Publicidade
Leceres

Investimento no setor hoteleiro brasileiro

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

A estabilidade econômica e as ótimas perspectivas de crescimento do País, assim como os preparativos para a Copa 2014 e a Olimpíada 2016, estimulam os investimentos no segmento por todo o Brasil. De olho nesta movimentação, empreendedores do setor adquirem hotéis prontos e constroem novos empreendimentos na rede hoteleira de negócios, eventos e lazer, com destaque para os hotéis econômicos, de convenções, luxo e os resorts, em conceitos e projetos de vanguarda.
No painel da Convenção SECOVI 2010, que entre os dias 18 a 22 de setembro na sede da entidade em São Paulo, será apresentado um panorama destes setores pelo País e, em seguida os depoimentos dos diretores de algumas das principais redes hoteleiras nacionais e internacionais, com o objetivo de mostrar um retrato real do setor no Brasil e as oportunidades de desenvolvimento.
Os Hotéis Econômicos são o principal produto a ser implantado em centenas de cidades brasileiras. Há um grande mercado a ser explorado, sobretudo, em municípios médios e pequenos com atividades econômicas fortes e estáveis, como parques industriais de alta tecnologia ou têxteis, agroindústrias, pecuária, energia, mineração, petróleo, parques empresariais, entre outros.
Por outro lado, há espaço, igualmente, para os Hotéis de Luxo. As maiores capitais brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, dentre outras, comportam a implantação dessa categoria de empreendimento, hotéis com mais de 300 apartamentos e projetos diferenciados. Vários fundos de investimentos e grandes redes hoteleiras estudam esses mercados e identificam terrenos para implantar até duas unidades por destino.
Segmento em forte expansão, tanto para os projetos urbanos como os localizados próximos dos grandes centros produtivos, os Hotéis-Convenção também aparecem no topo das demandas. O setor de eventos vem crescendo de forma acelerada nos últimos anos e somente os dois maiores estados brasileiros – São Paulo e Rio de Janeiro – sediam por ano centenas de milhares de eventos, consolidando-se entre os maiores promotores de eventos do mundo.
Já os Resorts, são sempre importantes a partir do aquecimento do turismo interno do País. O aumento do potencial econômico do brasileiro, a consagração do modelo resort & imobiliário-turístico e os nossos magníficos destinos de litoral, campo e serra indicam um futuro promissor para o turismo de lazer e seu principal protagonista: o resort. 
É bom lembrar que, mais importante ainda do que os dois eventos citados anteriormente, a Expo Universal 2020, grande acontecimento que tem duração de seis meses e garante maior visibilidade ao Brasil – o mundo inteiro marca presença, poderá ter sua sede em São Paulo.  Mais um bom motivo para investir no setor!

Publicidade
APP da Revista Hoteis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA