Publicidade
LG Eletronics

Novos hotéis aquecem o mercado em Belo Horizonte

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 14 minutos

Beneficiados por uma lei de incentivos concedidos pela Prefeitura de Belo Horizonte, 73 projetos hoteleiros deram entrada na prefeitura da capital mineira, mas 30 foram cancelados e os que ainda permanecem em construção, poderão sofrer pesadas multas por não cumprirem os prazos

No último dia 31 de março encerrou-se o prazo para que os hotéis que se beneficiaram dos incentivos concedidos pela prefeitura de Belo Horizonte, entrassem em operação. Mas a conclusão das obras deveria ter sido feita até 28 de fevereiro para que a Prefeitura pudesse vistoriar os imóveis para obtenção do Habite-se e posterior Alvará de Funcionamento. Como isto não ocorreu, alguns hotéis já entraram em operação, mesmo sem aceitar reservas ou mesmo sem as obras 100% concluídas, temendo as pesadas multas impostas pela Lei 9.952/2010, que ampliou o potencial construtivo. Esta Lei permitiu, por exemplo, que num terreno de 1.000 m² fosse construído até 5.000 m². Isto motivou a uma mega especulação imobiliária e 73 projetos hoteleiros deram entrada na prefeitura da capital mineira.


Passados quatro anos, 30 projetos foram cancelados, a maioria por serem especulações imobiliárias e que não conseguiram investidores, 24 hotéis estão com as obras atrasadas e a maioria não fica pronta antes da Copa do Mundo de 2014. Efetivamente que já entraram em operação e já estão funcionando e aceitando reservas, são 10 hotéis, e nove entraram em operação, alguns de forma provisória, alguns sem aceitar reservas, para cumprir a data limite prevista, ou seja, 31 de março.

 

Agora o que se discute, é se a multa será aplicada. Segundo cálculos do Consultor Maarten Van Sluys, da JR&MvS Consultores a multa é bastante pesada e ele aponta um exemplo:  “O Coeficiente de Aproveitamento do terreno na  região Centro-Sul de Belo Horizonte era de 1 e foi para 4,5. Considerando-se o valor venal do terreno de R$ 7 mil por m², a multa pode ser de R$ 7 milhões para cada 1 mil m², avalia Van Sluys que atualizou o inventário de hotéis que se beneficiaram dos incentivos concedidos pela Prefeitura e apresenta a seguir.


Para tentar equacionar pelo menos parte do problema, o vereador Marcelo Álvaro Antônio (PRP-MG) apresentou na Câmara Municipal de Belo Horizonte o PL — Projeto de Lei 999, de 2014, que prevê a prorrogação do prazo de inauguração para 31 de maio de 2014 e várias reduções em valores de multas. Este texto deveria ter sido apreciado no último dia 28 de março, mas o Legislativo Municipal adiou para a primeira quinzena deste mês de abril, alegando que não houve tempo de incluir a questão na publicação da Ordem do Dia. O Consultor Maarten destaca que um dos panoramas previstos no PL é a ativação parcial do empreendimento até 31 de maio próximo, com conclusão final das obras até maio de 2015. Além disso, o grupo que administra o empreendimento deve garantir o funcionamento da empresa como hotel por 20 anos. Também está prevista audiência pública para debater a situação da nova rede hoteleira.

Além deste atraso, o que vem à tona também nas discussões é o direito de os investidores receberam indenizações por parte das construtoras por terem adiado o início do retorno sobre o capital investido. Esta solução é defendida pelo Presidente da Câmara do Mercado Imobiliário e Sindicato das Empresas do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi-MG), Evandro Negrão de Lima Júnior. Ele entende que o investidor tem direito à rescisão em caso de atraso da obra do hotel e ela pode variar conforme os termos do contrato, mas o atraso já configura direito do investidor de receber multa paga pela incorporadora, assegura Lima Júnior que leva a seguinte reflexão: Muitos lançamentos foram feitos por empresas com pouco capital, sendo algumas inexperientes. Elas não terão como pagar as pesadas multas por atraso nas obras impostas pela Lei 9.952/2010 e os investidores.

 

E como se este cenário temeroso não bastasse, a CVM – Comissão de Valores Mobiliários enviou comunicados a várias incorporadoras e construtoras informando que está atenta aos abusos cometidos contra os investidores. Diante da análise, poderá entrar na questão para regulamentar o modelo adotado nas vendas que foi o condo-hotéis por entender que os recursos captados no mercado oferecem riscos aos investidores.


Hotelaria moderna
O Holiday Inn Belo Horizonte é um dos hotéis que cumpriram o prazo máximo exigido pela lei de incentivos e entrou em operação no bairro da Savassi. Este é o 14º empreendimento da IHG – InterContinental Hotels Group no Brasil e foi desenhado para ser moderno, eficiente, confortável e promover o bem-estar de seus clientes. São 216 apartamentos com 28 m² de área e uma moderna infraestrutura para assegurar bastante conforto e segurança aos hóspedes e isto inclui: TV’s  de leds de 40” Smartv, cafeteira, ferro e tábua de passar. As cortinas foram confeccionadas em tecido linho e forro black-out pela empresa A Janela Cortinas, que também forneceu peseiras e saias de cama, tudo com aplicação de anti-chama.


Coube à empresa Tognato o fornecimento dos enxovais de toalhas de mesa e guardanapos além da capas em fio lycra® para pranchões, que se destacam por sua praticidade nos ambientes de eventos, além de não apresentar amassados. O produto dispensa grampos, velcros, não requer calandra na passadoria e sua armazenagem é muito mais simples do que as toalhas convencionais.


Os cofres digitais são da marca Onity, modelo OS 200, que armazena laptops e podem ser programadas para quatro ou seis dígitos de senha e a abertura de emergência pode ser garantida através de seu programador ou chave de segurança, fazendo com que os hóspedes sejam atendidos de uma forma rápida sem danificar a porta do cofre. A Onity também forneceu os economizadores de energia que possuem temporizador e luzes para conforto aos hóspedes, ajudando ao empreendimento na economia de energia, assim como as fechaduras eletrônicas. O modelo implantado é o de proximididade RFID, que permite compatibilidade com a tecnologia Mifare e integração com diversos aplicativos e sistemas de check-in.

 

Conforto e segurança
O Holiday Inn foi além dos padrões de sua bandeira para oferecer alta qualidade aos clientes e conta com moderno centro de convenções, composto por quatro salas para atender até 200 pessoas. A Arkflex foi quem forneceu e instalou as divisórias articuladas acústicas da área de eventos tomando o devido cuidado para seguir os padrões da marca, assim como auxiliou os projetistas com relação à distribuição de cargas, interferências acima do forro e opções técnicas que permitissem um ótimo desempenho acústico, cumprido os prazos e condições pré-estabelecidas. Somada a infraestrutura oferecida está um estacionamento com manobrista para 84 carros, business center e fitness center e internet gratuita de alta velocidade.

 

A Hamam Development foi responsável pelos Interiores e Implantação do Hotel. Segundo Leonardo Hamam, presidente da empresa, cada área do Hotel foi projetada para superar as expectativas dos clientes e assim fazer do Holiday Inn Savassi referência na cidade de Belo Horizonte. Foram utilizados materiais e acabamentos de alta qualidade e duração, e cada dia mais os hotéis ganham um número maior de adeptos que buscam alto nível em serviços diferenciados e acomodações confortáveis; ele quer também viver momentos que sejam únicos. Com a diversidade histórica, étnica, cultural e suas belezas naturais, a cidade de Belo Horizonte está refletida em todos os ambientes implantados pela Hamam Development.

 

A Hamam, através de um minucioso trabalho de concorrência na implantação hoteleira, reduziu significativamente os valores de investimento da Patrimar para o Hotel, trazendo assim mais segurança no desenvolvimento do Hotel para o cliente.

 

Além do conforto, a segurança é uma das preocupações deste empreendimento, pois todo o sistema atende às normas de qualidade e segurança exigida pela marca Holiday Inn no mundo. Possui sistema de automatização predial garantindo mais eficiência no atendimento aos hóspedes e menos desperdício. O sistema de segurança conta com detectores de fumaça “sprinklers” nos apartamentos e corredores internos, câmeras de segurança por todo o prédio e no entorno para total tranquilidade dos hóspedes.

 

Na área gastronômica o destaque é o Restaurante Drummond que oferece o melhor da cozinha contemporânea com um toque mineiro. A idéia da escolha do nome foi a de homenagear o grande escritor mineiro, Carlos Drummond de Andrade, um pensador e poeta que encanta com sua visão realista e romântica e que sempre se declarou um apaixonado pela cidade. Com projeto assinado pelo escritório Farkasvölgyi Arquitetura, o restaurante conta com espaços amplos e bem definidos, porém integrados. Um belíssimo restaurante, um bar e um lounge elegante e intimista e, ainda, uma área externa com mesas. Um moderno projeto de iluminação deu ao ambiente um ar aconchegante e agradável. A cultura mineira não ficou fora do projeto, está evidenciada nos detalhes das modernas instalações. O espaço conta, também, com uma adega que abriga uma ampla variedade de rótulos, sendo um dos destaques do Drummond. “O Restaurante Drummond é um projeto sofisticado e diferenciado e está alinhado ao conceito do hotel Holiday Inn Belo Horizonte Savassi, com esforços para proporcionar as melhores experiências e alta satisfação dos nossos hóspedes e clientes. A capital mineira merecia um restaurante como este”, comenta Jacqueline Salles, Gerente Geral do hotel, lembrando que o empreendimento inovou com a contratação de um concierge membro Les Clef d´Or para a recepção.

 

A Porto Frio foi contratada para montar a cozinha do empreendimento, fornecendo as câmaras frias e equipamentos de aço inox, refrigeração, cocção e utensílios leves. O projeto foi concebido pelo chef David Jobert, consultor da rede IHG, e executado dentro das boas práticas exigidas pela RDC nº 216 criada pela ANVISA. O aço utilizado nos equipamentos foi o AISI 304, liga 18:8, indicado para o uso em cozinhas profissionais e com excelente resistência à corrosão. Todos os refrigeradores possuem sistema de degelo automático, controle de temperatura digital e sistema de refrigeração por ar forçado. Há 5 câmaras frigoríficas no hotel, permitindo separação ideal dos alimentos e facilitando o controle operacional e de estoque.

 

Consolidando presença
A Atlântica Hotels também cumpriu o prazo legal e colocou em operação no mês de março o Quality Hotel Pampulha e o Go Inn Del Rey, ampliando para quatro empreendimentos administrados pela rede em Belo Horizonte (MG). O Quality Hotel Pampulha, de categoria superior, conta com 176 apartamentos, divididos em três categorias. O hotel possui ampla área de lazer com fitness center e sauna. O restaurante é o conhecido Olegário, com capacidade para 148 pessoas e aberto ao público externo.

 

Feito sob medida para viajantes de negócios, o hotel, localizado na Av. Pres. Antonio Carlos, 7456, oferece uma área de eventos privilegiada, reunindo seis salas de reunião com metragens que variam de 51 m² a 263 m², com capacidade total para mais de 530 lugares. O empreendimento também dispõe de serviços gratuitos – internet wireless cortesia nos quartos e café da manhã. Além disto, há serviço de lavanderia e estacionamento com 98 vagas.

 

Já o Go Inn Del Rey, localizado na Av. Del Rey, 233 no bairro Caiçara, marca o início das operações da Atlantica Hotels na categoria budget em Minas Gerais. O empreendimento oferece toda a comodidade e agilidade que os turistas de negócios procuram. Com metragem que variam entre 15,29 m² e 16,43 m², os 200 apartamentos contam com camas box, cofre digital, TV LED 27” com canais à cabo, internet wi-fi cortesia, telefone, ar condicionado, armário e piso frio. Pensando em oferecer praticidade aos hóspedes, o Go Inn Del Rey possui uma loja de conveniência com capacidade para 34 pessoas. Além disto, a unidade conta com um restaurante que atenderá a 78 pessoas, fitness center, estacionamento, sala de autosserviço de passadoria, serviço de lavanderia, internet wireless cortesia no lobby e café da manhã incluído na diária.

