Publicidade
SPCVB

Nord Hotéis prepara expansão

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 8 minutos

A Nord Hotéis surgiu em 2002 com o nome de Imperial para administrar empreendimentos hoteleiros que um grupo de empresários estavam construindo em João Pessoa, na Paraíba. Em 2006 com a construção de mais unidades do grupo, a ampliação dos negócios, a expansão da rede e estudos comerciais, os sócios decidiram mudar o nome fantasia da Imperial para Nord Hotéis, dando ênfase as iniciais da região Nordeste. 

No ano de 2008 o executivo Daniel Rodrigues adquiriu a marca Nord Hotéis e começou a desenvolver uma forma criteriosa de administração de hotéis buscando um retorno financeiro aos investidores, manutenção de bens e desenvolvimento de valor imobiliário. 

Hoje a Nord Hotéis possui quatro hotéis bem posicionados na cidade de João Pessoa, mas até o final de 2014 pretende fechar a carteira com dez unidades, sendo: mais dois hotéis na cidade de João Pessoa, um na praia de Tabatinga, no litoral Sul da Paraíba, um na cidade de Natal – Rio Grande do Norte, um na cidade de Campina Grande (PB) e uma outra unidade em Maceió (AL). Confira a entrevista exclusiva com o Diretor da Nord Hotéis, Daniel Rodrigues.

 

 

Revista Hotéis — Como e quando surgiu a Nord Hotéis? Ela foi criada com que objetivo?

Daniel Rodrigues — Em 2002, um grupo de empresários construtores que já tinham construído vários empreendimentos hoteleiros em João Pessoa, decidiram criar um empresa especializada em administração de hotéis e flats. O objetivo era administrar seus próprios empreendimentos, isso por que este mercado de administração de hotéis há 11 anos atrás não tinha tanta opção de empresas especializadas. Então na oportunidade trabalhava em um dos hotéis na cidade de João Pessoa, que possuía o sistema de pool hoteleiro, e o grupo estava em busca de profissionais com experiência nesta área. Então, me contrataram para implantar o Imperial Hotel, dando início as operações da Imperial Administradora de Hotéis e Flats. Em 2006 com a construção de mais unidades do grupo, a ampliação dos negócios, a expansão da rede e estudos comerciais, os sócios decidiram mudar o nome fantasia da Imperial Administradora para Nord Hotéis, dando ênfase as iniciais da região Nordeste. 

 

Revista Hotéis — Como foi que você entrou no segmento hoteleiro e quais os cursos e especializações já fez?

Daniel Rodrigues — Comecei minha vida profissional na área de empresas arrecadadoras de recebíveis, depois atuei em telecomunicação ambos na área financeira. Em 1999 ingressei na universidade no curso de ciências contábeis, passando cinco anos cursando contabilidade e conseqüentemente tendo meu diploma em 2004. Neste período de faculdade recebi uma proposta para trabalhar no setor financeiro de um hotel com sistema de pool hoteleiro e foi então que iniciei minha vida profissional na área da hotelaria, sempre predominando a área de administração e finanças. Após minha formatura fiz vários cursos entre eles pós graduação em administração hoteleira e fundamentos financeiros. Porém, minha maior escola e aprendizado na hotelaria foi a minha vida profissional iniciando na base no setor financeiro e chegando até a gerencia financeira no primeiro hotel que trabalhei. 

Neste hotel conheci Patricia Cantalice, esta minha maior fonte de inspiração, formada em turismo, atuante na área comercial e operacional, e que também iniciou sua vida profissional na hotelaria em uma grande rede nacional como estagiária passando por todos os setores. Juntos recebemos uma proposta para implantar e desenvolver a Imperial Administradora de Hoteis e Flats e no decorrer deste processo começamos uma fase de namoro e nos casamos. No ano de 2008 quando a Imperial Administradora já tinha mudado o seu nome fantasia para Nord Hoteis, planejamos criar uma administradora com critérios diferenciados de administração e em comum acordo com os sócios nos separamos do quadro societário e adquirimos a marca Nord Hoteis. Então, começamos a desenvolver uma forma criteriosa de administração no Imperial Hotel tendo este hotel como referência na cidade de João Pessoa, em relação a retorno financeiro aos investidores, manutenção de bens e desenvolvimento de valor imobiliário. 

 

Revista Hotéis — Quantos hotéis a Nord  possui? São todos administração de patrimônio de terceiros ou possuem recursos próprios investidos nestes hotéis?

Daniel Rodrigues — Hoje a Nord Hoteis administra quatro hotéis na cidade de João Pessoa. O Nord Blue Sunset, o Nord Green Sunset, o Nord Imperial Hotel o Nord Ondas do Atlântico. Os recursos e patrimônio são de terceiros, assim como investimentos com recursos próprios. 

 

 

Revista Hotéis  —  O que difere a administração da Nord em relação as demais administradoras de hotéis e flats existentes no mercado? 

Daniel Rodrigues — Hoje temos um mercado muito avançado na área de administração de hotéis, e a cada dia que passa as administradoras buscam alcançar mais modernidade e atualizações para excelência em administração e nós nos enquadramos neste perfil. Hoje temos três fatores que fazem com que a Nord Hoteis tenha diferencial no mercado. A transparência, que é muito importante para administração de bens de terceiros, resultados satisfatórios e cuidado na manutenção e evolução do bem administrado. Hoje temos uma estrutura própria onde centralizamos todas as operações, ou seja, todo financeiro, setor de reservas, comercial, marketing e propaganda, assessoria de imprensa, tecnologia da informática, contabilidade, departamento pessoal, recursos humanos, compras, administrativo e setor especifico de condomínios. Com esta centralização e com um sistema hoteleiro de qualidade fazemos que todas as operações sejam realizadas num só lugar e que exista a redução de mão de obra, conseqüentemente transferindo esta economia para os empreendimentos administrados por nós. 

E o resultado desta eficiência administrativa pode ser comprovado em números. Nossa taxa de ocupação acumulada ano nos hotéis de categoria superior é de 75% com um diária média de R$ 210,00, e nos hotéis de categoria econômica a ocupação chega á 85% com uma diária média de R$ 130,00. 

 

Revista Hotéis  — A Nord fez recentemente uma parceria com as artesãs de João Pessoa para expor seus trabalhos em vitrines em duas unidades hoteleiras. O que esta parceria está trazendo de resultados? Vocês pretendem expandir esta parceria para as outras duas unidades hoteleiras?

Daniel Rodrigues — Sim, acreditamos que comercializar  um equipamento hoteleiro não adianta somente ter uma boa infraestrutura e serviços. O destino deve ser atraente e deve chamar a atenção do turista, seja ele de negócios, de lazer ou eventos. Dar chances e valorizar o artista da terra é vender o destino, é divulgar o que a Paraíba tem de melhor. Vamos sim estender esta parceria seja na Paraíba ou em qualquer outro estado, dando valor ao artista da terra e ajudando a divulgação do destino.

 

Revista Hotéis  — Além desta ação, quais as demais que a Nord mantém de responsabilidade socioambiental ou mesmo de investimento na cultura local?

Daniel Rodrigues— Além desta ação em valorizar os artistas da terra, a Nord Hotéis busca a responsabilidade socioambiental  na reciclagem de lixo, contando com gestão para tal processo dentro dos empreendimentos. Temos o Nord Cultural, onde no período de alta estação, abrimos as portas para os artistas locais ao exemplo do forró pé de serra. Além destes incentivos, estamos estudando e planejando uma ação de responsabilidade social com o apoio das entidades governamental, que é a escola de hotelaria Nord.  O objetivo é custear os estudos de pessoas que não possuem condições, dando treinamentos e cursos especializados na área de hoteleira, inclusive diplomando seus participantes.

 

Revista Hotéis  — A criação destes cursos seria uma forma de combaterem o gargalo de mão-de-obra qualificada? O Pronatec, do Ministério do Turismo tem auxiliado em algum coisa? 

Daniel Rodrigues— Tendo esta dificuldade de falta de mão de obra em João Pessoa, é que estamos planejando esta ação de criar uma escola de hotelaria, em parceria de prestadores de serviço, fornecedor e entidades governamentais, com cursos profissionalizantes, aulas práticas e estágios em nossos hotéis. O Pronatec, tem ajudado sim na qualificação dos profissionais do mercado, porém acreditamos que não podemos esperar somente o governo, pois este tem suas limitações. Com o crescimento acelerado da Nord Hotéis necessitamos ter nossa própria formação para assegurar uma boa operação.   

 

Revista Hotéis  — Como você analisa o atual momento da hotelaria de João Pessoa? É hora de se investir em novos hotéis ou preocupa a super oferta?

Daniel Rodrigues — Atualmente estamos numa situação favorável, e o mercado está promissor dentro das disponibilidades de leitos existentes, isso no âmbito nacional. Existem regiões com suas dificuldades e nestas a preocupação predomina devido a falta de investimento e estrutura local dos seus governantes, dificultando o fluxo de turistas e prejudicando os hotéis já existentes. Na Paraíba este quadro está evoluindo, hoje temos uma melhor divulgação, a Paraíba nunca foi tão divulgada como hoje. Temos apoio do governo do estado e prefeitura de João Pessoa nos eventos em todo Brasil, construção do centro de convenções,  e outras ações em conjunto do governo do estado, prefeitura e iniciativa privada.

 

Revista Hotéis  — A Nord continuará consolidando presença em João Pessoa antes de buscar novos mercados no Brasil ou já planeja expansão para outras cidades ou estados? 

Daniel Rodrigues — A Nord Hoteis, já tem sua marca consolidada no mercado de João Pessoa com quatro hotéis bem posicionados. Até o final de 2014 fechamos nossa carteira com dez unidades, sendo mais dois hotéis na cidade de João Pessoa, um na praia de Tabatinga, no litoral Sul da Paraíba, um na cidade de Natal, (RN), um na cidade de Campina Grande (PB) e uma outra unidade em Maceió (AL). Em 2014 com estes dez hotéis implantados vamos buscar suas respectivas consolidações e continuar dentro dos nossos planos de expansão no Nordeste. Iremos com certeza planejar a extensão da expansão por todo território nacional. Mas isto se fará com segurança e com a certeza que vamos expandir da mesma forma que iniciamos, com clareza e seriedade.

 

Revista Hotéis — Como você analisa as ameaças de algumas autoridades governamentais de utilizar a polícia federal para até mesmo fechar hotéis que supostamente estão praticando preços de diárias consideradas por eles abusivas diante dos grandes eventos que o País está sediando? 

Daniel Rodrigues— Na verdade a utilização de preços abusivos praticados por alguns hotéis, acredito que não é bom para o País, mas não precisa das autoridades governamentais utilizar força policial. Basta que os hoteleiros tenham a consciência que este é o momento em que temos para divulgar nosso país. Neste período temos que fazer bonito assim como o futebol praticado nos campos, e que não podemos pensar somente no presente e sim no futuro. Abusando dos valores de diárias ocorrerá uma insatisfação dos turistas, refletindo nos eventos futuros, como a Copa do Mundo no próximo ano.

 

 Revista Hotéis  — Você acredita que a hotelaria nacional estará preparada e qualificada para receber os turistas estrangeiros que virão ao Pais no advento da Copa do Mundo e das Olimpiadas?  De que maneira a hotelaria de João Pessoa poderá usufruir destes eventos?

Daniel Rodrigues— Sim, teremos uma demanda de 35 mil quartos para que 600 mil visitante se hospedem em média durante 10 dias, isso conforme dados da Match agência contratada pela FIFA para seleção dos hotéis. Em João Pessoa a ocupação será muito boa, devido esta entre duas sedes, Recife – PE e Natal – RN, ambas com capacidade de leitos insuficientes para comportar a demanda de turista neste período. 

______________________________________________________________________________________________

Se você estivesse nos seguindo pelo www.twitter.com/revistahoteis  ou curtindo pelo www.facebook.com/revistahoteis teria recebido esta informação em tempo real!!!  Está esperando o que? Lembre-se, informação é a ferramenta mais importante para tomada de decisão e negócios e aqui você fica sempre bem atualizado dos últimos fatos e acontecimentos da hotelaria e do trade.

 

______________________________________________________________________________________________

Publicidade
Altenburg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA