Publicidade
Retomada do turismo

Lixo gerado pelo Beto Carrero World tem destino ecologicamente correto

O Beto Carrero World, localizado na cidade de Penha, em Santa Catarina, implantou o PGRS – Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos no primeiro semestre do ano, visando reduzir, reutilizar e reciclar o lixo. Através do projeto todos os resíduos gerados pelo Parque ganham uma destinação ecologicamente correta, seguindo as normas ambientais. O cuidado com o meio ambiente é feito principalmente pelo reaproveitamento de materiais através da reciclagem.

Segundo as diretrizes do programa, a responsabilidade de separar os resíduos é de todos, desde o funcionário até o visitante. Desde então, tornou-se comum ver duas lixeiras no empreendimento, uma laranja, para resíduo reciclável e outra cinza, destinada ao resíduo não reciclável, como por exemplo, os orgânicos. Além das cores das lixeiras, também são utilizados cores diferentes de sacos de lixo. Desta forma quando os resíduos chegam aos bastidores, já se sabe o tipo de resíduos e a forma/local de armazenamento.

Mas é nos bastidores que a diferença é perceptível. Os resíduos produzidos através dos processos operacionais das oficinas são segregados e armazenados pelos funcionários em contentores com cores específicas, conforme a Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e posteriormente enviados para a Central de Triagem.

Publicidade
RAP Engenharia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA