que são ideais para implantar este tipo de empreendimento. “As redes hoteleiras filiadas ao FOHB deverão colocar em operação até 2015, 195 novos hotéis, sendo que deste montante, 44% serão na categoria econômica”, revelou Rotter que concluiu apresentando o Ibismômetro. Este é um estudo realizado pela rede francesa Accor em que aponta os valores em dólares das diárias médias nos hotéis íbis no mundo e vários hotéis no Brasil figura nas primeiras posições.

______________________________________________________________________________________________
Informação em tempo real! 

· Facebook, clique aqui e curta a nossa página
· Twitter, seja nosso seguidor! www.twitter.com/revistahoteis 

______________________________________________________________________________________________

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA