HOME Matérias Aconteceu Mesa redonda finaliza palestras da 8ª edição do Fórum de Compras da...

Mesa redonda finaliza palestras da 8ª edição do Fórum de Compras da AccorHotels

71
0
SHARE
Da esquerda à direita da foto: Philippe Trapp, Mauro Rial, Patrick Mendes e Olivier Hick, executivos que participaram deste painel

A 8ª edição do Fórum de Formação em Compras da AccorHotels acontece hoje (13), no Novotel São Paulo Center Norte. Encerrando a primeira parte do evento, aconteceu uma mesa redonda de perguntas e respostas com Patrick Mendes, CEO; Olivier Hick, Vice-Presidente Executivo de Operações Midscale & Economy Brasil; Philippe Trapp, Vice-Presidente Executivo de Operações Luxo América do Sul e Mauro Rial, CFO América do Sul.

Mauro Rial, CFO da AccorHotels na América do Sul

Quais são as tendências tecnológicas da rede para melhorar a experiência do hóspede, foi a primeira pergunta feita por um visitante da plateia. Philippe Trapp explicou que a meta da AccorHotels é buscar, cada vez mais, a excelência em tecnologia, desde a qualidade da iluminação e fônica até os aromas das áreas comuns dos empreendimentos. “Um hotel que funciona em sua plena capacidade significa que, lá atrás, no início do projeto, todas as etapas foram bem-feitas”.

Patrick Mendes, CEO da AccorHotels na América do Sul

 

Patrick Mendes enfatizou que os básicos precisam ser excelentes. “O Wi-Fi, por exemplo, é a preferência de 85% por cento dos hóspedes ao fazer uma reserva. Não há mais espaço na hotelaria para falhas em coisas simples como um serviço de Wi-fi ruim ou um chuveiro cuja água não esquenta”, disse. Completando, Mauro Rial observou que o objetivo é usar recursos tecnológicos para melhorar a relação entre cliente e colaborador e tornar as relações mais pessoais, sendo a tecnologia uma forte aliada”. Olivier completou o discurso enfatizando que a simplicidade é o fundamento básico em tudo o que AccorHotels faz.

Olivier Hick, SVP da AccorHotels

Novas vagas de trabalho

Sobre expectativas para a geração de novos empregos, outro questionamento da plateia, Patrick citou alguns números. “Um hotel ibis de 100 quartos demanda basicamente 30 colaboradores. Já um Sofitel com 200 quartos requer 200 funcionários. Com o nosso objetivo de ter aproximadamente mais 30.000 quartos em breve, precisaremos basicamente de 15 mil novos colaboradores. O setor hoteleiro é um importante gerador de empregos para um país”, detalhou o CEO.

Philippe Trapp, SVP da AccorHotels

Trapp deu suas considerações finais, sobre o setor de A&B, explicando que a rede tem procurado trabalhar com uma grande variedade de alimentos, a fim de atender os diferentes públicos, seja de um ibis, de um Sofitel ou de um Grand Mercure. “Buscamos nos diferenciar para atender com excelência não só os hóspedes como também toda a comunidade ao redor do hotel”, finalizou.