Publicidade
FOHB

Mês de junho registrou bom desempenho da hotelaria paulista

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

Em junho, hotelaria paulista teve o melhor desempenho da série histórica de pesquisas da ABIH-SP, que completa dois anos

A 24ª edição da pesquisa da série exclusiva realizada pela ABIH-SP – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de São Paulo, traz o resumo do desempenho da Hotelaria Paulista no mês de Junho/22, acrescida de breve análise dos resultados e momento do mercado. Ao completar dois anos, a pesquisa retrata o melhor desempenho da série histórica nos três indicadores – ocupação, tarifa-média e RevPar. Confira a íntegra do relatório.

Publicidade
Soluções 1

 

Roberto Gracioso, Conselheiro Fiscal da entidade e desenvolvedor do projeto que mede o desempenho dos índices da hotelaria paulista, comemora os dois anos da sondagem mensal e o bom desempenho da hotelaria registrado em junho. No entanto, salienta que “os hotéis tem lucro, porém achatado pelo acúmulo de dividas e altas de insumos”.

Na prática, a margem de lucro da hotelaria permanece achatada. Cerca de 60% dos hotéis estão com despesas maior ou igual a 60% da receita. Gracioso enaltece a gestão da ABIH-SP, presidida por Ricardo Roman Jr. E acrescenta que “é muito gratificante contar com o apoio e incentivo do presidente e sua equipe, que apostam na mensuração de dados confiáveis sobre o setor hoteleiro”.

Publicidade
Tramontina

Em junho, as MRTs com foco corporativo alavancaram a alta dos indicadores da hotelaria. Já as MRTs de lazer, especialmente as de litoral, tiveram um desempenho bem abaixo, por conta do período de inverno.

Desempenho

As MRTs de lazer com bons indicadores foram a Vale do Paraíba – Serras, alavancada pelo início da temporada de inverno de Campos do Jordão. E a Circuito das Águas, por conta das férias de julho. A Hotelaria segue em processo de recuperação de seus índices.

Indicadores iniciais com base nas respostas

O retorno dos hotéis de 14 MRTs do Estado alcançou 87,50% do total de MRTs. A representatividade em 568 municípios atinge 88,06% do total do Estado. As 104 875 Uhs referentes aos municípios que responderam à pesquisa constituem 57,89% do total de Uh do Estado. Já o total de respostas de 123 hotéis representa 3,79% dos hotéis do Estado. E as 15.001 Unidades Habitacionais correspondem a 14,31% do total respondido.

Três dos principais indicadores do mês de junho de 2022

Em junho, hotelaria paulista teve melhor resultado da série histórica

Indicadores da hotelaria paulista mostram o melhor desempenho da série de pesquisas da ABIH-SP – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de São Paulo

Taxa de ocupação

A taxa de ocupação no Estado de São Paulo, em junho/22, ficou em 60,06%. E o acumulado do ano chega a 54,05%. A variação em relação a maio/22 foi de 4,74%. Em relação a junho/19, – 4,47%. Já em relação a junho/20 saltou 579,41%. E a junho/21 foi de 77,43%.

Diária média

A diária média no Estado de São Paulo, em junho/22, foi de R$ 314,11. No acumulado do ano, o valor chega a R$ 287,29. A variação em relação a maio/22 representou +5,89%; a junho/19 foi de -1,25%. Em relação a junho/20. +19,96%. E a junho/21 registrou +40,08%.

RevPar

O RevPar de junho/22 foi de R$ 188,66, enquanto o acumulado do ano chegou a R$ 156,00. Variação em relação a maio/22 alcançou +10,92%; a junho/19: -55,66%; a junho/20: +715,06%; e a junho/21 atingiu +148,56%.

Publicidade
Clima ao Vivo

A pesquisa da hotelaria paulista também apontou em junho/22, a relação funcionários/Uhs, o percentual de 0,45%. Ou seja: variação de +7,15% em relação a maio/22; e de 25% em relação ao início da série. Para ter acesso ao conteúdo completo, clique aqui.

Publicidade
Pratica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA