OpiniãoÚltimas Notícias

One Stop Shop no turismo: uma tendência para ficar no radar

Modelo de negócio é uma oportunidade para o setor hoteleiro expandir portfólio de serviços e ampliar parcerias

*Artigo de  Cláudio Cordeiro –  Empreender e gerir negócios do ramo hoteleiro não é uma tarefa simples. Além de toda a expertise no setor, é necessário conhecer também o outro lado do balcão da recepção, e mergulhar profundamente no comportamento e preferências dos hóspedes. E, como parte deste trabalho, é fundamental estudar as últimas tendências e novidades do segmento do turismo.

Publicidade
Harus

No começo deste ano, o Google Brasil divulgou uma pesquisa muito enriquecedora com alguns insights sobre o turismo no Brasil em 2024. O levantamento apontou que, em 2023, o turismo ganhou 10% novos viajantes e que 79% dos consumidores que têm as viagens como parte de suas prioridades desejam viajar ainda mais. O estudo ainda mapeou importantes comportamentos, como o aumento da busca por viagens terrestres e a ausência de fidelidade dos consumidores com marcas específicas de turismo – tendência que já mencionei outras vezes.

No cenário desenhado pela pesquisa – que, convenhamos, é um tanto desafiador -, ficou evidente ainda uma tendência que acredito que merece especial atenção: a valorização de empresas One Stop Shop no setor, ou seja, empresas que oferecem diversos produtos e serviços para a viagem de seus consumidores em uma única compra ganharão maior destaque. Esse modelo de negócio dialoga justamente com importantes atributos valorizados pelas novas gerações, como conveniência, comodidade e boas experiências de compra. Ao oferecer maior valor agregado em uma única compra, estes estabelecimentos devem conquistar a preferência dos consumidores nos próximos anos.

Publicidade
Forum Nacional da Hotelaria

Eu particularmente enxergo o One Stop Shop como uma enorme oportunidade para o setor hoteleiro, abrindo a possibilidade inclusive para a realização de novas parcerias e de expansão do portfólio de serviços. Na prática, estou falando, por exemplo, da oferta de experiências gastronômicas, parcerias com empresas de transporte, disponibilização de passeios turísticos e até mesmo programas de fidelidade. De maneira geral, o One Stop Shop na hotelaria oferece uma experiência ainda mais fluida e completa para o viajante, gerando maior satisfação e conforto, em poucos cliques.

Mas, sem dúvidas, para que essa estratégia seja efetiva nos empreendimentos hoteleiros, é necessário contar com uma boa infraestrutura tecnológica. É preciso investir em modernos canais de distribuição e sites responsivos, eficientes e seguros para os clientes fazerem suas compras. Além disso, robustos sistemas de gestão e motor de reservas são importantes para gerenciar processos contábeis, financeiros, de estoque e compras. O investimento em marketing digital também é essencial para tornar todo esse ecossistema atrativo para os consumidores. Com tudo isso somado, este é o caminho para uma empreitada bem-sucedida.

Publicidade
Clima ao Vivo
One Stop Shop no turismo: uma tendência para ficar no radar
A Inteligência artificial cria muitas oportunidades na hotelaria – Crédito da foto – Pixabay
Publicidade
Desbravador

A tecnologia também desempenha um papel fundamental na coleta e uso de dados, sempre de acordo com a LGPD. Por meio da inteligência de dados, é possível oferecer pacotes e experiências customizadas para cada cliente, com opções de serviços de todo o portfólio. Também ajuda a apresentar as ofertas certas na hora certa: por que não apresentar uma oferta de massagem no SPA, caso o dia esteja chuvoso e o passeio na praia do viajante tenha sido cancelado? Este é apenas um de muitos exemplos que podem potencializar a oferta de produtos, com a inteligência agregada pela tecnologia.

Publicidade
Tramontina

Diante da maior busca por comodidade e praticidade no momento do planejamento da viagem, e com a ascensão da jornada de compra no ambiente digital, a tendência é que empreendimentos hoteleiros que invistam na estratégia One Stop Shop ganhem espaço e se tornem mais competitivos no mercado de turismo. E para que essa visão holística realmente dê certo, é fundamental contar com uma boa estratégia de negócios, considerando as melhores ofertas para compor o ecossistema de serviços do hotel, além, é claro, de contar com tecnologia para impulsionar resultados.

* Cláudio Cordeiro é Diretor para Hotelaria e Food Service da Totvs.

Publicidade
Equipotel

Denise Bertola

Denise Bertola é Repórter da Revista Hotéis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA