HOME Matérias IHG alcança ritmo de crescimento mais forte em um trimestre nos últimos...

IHG alcança ritmo de crescimento mais forte em um trimestre nos últimos dez anos

62
0
SHARE
O número de quartos cresceu 5,1% em um ano, totalizando 826 mil apartamentos (5.518 hotéis) - Foto: Pexels - Pixabay

A IHG – Intercontinental Hotels Group , uma das mais tradicionais redes hoteleiras do mundo, apresenta resultados preliminares do terceiro trimestre de 2018. Entre os destaques, o crescimento de 5,1% a.a. do portfólio de hotéis, aumento de 4,6% excluindo Regent Hotels & Resorts e acordo assinado recentemente no Reino Unido. Além disso, celebram 27 mil apartamentos assinados e 19 mil apartamentos abertos (acima de 70% de um ano ao outro), ritmo de crescimento mais forte em um trimestre nos últimos dez anos.

Outros dados:

– O RevPar Global comparado ao terceiro trimestre subiu 1,0%, e o RevPar do terceiro trimestre acumulado do ano, subiu 2,7%;

– A Implantação do GRS, IHG Concerto está praticamente finalizada;

– 150 contratos assinados da marca avid hotels, em franco desenvolvimento nos EUA e no México. A primeira propriedade já foi aberta nos EUA e na semana passada a marca foi lançada na Alemanha com a assinatura para desenvolvimento de 15 hotéis;

– Primeiro contrato firmado da Regent Hotels & Resorts desde a aquisição;

– 500 milhões de dólares em pagamentos de dividendos especiais aos acionistas.

Keith Barr, Chief Executive Officer do Intercontinental Hotels Group PLC, disse: “Alcançamos um ótimo desempenho no terceiro trimestre. Nosso foco na estratégia de crescimento rendeu fortes resultados em número de quartos, elevando o tamanho do nosso portfólio para 5,1%, nosso melhor desempenho em assinaturas e aberturas em uma década. O RevPAR global cresceu 1,0%, com desempenho nos Estados Unidos impactados com a grande demanda do ano anterior causada pelos furacões de 2017. Continuamos progredindo em relação à série de novas iniciativas estratégicas que apresentamos em fevereiro. A expansão internacional de Kimpton Hotels & Restaurants está acelerando, com presença garantida em 14 países. Voco está em vias de conquistar mais de 15 contratos até o final do ano, bem acima de nossas expectativas iniciais. Ainda nesta semana anunciamos a primeira assinatura para nossa recente e relançada marca Regent Hotels & Resorts. Nosso primeiro avid hotel já está aberto e a demanda de proprietários seguem forte, 150 hotéis assinados nas Américas e o recente lançamento da marca na Europa”, detalhou.

O lançamento do IHG Concerto, inovador Guest Reservation System – sistema de reservas -, está basicamente concluído, com mais de 95% de carteira global operando com o novo sistema. Os hotéis restantes devem migrar nas próximas semanas. Como reflexo desta implementação de iniciativas estratégicas e em linha com a estratégia de devolver o efetivo excedente aos acionistas, anunciam um dividendo especial de 500 milhões de dólares com consolidação de ações, a ser pago no início de 2019.

Desempenho RevPar no terceiro trimestre

Américas

O RevPAR se manteve estável no terceiro trimestre e acima de 2,0% no ano em comparação ao terceiro trimestre. Nos Estados Unidos, as tarifas subiram 1,1% e a ocupação caiu 1,2%, impulsionada por uma queda de ocupação de um dígito nos mercados que se beneficiaram da demanda que ocorreu devido a furacões que aconteceram no início do terceiro trimestre de 2017. Como resultado, o RevPAR dos Estados Unidos caiu 0,5% no terceiro trimestre de 2018, mas 1,5% acima até o terceiro trimestre deste ano, em linha com o desempenho do segmento médio-superior da indústria. Em outras regiões, o Canadá subiu 2,4%, beneficiando-se da força contínua nos mercados urbanos, enquanto a América Latina e o Caribe registraram alta de 6,5%, com forte demanda na Colômbia e no Brasil. No México, o RevPAR subiu 5,4% ajudado pelo comparativo do mesmo período do ano anterior onde houve o terremoto na área da Cidade do México.

Europa, Oriente Médio, Ásia e África

RevPAR subiu 2,5% no terceiro trimestre, 2,7% a.a. no acumulado do terceiro trimestre. O RevPar da Europa Continental subiu 4,3%, com destaque para o crescimento de 9,8% na França, refletindo a recuperação contínua do mercado, a Alemanha também apresentou um crescimento de 2,4% devido ao calendário de eventos comercias mais favoráveis. A Rússia registrou crescimento de dois dígitos por conta da Copa do Mundo da FIFA. No Reino Unido, o RevPAR subiu 1,1% (Londres subiu 3,6%, as províncias caíram 0,4%), com forte demanda em Londres de hóspedes em viagem de lazer, as bienais com mostras ao ar livre compensaram a ocupação menor nas províncias. Em outros lugares houve uma queda de um dígito no RevPAR, como no Oriente Médio e na Austrália, ambos os mercados foram impactados por uma nova oferta de hotéis. O Japão cresceu 2,5% se beneficiando do crescimento das tarifas nas principais cidades.

Grande China

RevPAR cresceu 4,8% no terceiro trimestre, acumulando 8,2% até terceiro trimestre deste ano. O crescimento na China Continental foi de 4,5%, impulsionado pela demanda contínua de viajantes individuais e corporativas, mas foi inferior aos níveis da primeira metade do ano e em relação ao terceiro trimestre de 2017. Houve um crescimento de um dígito no RevPAR nas cidades de nível um e dois e uma ligeira diminuição nas cidades de nível três e quatro, principalmente devido às novas ofertas de hotéis em Sanya e condições comerciais mais difíceis em Changbaishan; excluindo esses lugares, as cidades de nível três e quatro também registraram crescimento de RevPAR de um dígito. Hong Kong RAE subiu 5,2% e RAE de Macau aumentou 3,8%, ambos impulsionados por ganhos nas tarifas.

Atualização sobre iniciativas estratégicas

O número de quartos cresceu 5,1% em um ano, totalizando 826 mil apartamentos (5.518 hotéis). Excluindo a aquisição da Regent Hotels & Resorts e o acordo assinado para conversão do portfólio da Principal Hotels no Reino Unido, o crescimento foi de 4,6%.

19 mil quartos foram abertos no trimestre, um aumento de 70% em relação ao ano anterior, este foi o nosso melhor desempenho em um terceiro trimestre em dez anos. Isso inclui os quartos referentes à aquisição da Regent Hotels & Resorts (dois mil apartamentos) e o acordo assinado de conversão do portfólio de hotéis da Principal Hotels no Reino Unido (1,7 mil quartos, ainda faltando 500 a serem adicionados), concluído no trimestre. O portfólio na Grande China continua a se expandir com um crescimento médio líquido de 17% ano após ano.

27 mil novos quartos com contratos assinados, sendo o melhor trimestre em número de quartos assinados desde 2008, com a perspectiva da Grande China ter seu melhor desempenho anual em 2018. A carteira de projetos em desenvolvimento (pipeline) atual é de 267 mil apartamentos.

Categoria média

avid hotels: abriu a primeira propriedade da marca na cidade de Oklahoma, sendo mais 25 contratos assinados (2,4 mil apartamentos) no terceiro trimestre, levando ao total de 150 hotéis em desenvolvimento nas Américas. Na semana passada, anunciaram o lançamento da marca na Europa, assinando um multi contrato de desenvolvimento com um único proprietário para desenvolver e abrir 15 hotéis na Alemanha nos próximos cinco anos, o primeiro já em 2020.

Categoria Média Superior

voco: perspectiva que a primeira propriedade será na Austrália ainda este ano; tendo seis assinaturas até o momento, além de mais quatro propriedades que foram convertidas como parte do acordo firmado para conversão do portfólio da Principal Hotels do Reino Unido. A rede está no caminho para conquistar mais de quinze contratos para a marca até o final do ano, superando as expectativas iniciais.

Luxo

Regent Hotels & Resorts: aquisição de 51% concluída em julho, adicionando seis propriedades ao portfólio e dois em carteira de hotéis em desenvolvimento. Um relançamento da marca foi anunciado nesta semana juntamente com a primeira assinatura desde a aquisição, Regent Kuala Lumpur, com vários outros locais em negociação.

Kimpton Hotels & Restaurants: a expansão internacional continua em ritmo acelerado, com a abertura do Kimpton Fitzroy em Londres nas próximas semanas e novas assinaturas no terceiro trimestre, incluindo projetos em Bangkok, Barcelona e Tóquio, levando a presença global da marca a 14 países.

Melhorar a geração de receita

A implementação do GRS e IHG Concerto está basicamente finalizada, antes do prazo e dentro do orçamento. 95% dos hotéis migraram com sucesso para a plataforma, com os hotéis restantes programados para migrar nas próximas semanas.

Retornos superiores para acionistas e proprietários

500 milhões de dólares serão pagos aos acionistas por meio de um dividendo especial através da consolidação de ações a ser pago no primeiro trimestre de 2019, ainda sujeito à aprovação dos acionistas. Isso significa que o retorno para os acionistas de parte da IHG desde 2003 é de 13,5 bilhões de dólares.

“Continuamos em linha para conquistar em 2020, 125 milhões de dólares em economia anual de acordo com o nosso plano de reorganização, incluindo o System Fund para reinvestir e impulsionar o crescimento. Para obter uma economia excepcional, o custo efetivo permanece inalterado em 200 milhões de dólares; 48 milhões dólares no primeiro semestre de 2018 (31 milhões de dólares em 2017), com previsão de 70 milhões de dólares no segundo semestre de 18 e o restante em 2019”, explicou Barr, completando que a posição financeira do grupo permanece robusta, com um compromisso contínuo com um balanço eficiente e uma classificação de crédito de investimento.