 

Proximidade privilegiada
Com um aporte de R$ 20 milhões captados no mercado de investidores, o Ímpar Suítes Expominas entrou em operação no último dia 31 de março. Com localização privilegiada, situado na região oeste da capital mineira, o empreendimento se encontra a apenas 400 metros do maior e mais tradicional espaço para convenções, feiras congressos e turismo em geral de Minas Gerais, o Expominas. Coube a Base Construções erguer o empreendimento que conserva as características peculiares da Ímpar Hotéis. “Uma de nossas grandes preocupações ao desenvolver este projeto, foi conceber uma arquitetura modulada e harmônica, com espaços internos de circulação e permanência generosos, funcionais e bem resolvidos. Isto preservou aspectos importantes de conforto termo-acústico através de implantação estratégica e completa infraestrutura, além de apartamentos com disposição, configuração espacial e de decoração únicos no segmento. Foi reservando ao hóspede todo o cuidado necessário para que possa usufruir de uma boa estadia e acima de tudo, ótimo atendimento com o padrão, conforto e qualidade Ímpar”, destacou o Arquiteto Antônio Pedro Ferreira e Silva.

 

Com bandeira econômica, o Ímpar Suítes Expominas conta com 96 acomodações de categoria única, sendo 32 m² o tamanho de cada apartamento. Pensando no bem-estar e na comodidade de seus hóspedes, todas as instalações possuem ar-condicionado e TV LCD, cofre e fechadruras eletrônicas da marca Onity, frigobares Electrolux, enxoval de cama e banho da Sabie, amenities da marca Harus, entre outras comodidades.

 

Os colchões foram fornecidos pela Plumatex através da marca Sealy, com produtos especiais. O colchão possui 32 cm de altura, com estruturação especial para hotelaria, Double Face seguindo padrão americano e coube a empresa JM Representações a intermediação do negócio.

 

Na área de alimentos e bebidas, o empreendimento conta com um restaurante próprio aberto ao público em geral oferecendo um vasto cardápio à la carte e também buffet com as mais saborosas refeições. Ciente da demanda regional por um ambiente propício e confortável para realizar reuniões ou confraternizações, o Hotel Ímpar Expominas proporciona uma sofisticada área de eventos distribuídas em três salas que comportam simultaneamente 250 pessoas, além de um amplo espaço fitness com moderna aparelhagem. Outro diferencial do empreendimento é o estacionamento, que é isento de taxa para os clientes, assim como nos valores das diárias já estão inclusos café da manhã e também internet wi-fi.

 

Vert fortalece presença em Belo Horizonte
Visando fortalecer a expansão da rede em Belo Horizonte, a Vert Hotéis colocou em operação o Ramada Encore Minascasa e e.Suítes Sion. Os novos empreendimentos vem somar aos cinco hotéis em operação nas cidades de Lagoa Santa (a 8 Km do Aeroporto de Confins), São Paulo, Rio de Janeiro, Linhares (Espírito Santo) e Americana, no interior de São Paulo.

 

Os hotéis possuem um perfil diferenciado e prometem surpreender os hóspedes. Na construção do Ramada Encore Minascasa, localizado na Avenida Cristiano Machado, um dos centros de negócios mais importantes de Belo Horizonte, foram investidos cerca de R$ 38,7 milhões (captados no mercado de investidores) e gerados 37 empregos diretos. O hotel é o primeiro empreendimento da marca a ser inaugurado na América Latina e tem um conceito inovador, o econômico design, que promete apresentar ao mercado uma nova tendência, além de tarifas competitivas com um soft opening no valor de R$ 175,00.
 

 

A marca apresenta uma comunicação visual jovem e a decoração é moderna, criando um ambiente agradável para a estadia de seus hóspedes. É possível encontrar uma comunicação visual diferenciada que destaca, em vários ambientes, frases de grandes poetas mineiros como Adélia Prado, Carlos Drummond de Andrade e Guimarães Rosa

 

Outro grande diferencial são os serviços integrados no lobby, o The Hub, que oferece aos hóspedes mesas coletivas e lounges confortáveis. Nesse espaço, os clientes podem utilizar tablets para ter acesso a notícias e informações sobre a região e conhecer a programação cultural da cidade.
 

 

A música é um elemento importante no lobby e varia seus ritmos de acordo com a hora do dia. Pela manhã, a seleção musical é mais calma e, ao entardecer, mais agitada e vibrante. Ainda dentro dos diferenciais do Ramada Encore Minascasa esta previsto, pelo menos em uma quinta-feira por mês, a realização de happy hour com um DJ que irá agitar o lobby e animar os hóspedes/clientes.

 

Segundo a CEO da Vert Hotéis, que representa a bandeira no Brasil, Érica Drumond, as expectativas em relação a esse empreendimento são as melhores possíveis, pois trata-se do primeiro Ramada Encore do Brasil. “A qualidade do serviço será a mesma dos outros hotéis da bandeira Ramada no Brasil, porém, em um espaço mais compacto. Vamos continuar trabalhando com o resgate da hotelaria essencial com camas confortáveis, um excelente chuveiro, iluminação e ambientação adequadas, visando priorizar o conforto, valorizar o bem servir e atender ao nosso hóspede”.

 

O Ramada Encore Minascasa possui 200 acomodações entre luxo, com 19 m², e super luxo, com 30 m². Os quartos oferecem cama king size, ducha de alta pressão, estação de trabalho, minibar e cofre digital. Além disso, está incluso na diária o café da manhã e duas águas de cortesia. O hotel oferece também coffe shop e uma academia que conta com equipamentos de última geração e vídeo games específicos para a prática de exercícios.

 

Conceito inovador
Já o e.Suítes Sion é primeiro empreendimento de marca própria da Vert Hotéis inaugurado. Ele possui como um dos seus diferenciais a localização, pois está inserido no contexto de um bairro tradicional de Belo Horizonte, com fácil acesso à região da Savassi, Nova Lima e a saída para o Rio de Janeiro, além de ser também o primeiro hotel a região.

 

Para a construção, foram investidos cerca de R$ 14,4 milhões (captado no mercado de investidores) e gerados 46 empregos diretos. O e.Suítes Sion é ideal para hóspedes que desejam permanecer na cidade por mais tempo como, por exemplo, long stay devido à infraestrutura e a comodidade oferecida. São 80 apartamentos na categoria luxo, entre 25,5 e 27,5 m², em nove andares, com cozinha americana que contam com cook top, forno microondas, mini bar, pia e um kit básico de utensílios domésticos como panelas e talheres, embutidos em um armário com porta deslizante, o que preserva o design clean utilizado em todos os apartamentos.
 

 

Os quartos oferecem cama king size, ducha de alta pressão, estação de trabalho e cofre digital. Além disso, está incluso na diária o café da manhã que, como diferencial da marca e.Suítes, irá sempre valorizar a gastronomia regional, ou seja, em Minas Gerais o hóspede poderá degustar de um café da manhã com produtos típicos como vários tipos de queijo, pão de queijo, entre outros. Diversas outras facilidades são oferecidas ao hóspede-morador que deseja manter sua rotina mesmo longe de casa, entre elas coffee shop, academia, jacuzzi e spa e estacionamento terceirizado. As tarifas desse midscale são competitivas, com um soft opening no valor de R$ 225.

 

De acordo com Érica Drumond, este será um ano de crescimento expressivo para a empresa. “Teremos novas marcas, novas parcerias e muitas atividades associadas ao crescimento da Vert Hotéis. Estamos implantando padrões consistentes que geram experiências únicas e especiais para os clientes, colaboradores e investidores. Nossa busca pelo diferencial e pela excelência nos serviços tornou-se parte integral da existência da empresa”, destaca Érica Drumond.

Publicidade
Travel Tech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA