Publicidade
LG Eletronics

Multipropriedade está fortalecendo o mapa do turismo no Brasil

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 12 minutos

A venda das frações imobiliárias para férias em família estão alavancando os investimentos em novos hotéis no Brasil

Um setor imobiliário que praticamente não existia no Brasil há menos de 10 anos, cresceu 18% no ano passado em relação a 2019 e já conta com mais de 120 empreendimentos no território nacional. Estamos falando da multipropriedade, segmento do setor hoteleiro de turismo presente em mais de 65 cidades do país. “Metade destes destinos é composta por cidades que não eram consagradas ou que ainda apresentam muito potencial para o turismo”, conta o Consultor Caio Calfat. fundador e Presidente da ADIT Brasil – Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil e Vice-presidente de Assuntos Turístico-Imobiliários do SECOVI-SP – Sindicato da Habitação de São Paulo. A sua consultoria lançou no ano passado o 5º relatório, “Cenário do Desenvolvimento de Multipropriedades no Brasil 2020” demonstrando que houve um crescimento em 2020 de 5,93% do VGV – Valor Geral de Vendas em relação a 2019 o que totalizou R$ 24,1 bilhões e a oferta de cerca de 430 mil frações de multipropriedade.

Multipropriedade está fortalecendo o mapa do turismo no Brasil

Caio Calfat: “No Brasil, quem compra multipropriedade normalmente é família composta por casal jovem e filhos pequenos” (Foto: Divulgação)

Publicidade
LG Eletronics – Meio

Modelo de comercialização

A consolidação desse mercado está também baseada na segurança jurídica que a Lei de Multipropriedades Imobiliárias (13.777/2018) trouxe em 2018, garantindo que toda a comercialização fosse registrada em cartório, com escritura definitiva. Além da regulamentação, há um manual de melhores práticas desenvolvido pelo SECOVI para orientar os interessados em adquirir uma fração nesses empreendimentos. A variedade de modelos e padrões para empreendimentos multipropriedades é imensa e depende muito da localização e perfil do público-alvo. O mais usual é o formato de 26 frações por unidade, ou seja, cada imóvel é propriedade de 26 pessoas e cada comprador adquire o direito de utilizar o imóvel por duas semanas ao ano. “No Brasil, quem compra multipropriedade normalmente é família composta por casal jovem e filhos pequenos. Está começando um interesse também por casais idosos, principalmente em destinos tradicionais para esse perfil, como Gramado e Campos do Jordão”, destaca Calfat sobre as tendências.

Uma outra rota que ganha força com a multipropriedade é Foz do Iguaçu, no Paraná. Os números de visitantes nacionais e estrangeiros nas quatro principais atrações da cidade (Parque Nacional do Iguaçu, Marco das Três Fronteiras, Usina de Itaipu Binacional e Parque das Aves) nos primeiros meses de 2021 apontam para uma retomada do turismo e do setor de serviços em Foz do Iguaçu, mesmo diante do cenário de cuidados por conta da pandemia e circulação e horários restritos para evitar aglomerações.

Oportunidades de mercado

Com um patrimônio natural da humanidade, o conjunto das Cataratas do Iguaçu, a cidade, localizada na tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, oferece opções de lazer ecológico para todas as idades, além de ser destino certo para turismo de negócios e eventos – algo que tende também a se recuperar neste ano. É nisso que aposta a Ivira Incorporação e Desenvolvimento Imobiliário, responsável pelo lançamento do Leaves Premium Suítes. Com entrega prevista para 2025, o empreendimento é um sucesso com 10% de suas cotas vendidas em pouco mais de três meses de comercialização, projetando 33% nos primeiros 12 meses e a conclusão das vendas em 36 meses, conforme previsto no plano de negócios. “Esse resultado superou as expectativas, mesmo diante do cenário de pandemia que atravessamos”, conta Clovis Meloque, Diretor comercial da Ivira Incorporações.

Multipropriedade está fortalecendo o mapa do turismo no Brasil

Perspectiva da fachada do Leaves Premium Suítes (Foto: Divulgação)

O Leaves Premium Suítes é um projeto de alto padrão que conta com complexo de lazer, bares, restaurantes, piscinas, spa, ampla área para as crianças, incluindo uma brinquedoteca temática, e uma trilha de caminhada em meio a mais de 2.000 m² de floresta nativa. Estruturado sob o formato de multipropriedade, o empreendimento é composto por 240 unidades mobiliadas e decoradas em alto padrão e segmentadas em dois tipos de apartamentos: um quarto e sala para até quatro pessoas ou dois quartos e sala para até seis pessoas. “Reconhecemos o potencial turístico ainda pouco explorado em Foz do Iguaçu e por isso desenvolvemos na cidade uma nova opção de empreendimento que irá mudar as referências de lazer e férias para toda a região”, aposta Bruno Vallini, sócio da Ivira e também da ABL Incorporadora.

Publicidade
Harus

Aposta em novos destinos

Mesmo em meio a um ano difícil, onde a hotelaria mundial experimentou um cenário de queda devido à pandemia da COVID-19, a WAM Hotéis e Resorts segue investindo no lançamento de novos produtos. Nesse mês de abril o Grupo apresentou dois novos empreendimentos. O primeiro na cidade de Penha (SC) o Solar Pedra da Ilha e o segundo em Porto Seguro (BA), o Ondas Praia Resort. O Solar Pedra da Ilha, inaugurado no dia 4 de abril é uma realização do Grupo Pedra da Ilha, de Santa Catarina, e a administração hoteleira está sendo idealizada pelo Grupo juntamente com a WAM Hotéis e Resorts. Apostando num conceito ímpar de turismo e lazer, o empreendimento chega com a proposta de fomentar ainda mais empregabilidade na região ao oferecer conforto e serviços de qualidade para quem deseja visitar o Beto Carrero World. Somada à proximidade a um dos maiores parques temáticos da América Latina, o empreendimento tem acesso facilitado a 19 praias na cidade de Penha (SC).

Multipropriedade está fortalecendo o mapa do turismo no Brasil

O Solar Pedra da Ilha foi inaugurado no dia 4 de abril (Foto: Divulgação)

O Solar Pedra da Ilha é composto por um bloco principal contendo dez pavimentos e 102 quartos, todos munidos de ar condicionado, cofre, TV LCD, sofá cama entre outros itens. Algumas opções de hospedagem ainda contam com banheira de hidromassagem. Além da área de quartos, a estrutura é composta por áreas comerciais e estacionamento. Os espaços de lazer contemplam duas piscinas, um playground seco e molhado, uma academia, um spa, um bar, um restaurante, uma brinquedoteca, um espaço teen, uma sauna, um salão de jogos, com uma equipe de monitores para animar o tempo livre em família. Entre outros atrativos, o Solar Pedra da Ilha oferece um bar com ambiente aconchegante e convidativo.

Publicidade
APP da Revista Hoteis

O Solar Pedra da Ilha está numa localização privilegiada. Na região é possível encontrar desde as festas tradicionais da cultura alemã, passando pelas regiões ricas em cervejas artesanais e vinícolas. Na vizinha Balneário Camboriú, localizada a 25km, é possível encontrar equipamentos de entretenimento fantásticos, como a maior Roda Gigante do Brasil, um superaquário, além de um teleférico seguido de uma Mega Tirolesa.

Já o Ondas Praia Resort chega ao mercado dia 18 de abril com a essência da Bahia, na alegria do seu povo representada pela equipe de recreação com programação completa para toda a família. Todo o espaço é inteiramente pensado para que os turistas possam “tirar onda”, expressão escolhida para acolher todos os sentidos da experiência da hospedagem no resort e em sua praiana vizinhança. Para diversão da família inteira, as atrações ainda são variadas em seu interior, que conta com cinema, diversas piscinas, recanto verde, choperia, brinquedoteca, quadra poliesportiva e restaurantes.

Já a cidade é a sua ponte aérea para o Litoral Nordestino. Para fugir da rotina ou dar aquela esticadinha no descanso, Porto Seguro é a escolha certeira. Localizado em uma das regiões que mais crescem na Bahia, o Ondas Praia Resort fica próximo à Praia do Mutá, em Porto Seguro. Com mais de 32 mil m² de área, oferece uma estrutura que abrange 484 apartamentos, com metragens a partir de 44,5 m². Além disso, possui estacionamento próprio, segurança 24h00, recepção bilíngue e acessibilidade. Apostando em experiências possui um beach club completo, com quadra poliesportiva, fitness center, playground, restaurante, Choperia & Pub, sorveteria, boutique, entre outros.

Publicidade
Dam Roupas

Pitangui Beach Resort

Também em busca de novos desafios para diversificar seu portfólio de empreendimentos, o GR Group uma das principais empresas dos setores imobiliário e turístico do País, lançou no último mês de fevereiro o Pitangui Beach Resort. Com VGV (Valor Geral de Vendas) de cerca de R$ 150 milhões, o empreendimento é o primeiro projeto de incorporação imobiliária do GR Group no Nordeste. O empreendimento será construído em uma área de 15,5 mil m² na praia de Graçandu, na grande Natal (RN). O projeto deve gerar 1,4 mil novas vagas de trabalho, diretas e indiretas, sendo 350 só na operação.

De acordo com Rodolfo Rezende, Vice-presidente de Marketing e Vendas do GR Group, “O Pitangui é nosso projeto precursor em incorporação imobiliária no Nordeste, e ele é especial porque será construído aqui, em Natal, um dos mais belos e procurados destinos turísticos do País”. Rodolfo ressalta que, além de ser o primeiro projeto de incorporação do GR Group no Nordeste, o Pitangui será o primeiro empreendimento greenfield de multipropriedade em Natal. “O Pitangui Beach Resort será o primeiro empreendimento da Capital projetado e preparado para funcionar como uma verdadeira casa de férias. Ele já nasce com esse propósito”, diz o executivo do Grupo.

Rodolfo Rezende, Vice-presidente de Marketing e Vendas do GR Group (Foto: Divulgação)

Com 8.721 m² de área construída, o resort será entregue com 114 apartamentos de até 74 m², divididos entre quarto, sala de estar, copa/cozinha e sacada, totalmente mobiliados e equipados com sofá-cama, microondas, frigobar, smart TV, enxoval completo, entre outros itens. A área de lazer contará com restaurante para até 300 pessoas, duas piscinas para adultos (de 230 m² e 300 m²) e uma infantil (de 78 m²), brinquedoteca, salão de jogos e de fitness, entre outras facilidades. O Pitangui será também um resort pé na areia, com 150 metros de frente de praia e beach club. Transfer direto até o Pitangui Lagoa Park e outras atrações completarão o pacote de diferenciais do empreendimento para garantir a diversão de proprietários e hóspedes. 

O Solar das Águas deverá entrar em operação nesse ano ofertando 1000 apartamentos em Olímpia (SP) – (Foto: Divulgação) 

Maior resort multipropriedade do Brasil

Olímpia, no Interior paulista é um destino que chama a atenção dos investidores de multipropriedade em razão do grande volume de turistas que atrai anualmente em razão dos parques termais. E o destino é mais uma aposta da Natos Multi que ainda nesse ano, inaugura o Solar das Águas Park Resort. Ele terá 1000 apartamentos e capacidade para até 6 mil pessoas e será o maior resort multipropriedade do Brasil – atualmente, essa posição é ocupada por outro resort da Natos, o Olímpia Park Resort, também na cidade de Olímpia, com 912 apartamentos. Dividido entre quatro torres de 17 andares, o Solar das Águas terá apartamentos de até 77 m² e dois dormitórios. Todos virão equipados com camas de casal e solteiro bicama, sofá-cama, mesas e cadeiras, geladeira, micro-ondas, ar condicionado nos quartos e na sala e Smart TV com acesso à internet. O resort foi planejado para oferecer o máximo de lazer e entretenimento para todas as idades. Serão 85 mil m² de construção, inúmeras piscinas, brinquedos aquáticos, spa com ofurôs, sauna e piscina coberta, quadra poliesportiva, quadra de areia, campo de futebol, campo de minigolfe, palco para eventos, cinema, brinquedoteca, playground e sala de jogos, entre outras atrações.

Segurança jurídica

A Lei de Multipropriedades Imobiliárias (13.777/2018) sancionada em 2018, garantiu que toda a comercialização fosse registrada em cartório, com escritura definitiva. Esta mudança permitiu que empresas mais estruturadas e sérias ganhassem ainda mais destaque no mercado, como é o caso da VCI, incorporadora e desenvolvedora de produtos premium com marcas internacionais de hotelaria como a Hard Rock Hotel. “Trabalhamos com bandeiras mundialmente reconhecidas pelo alto padrão e estilo único. São produtos diferenciados para que os proprietários vivam um determinado estilo de vida nas suas férias”, diz Samuel Sicchierolli, presidente da VCI. “Garantir que o nosso cliente seja proprietário da sua fração imobiliária, aproxima-o do empreendimento e ajuda a valorizá-lo. A pessoa passa a ter um bem que pode usufruir de várias maneiras, e que tem valor futuro e potencial de valorização”, completa o executivo.

Multipropriedade está fortalecendo o mapa do turismo no Brasil

O Residence Club at the Hard Rock Hotel Fortaleza deverá entrar em operação no final desse ano (Foto: Divulgação)

O primeiro empreendimento da VCI SA é o Hard Rock Hotel Fortaleza (CE), com a primeira fase de entrega das obras prevista para o fim de 2021. E no dia 19 de março de 2022 fará o primeiro evento do Residence Club at the Hard Rock Hotel Fortaleza, ocasião em que a lendária banda Europe, um dos mais emblemáticos grupos do rock mundial de todos os tempos, será a principal atração com o show “The Final Countdown”. Além desse empreendimento no Ceará, a VCI está implantando outros hotéis Hard Rock no Brasil como: Ilha do Sol (PR), São Paulo (SP), Foz do Iguaçu (PR), Natal (RN) e Recife (PE). Com a lei que regulamentou o segmento e com a crescente aderência das classes mais altas, principalmente de São Paulo e outras grandes capitais brasileiras, a expectativa é que a multipropriedade continue evoluindo e se estabelecendo cada vez mais como modelo sólido e vantajoso de negócio.

Castelos e hotéis boutique na multipropriedade

Uma das empresas do mercado imobiliário que aposta na multipropriedade com sofisticação é a Planalto. Um dos empreendimentos da marca com esse modelo será inaugurado nesse mês de abril. O Castelos do Vale Resorts, no coração da região de vinhedos em Bento Gonçalves, dentro da vinícola Dom Cândido, remete com sua construção às edificações do vale do Loire, na França. A experiência com a degustação e produção vinícola local será um dos destaques do hotel, e a intenção é oferecer um destino de vinho dentro do Brasil. Já no próximo mês de junho, a Planalto inaugura em Trindade (GO) outro empreendimento ancorado na multipropriedade que prima pela exclusividade. O Terra Santa Éden Resorts, em Trindade, a 25 quilômetros de Goiânia. Ele terá 63 apartamentos e bangalôs, todos com piscina privativa, seguindo um padrão de luxo inédito para a região, com spa e gastronomia.

Investimento de R$ 380 milhões na Praia de Carneiros (PE)

E o Nordeste, mais precisamente a Praia de Carneiros em Pernambuco, motivou o Gramado Parks a lançar um parque aquático e resort. A empresa que tem forte presença em Gramado (RS), onde opera um resort e o parque de neve Snowland, assim roda gigante do Rio de Janeiro, chega ao Nordeste do Brasil expandindo sua atuação. O resort será construído e negociado no modelo da multipropriedade e deverá exigir R$ 380 milhões em investimento com previsão de entrada em operação em dezembro de 2024. Já o parque aquático já iniciou as obras e previsão de entrada em operação em dezembro de 2022. O parque será construído em uma área total de 159,5 mil m2 e sua entrada em operação em dezembro de 2022, tem como expectativa receber mais de 286 mil visitantes em seu primeiro ano e chegando a quase triplicar este número até 2029. Nomeado de Acquaventura, a atração terá personagens próprios e storytelling baseado em elementos históricos de Pernambuco, além de apelo ecológico inspirado em atividades ligadas ao rio, ao mar e à mata da região. Haverá atividades para todos os gostos e públicos em meio a uma natureza exuberante e tudo acontecerá ao redor de um elemento central de destaque – a Árvore da Vida – que poderá ser vista à distância.

A arquitetura do resort será inspirada na Polinésia, assim como vai também valorizar a cultura local. O paisagismo será aplicado com predominância de vegetações regionais e nativas da região. Assim como o Parque Acquaventura, o resort seguirá as premissas de empreendedorismo consciente da Gramado Parks, considerando em seu projeto a preservação de uma área ambiental de mais de 9 mil m2, reuso de água de chuva, utilização de energia fotovoltaica, iluminação com lâmpadas LED e áreas permeáveis. Além disso, o empreendimento terá a certificação LEED – Green Building, que atesta a construção sustentável com redução de consumo de energia e água, geração de resíduos e impactos no meio ambiente. Também está prevista a construção de um centro de eventos, que permitirá realizar congressos e convenções em uma área de tranquilidade e em meio a uma paisagem paradisíaca.

A arquitetura do resort será inspirada na Polinésia, mas valorizará a cultura local (Foto: Divulgação)

Resort de R$ 500 milhões de VGV em Muro Alto

Já a praia de Muro Alto, em Ipojuca (PE), próximo a região de Porto de Galinhas, terá resort no modelo de multipropriedade com VGV estimado em R$500 milhões. O projeto lançado pelo Grupo GAV Resorts deverá ter grande parte dos recursos captados no grande volume de vendas já realizado. O Porto Alto Resort tem previsão de entrega no ano de 2024 e será o primeiro resort de luxo da empresa na região, prometendo movimentar ainda mais o turismo local.  O empreendimento chama a atenção pelo design inovador e moderno, combinando com a bela paisagem e piscinas naturais da região. Há também um projeto arquitetônico, obras e aspectos ambientais, com assinatura da designer de interiores, Bruna Kehrnvald, e do engenheiro Marco Robin.

Publicidade
RAP Engenharia
Avatar

Edgar J. Oliveira

Edgar J. Oliveira - Diretor editorial - Tenho 30 anos de formação em jornalismo e já trabalhei em grandes empresas nacionais em diferentes setores da comunicação como: rádio, assessoria de imprensa, agência de publicidade e já fui Editor chefe de várias mídias como: jornal de bairro, revista voltada a construção, a telecomunicações, concessões rodoviárias, logística e atualmente na hotelaria.

Comments

Avatar
jose joaquim da cunha santana

Lembro que Maceió – Alagoas tem empreendimentos em fase de comercialização com muito sucesso de vendas, entre eles o Riacho Doce Multipropriedade, localizado em uma das melhores parias urbanas de Maceió, Riacho Doce.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA