HOME Matérias Especial Hotelaria aposta em eventos para aumentar rentabilidade

Hotelaria aposta em eventos para aumentar rentabilidade

4999
0
SHARE

Com o aquecimento do setor de eventos no Brasil, os hotéis investem em modernização e ampliação para se posicionarem de maneira ainda mais competitiva neste segmento que irá movimentar R$ 9,6 bilhões neste ano somente na cidade de São Paulo

 

Segundo pesquisa “O impacto Econômico dos eventos”, encomendada pelo Instituto Alatur, em parceria com o capítulo brasileiro da MPI – Meeting Professionals International, mostra que o número de eventos realizados pelas empresas no Brasil em 2011 cresceu 43%. O índice superou o resultado alcançado em 2010, quando a expansão foi de 41% em relação ao ano anterior. O estudo aponta ainda que, no período, foram gastos, em média, R$ 2,4 milhões por empresa. De acordo com o ranking divulgado anualmente pela ICCA – International Congress and Convention Association, o Brasil ocupa a 8ª posição entre os países que mais sediam eventos internacionais.
Para se ter uma ideia do crescimento deste mercado de eventos no Brasil, somente em São Paulo, considerada a capital latinoamericana do turismo de negócios, houve aproximadamente 1.971 eventos realizados em 2011, uma média de mais de cinco por dia, de acordo com informações do SPCVB – São Paulo Convention & Visitors Bureau, através do site www.visitesaopaulo.com, onde são cadastrados os eventos da capital paulistana. Os segmentos com maior demanda foram medicina e saúde (25,3%); direito e economia (15,5%); e cultura e educação (6,9%).

 

Outro dado surpreendente deste mercado de eventos que vive um momento de “ebulição” é que nos dois primeiros meses deste ano a capital paulista já registra 769 eventos, segundo dados do SPCVB. O índice é 23,4% superior ao do mesmo período do ano passado, quando foram computados 623. “Com este início de ano promissor, apostamos em um crescimento de pelo menos 10% no número de eventos este ano”, destaca o Diretor superintendente do SPCVB, Toni Sando.

 

De acordo com dados da SPTuris — Empresa municipal de turismo, a receita deixada por esse público de negócios pode chegar a R$ 9,6 bilhões neste ano. “Essa movimentação gera novos investimentos em infraestrutura e atrações, o que amplia também o tempo de permanência do visitante e o interesse em retornar em outra ocasião à cidade”, considera Sando.

 

Para o Presidente da ABEOC/SP Associação Brasileira das Empresas de Eventos – São Paulo, Osvaldo Barbosa, a expectativa de crescimento do setor de eventos em São Paulo é em torno de 20%. “Para fazer o setor crescer ainda mais em São Paulo, vamos trabalhar em conjunto com a ABEOC Nacional para fortalecer as empresas de eventos. Queremos melhorar a gestão das empresas promovendo cursos de capacitação e oferecer assessoria jurídica. Criaremos um calendário regular de cursos e treinamentos voltado aos gestores das empresas de eventos, profissionais da área e fornecedores do setor. A captação de recursos também é meta prioritária para fortalecer a entidade e oferecer cada vez mais benefícios aos associados”, ressalta Barbosa. 

Setor aquecido
Segundo ele, o grande trabalho realizado pelos Convention & Visitors Bureau, apoiado pelos empresários do segmento para trazer eventos para o País e para as suas regiões de atuação foram os grandes responsáveis pela impulsão do setor. “O crescimento econômico também tem uma influencia muito importante para o setor de eventos, uma vez que mobiliza empresas e investidores do mundo todo interessados em fazer negócios no País. Vale lembrar que o mercado está aquecido pela iminência dos grandes eventos esportivos que se realizarão em nosso País nos próximos anos, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016”, pontuou Barbosa.

 

Outro segmento que tem impulsionado muito o setor de eventos no país na visão de Barbosa é a hotelaria que tem uma importância fundamental no que envolve a cadeia logística do evento. “Os hotéis são muito importantes para as empresas que realizam eventos, é o nosso suporte na logística. A falta destes espaços (centros de convenções nos hotéis) ou de hospedagem podem inviabilizar projetos corporativos e científicos. Por isso, trabalhar pelo fortalecimento desse segmento também é crucial para o avanço da cadeia produtiva de eventos. Os hotéis precisam também estar preparados e  adequando a sua equipe e infraestrutura, para atender esta demanda crescente”, conclui Barbosa.

 

Como a mostra deste mercado de eventos corporativos tem crescido estrondosamente nos últimos anos nos hotéis, e que devido a isto passaram a investir em construir, retrofitar e ampliar os centro de convenções, o SPCVB e o SPTuris lançaram no mês de março deste ano o novo site MICE São Paulo (Meetings, Incentives, Conventions and Exhibitions), uma ferramenta de busca que reúne uma lista de mais de 200 espaços para eventos, que inclui hotéis. A iniciativa visa atrair novos eventos para a capital paulista e facilitar a procura das empresas por locais para realizar convenções, feiras, congressos, apresentações e até reuniões de trabalho. O site realiza busca de espaços voltada para as necessidades de operadoras e agências de viagens especializadas, empresas organizadoras de eventos e executivos responsáveis pelos departamentos de viagens e incentivo nas empresas, além de profissionais que trabalham com organização de eventos.

 

O site reúne no endereço www.cidadedesaopaulo.com/mice a seleção por locais ideais e compatíveis com as necessidades de diferentes eventos, sejam eles de qualquer tamanho, tipo, público ou segmento. A busca pode ser feita pelo nome ou pelo tipo de espaço, dividido em quatro categorias: Pavilhão de Exposições; Centro de Convenções e Auditórios; Espaço para Eventos em Hotéis; e Espaços Diferenciados. Além disso, é possível aos interessados realizar uma busca com filtro por região da cidade, formato pretendido para o evento ou capacidade de pessoas.

 

Segundo o Presidente da SPTuris, Marcelo Rehder, a ideia é trazer mais eventos de negócios para São Paulo, já que os turistas que vêm à cidade com esse intuito representam 75% do total, somando as motivações negócios e eventos. Os espaços para eventos em hotéis fazem parte de uma das categorias existentes no site. “Em 2011, houve recorde na taxa de ocupação hoteleira de quase 70% e o site surge para organizar e dar suporte a todos que trabalham para deixar São Paulo uma cidade mais transparente”, finaliza Rehder.

 

Para elaborar outras ações de incentivo a esse setor, o Observatório do Turismo também passou a realizar mapeamentos da oferta de turismo de negócios e infraestrutura em São Paulo. O mais recente foi o inédito estudo de “Espaços de Eventos em Hotéis”, realizado no final de 2011.
Entre outras informações, o levantamento apurou que as salas destinadas a eventos nos meios de hospedagem da capital paulista totalizam mais de 86 mil m² e estão distribuídos pelas regiões da cidade da seguinte forma: Sul (63,5%), Centro (19,8%), Oeste (9,4%), Norte (6,2%) e Leste (1%). O valor do metro quadrado é, em média, de R$ 31,01.

Gestão profissional
Com o crescimento do mercado de eventos corporativos no Brasil, os hotéis passaram a se especializar e oferecer uma estrutura completa, que vai desde a organização até o serviço de hospedagem corporativa. Aliado a uma gestão cada vez mais profissional e investimentos contínuos nesta infraestrutura de serviços, os hotéis têm visto seus espaços de eventos se transformarem em uma “arma poderosa” frente à concorrência. É o caso do Grand Hyatt São Paulo, localizado na zona sul da capital paulistana, que oferece uma ampla estrutura de salas que atendem os diversos perfis/porte de eventos, corporativos ou sociais, bem como, equipamentos de última geração para suporte técnico. “Estamos preparados para prover toda a infraestrutura de evento para nossos clientes e atender seus parceiros. E, nesse sentido, indispensável mesmo é a satisfação e a preferência dos clientes”, conta Ana Luiz Masagão, Diretora de Marketing e Vendas do Grand Hyatt São Paulo.

 

Ana reforça que a proposta do Grand Hyatt São Paulo é a de prover a melhor experiência de bem-estar em hospedagem e excelência em serviços. Isso faz parte da política de atuação do hotel no Brasil e no mundo. “Percebemos que atualmente, além de valores atrativos e infraestrutura adequada, as empresas também procuram comodidade ao realizarem seus eventos, afinal, o mercado busca por soluções cada vez mais completas de serviços de valor agregado. Assim, disponibilizamos aos nossos clientes, do pequeno ao grande porte, o que há de melhor seja em serviços distintos ou combinados”, afirma Ana.

 

Além da estrutura para a realização do evento em si, o setor de eventos corporativos tem influenciado nas receitas positivas do hotel. “O setor de eventos contribuiu para o crescimento significativo das operações do Grand Hyatt São Paulo no Brasil em 2011, período em que foi registrado um aumento de 25%. Consideram-se aí as ofertas de hospedagem, restaurantes, eventos, spa, entre outros. Por política corporativa não é possível detalhar a participação dos serviços no faturamento do hotel, porém, trata-se de uma oferta de significante rentabilidade. Quanto ao período de maior procura, muitas vezes acompanhamos a sazonalidade do setor, que geralmente tem uma queda no final e início de ano, porém nos meses de dezembro e janeiro realizamos muitos eventos sociais/corporativos e beneficentes”, explica Ana. 
Neste ano que completa 10 anos de atuação no Brasil, o Grand Hyatt São Paulo espera crescer ainda mais no setor de eventos corporativos. “Com a proximidade de grandes eventos esportivos como Copa do Mundo e Jogos Olímpicos, a procura tem aumentado consideravelmente. Uma das novidades é nossa nova parceria com a Eccaplan, empresa incubada no Cietec (Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia) para neutralizar os eventos que acontecem no hotel através da compra de crédito de carbono. Esta parceria começou em março deste ano com o objetivo de neutralizar toda a emissão de gás carbônico proveniente dos eventos feitos no Grand Hyatt São Paulo – montagem, uso e desmontagem da infraestrutura, através da compra de créditos de carbono de projetos socioambientais certificados. Para nós esta ação é muito importante, pois reforça o compromisso que temos com a comunidade local, o meio ambiente e com nossos clientes. Devido a este crescimento o grupo aposta em uma futura ampliação para atender à demanda do mercado aquecido no Brasil”, conclui Ana.

Eventos em meio a natureza
Realizar um evento numa área total de 1,2 milhão de m² com muito verde, ar puro, vistas a represa de Taiaçupeba é uma proposta diferenciada que o Paradise Golf & Lake Resort, localizado em Mogi das Cruzes, oferece a cerca de uma hora do agito da capital paulista. O empreendimento fecha uma média de 25 grandes eventos por mês, o que representa 70% da sua receita. Empresas dos ramos alimentício, automotivo, bancário e farmacêutico, na sua maioria de São Paulo (capital) e Grande São Paulo, utilizam o Resort como palco para realização dos seus eventos.

 

Com capacidade para atender até sete eventos ao mesmo tempo, dependendo do tamanho e formato, o empreendimento conta com um centro de convenções dotado com mais de 30 espaços, com ambientes personalizáveis e capacidade para até 2 mil pessoas. Sua ampla estrutura de convenções possui salões com divisórias moduláveis, espaços alternativos ao ar livre, amplos foyers e business center. Além disso, o resort oferece atividades diferenciadas para treinamentos corporativos, como clínicas de golfe e tênis, atividades esportivas, além de treinamentos diferenciados ao ar livre.

 

Outro diferencial para eventos é o restaurante localizado em um ponto estratégico onde se tem uma vista panorâmica da represa que serve bufê com culinária internacional, sendo uma ótima opção aos almoços de negócios. Além disso, o resort oferece também menu diferenciado para os eventos, como o “Volta ao Mundo”, com 10 cardápios de diversos países. Para aquela Happy Hour depois de uma reunião, pode-se ir ao Piano Bar, um lugar mais aconchegante e calmo, ou ao Snack Bar, para levar aquele bate-papo descontraído.

 

Para aliar eventos de negócios e bem-estar, o resort disponibiliza como opcional em seu pacote de eventos o SPA Homare – Aroma & Terapia, que oferece várias opções de massagem e terapias relaxantes, com um espaço diferenciado para participantes de eventos.

 

Segundo o Gerente geral do Paradise Golf & Lake Resort, Ângelo Donatti, um resort não sobrevive apenas de lazer ou de eventos corporativos, mas deve aliar os dois segmentos. “Por isso, o Paradise busca sempre surpreender seus hóspedes, fazendo com que os feriados e férias sejam temáticos e se reinventando a cada evento realizado, de acordo com as necessidades do cliente”, afirma Donatti.

Demanda no Centro-oeste
Fora do eixo Rio-São Paulo, o Brasil também dá exemplos que têm sustentado a demanda deste segmento. O Castro’s Park Hotel, o único empreendimento de luxo de Goiânia (GO), na região Centro Oeste do País, tem apostado fortemente neste mercado de eventos corporativos. “O turismo de negócios na capital goiana cresceu muito, especialmente a partir de 1994, com a inauguração do Centro de Convenções de Goiânia. Nós já tínhamos um Centro de Convenções, mas a partir de 1999 começamos a investir ainda mais e construímos outras quatro salas. O retorno do investimento foi imediato, já que o turismo de Goiânia gira em torno do turismo de negócios. Quanto ao Marketing, é investido cerca de 30% desta verba para o trabalho neste segmento”, destaca o Gerente geral do Castro’s Park Hotel, Olavo de Castro Araújo.

 

O Centro de Convenções do Castro’s Park Hotel disponibiliza salas modulares, com estrutura para atender até 500 pessoas no formato auditório quando montado como salão único (Rio Tocantins). “Oferecemos uma estrutura com 11 salas de eventos, sendo seis delas no Centro de Convenções. Isso facilita muito a logística e o conforto do cliente. Os equipamentos básicos indispensáveis para um centro de convenções moderno são: mesa de som, microfone, projetor, televisão, vídeo, lap top. Possuímos parceria com uma das maiores empresas de equipamentos de Goiânia, a D&M Produções, com a qual terceirizamos os equipamentos dos eventos. A mesma oferece equipamentos de última tecnologia e colaboradores treinados. Oferecemos também serviço dealimentos e bebidas de grande qualidade e diversidade de sabores com validação de nutricionistas (coffee break, almoços, jantares, cocktail), além de poderem contar com nossa estrutura de apartamentos e suítes. Hoje temos inclusive uma sala com equipamentos básicos dentro do hotel, a fim de facilitar contratações de última hora. Internet Wi-fi de 100 MB, segurança, Gerente 24 horas e estacionamento com manobrista (pago). Os meses de maior procura por eventos são de abril a junho e de agosto a novembro”, completa Araújo.

 

Os eventos corporativos também têm influenciado positivamente no faturamento total do Castro’s Park Hotel, sendo responsável por cerca de 35%, que inclui locação de salas, A&B, locação de equipamentos em realização de eventos corporativos e sociais. “Nossa expectativa é de um crescimento na ordem de 10% em 2012. Em 2011 realizamos a troca do sistema de ar condicionado das áreas de eventos e ainda nesse semestre trocaremos os carpetes destes espaços. Também o grande retorno na área de eventos se deve ao fato de sermos o maior espaço para eventos em hotel em Goiânia. Nossos clientes nos procuram pela qualidade do atendimento, conquistado através dos treinamentos trimestrais em Excelência em Atendimento realizado pela Treinare Consultoria com a equipe de Eventos e Alimentos e Bebidas, que é reconhecida pela gastronomia internacional tanto em coquetéis quanto jantares. O Castro’s Park Hotel recentemente ganhou o Jacaré de Bronze no Prêmio Caio 2011 na categoria “Hotel com espaço para eventos de grande porte Centro Oeste/Norte”, como um dos melhores da região”, finaliza Araújo.

Vocação de eventos no Sul
Na região Sul do Brasil um tradicional hotel independente que também está fazendo bem a lição de casa é o Costão do Santinho Resort & Spa, em Florianópolis (SC). Somente no ano passado o segmento de eventos chegou a marca de 50% do faturamento do resort em 2011, o que representou um aumento na participação em relação ao ano anterior, quando essa margem representou 40% deste faturamento. Em 2012 o resort pretende investir muito na área de eventos, e atingir um crescimento de 60%. “O Costão do Santinho sempre investiu de maneira constante neste segmento, para aproveitar toda a infraestrutura que o resort reuniu ao longo dos últimos anos. Por estar em uma praia paradisíaca, num dos destinos mais cobiçados do País, o resort desenvolveu naturalmente sua vocação para receber eventos nacionais e internacionais”, avalia Rubens Régis, Diretor Comercial do Costão do Santinho Resort & Spa.

 

Além de sua privilegiada estrutura dedicada aos eventos, Régis garante que o sucesso do resort como referência na realização de eventos está na sua infraestrutura de entretenimento que oferece serviços personalizados aos participantes do evento, gastronomia diversificada e de padrão internacional, e acomodações que atende a necessidade deste público diferenciado. “O Costão do Santinho é hoje um dos maiores centros para eventos da hotelaria brasileira, e conta atualmente com diversos espaços para as mais diferentes ocasiões e necessidades. Destaque para o Espaço Tuguá, que, com 1.800 m2 e pé direito de 7,5 metros, comporta confortavelmente eventos com até 2.650 pessoas, no formato auditório. O Tuguá faz parte do CIE – Centro Internacional de Eventos do Costão do Santinho, um amplo complexo que conta ainda com os seguintes espaços: Pavilhão Cascaes, Salão Açores, Salão Tupi e Guarani, Salas Cruzeiro do Sul, Praça Açores, Praça Exposições, Salas de Apoio e Tenda das Piscinas. No total, o CIE Costão possui capacidade para receber até 6,6 mil pessoas, com todo o apoio técnico e logístico oferecidos pelo resort. Além dessas facilidades, a estrutura do resort oferece uma equipe especializada e infraestrutura de TI com suporte técnico em todo o empreendimento. O Costão Hi-Tech está preparado para atender a todas as necessidades tecnológicas dos eventos promovidos no resort”, acrescenta Régis.

 

Para continuar neste embalo de forte crescimento, Régis adianta que entre as novidades para 2012, está a oferta de novos serviços específicos que virão agregar valor ao “produto” Costão do Santinho, como a possibilidade de os promotores realizarem noites temáticas, formatadas de acordo com o objetivo do evento (incentivo, premiações, apresentação de metas), e a produção completa de eventos para pequenas e médias empresas que desejarem realizar seus eventos no resort.  

Evento axé
Outro tradicional empreendimento hoteleiro que também aposta em eventos para aumentar as receitas é o Tivoli Ecoresort Praia do Forte, localizado na Praia do Forte, em Mata de São João na Bahia. O empreendimento é reconhecido como uma das melhores opções de lazer em resorts do Brasil, está apostando alto para ser também uma das melhores referências em eventos e atrair o público corporativo. Para isto, conta com duas modernas salas de eventos, a Casa da Torre e a Garcia D´Avila, que juntas possuem capacidade para receber confortavelmente 575 pessoas, e que podem ser transformadas também em cinco salas versáteis. “A receita com eventos cresceu muito nos três últimos anos e ainda temos um enorme potencial para crescer. O público corporativo representa hoje 20% de nossa taxa de ocupação e receita. Recebemos eventos de diversas partes do Brasil e do mundo e queremos ampliar cada vez mais o foco neste segmento, mas  não vamos deixar de lado nosso principal cliente que é o de lazer. Para tanto estamos reforçando a equipe a focar mercados promissores na captação de novos eventos, como a Argentina e Europa (Itália, Alemanha, Espanha e França)”, assegura Cristian Bernardi, o Diretor de Vendas e Marketing da Tivoli Hotels & Resorts no Brasil.

 

Dando início a esta expansão no segmento de eventos corporativos o Tivoli Ecoresort Praia do Forte lançou em fevereiro deste ano uma promoção com tarifas agressivas, que oferece hospedagem com acompanhante no valor de R$ 698,00 que inclui café da manhã, almoço e jantar. “Como oferecemos somente meia pensão, ou seja, o almoço não está incluso, estamos abrindo esta exceção neste pacote promocional que é válido para os meses de maio, junho, agosto e setembro para grupos que reservarem acima de 15 apartamentos e com estada mínima de dois dias. Vamos oferecer um comissionamento de 10% sobre o valor da diária e temos certeza que esta promoção será um grande sucesso e vai alavancar em muito nossas vendas e participação no mercado corporativo”, garante Bernardi.

 

Segundo ele, habitualmente os eventos acontecem no período de baixa temporada para que isto não interfira no conforto e bem estar dos clientes de lazer. “Os grupos de eventos são conceituados, num pequeno número de participantes que ainda podem contar com uma infraestrutura específica, incluindo restaurante”, conclui Bernardi.

 

Outros fatores que despontam como diferenciais no Tivoli Ecoresort Praia do Forte no mercado de eventos corporativos, aponta Bernardi é o único ecoresort a conseguir receber eventos corporativos que oferece um cenário emblemático baseado na atmosfera tropical, disponibiliza uma seleção de mais de 100 pratos da gastronomia brasileira, proporcionando uma experiência única de sabores tanto para clientes brasileiros e estrangeiros. “Oferecemos também uma lista de experiências que podem ser incluídas no pacote que fechamos com os organizadores do evento, como massagens de relaxamentos em nosso Spa, visita ao Projeto Tamar, festas de confraternização, reservar o restaurante À Sombra do Coqueiral para os participantes do evento, ou happy hour no Bubble Bar Chandon que fica na beira da praia oferecendo um dos mais lindos pôr do sol da Bahia. Também disponibilizamos a suíte presidencial do ecoresort que possui 220 m² e comporta de 20 a 25 pessoas, para pequenos eventos, como reuniões privativas de diretores de grandes corporações e lançamentos de produtos”, ressalta Bernardi.

 

Além das qualidades tangíveis, as duas salas de eventos do Tivoli Ecoresort Praia do Forte, que possui um pé direito alto, apresenta uma infraestrutura que possibilita realizar diversos tipos de eventos, e instalar equipamentos de alta tecnologia e performance. “Nossos espaços de eventos tem uma ótima acústica, proporcionado pela instalação de carpetes, luminárias em LED que traz uma iluminação de ótima qualidade e que é de baixo consumo de energia, e locamos equipamentos de áudio e vídeo de acordo com a necessidade e know-how do cliente”, pontua Bernardi.

 

Para Bernardi a expectativa de crescimento do segmento de eventos corporativos no Tivoli Ecoresort Praia do Forte, é entre 15 e 20%. “Temos certeza que esta promoção será um grande sucesso e atrelado a nossa infraestrutura diferenciada vai alavancar em muito nossas vendas e participação no mercado corporativo”, conclui Bernardi.

Evento numa ilha
Atento também ao grande potencial desse mercado de eventos corporativos, o resort de luxo Tansamérica Ilha de Comandatuba, na Bahia, está construindo um novo Centro de Convenções com investimento inicial de R$ 25 milhões, e inauguração prevista para o mês de outubro deste ano. Com alta tecnologia e arquitetura moderna, o novo espaço com pé direito de 8 metros oferecerá um salão principal com 1.700m² podendo ser dividido em quatro salões com divisórias importadas, além de um foyer com 1.144m², com 14 salas de apoio. “Neste espaço poderemos realizar desde Workshops, Seminários, Convenções de vendas, Fóruns, Congressos e Shows. Já estão confirmados alguns eventos neste novo centro e outros em negociação”, afirma Vania Dezordi, Gerente de eventos do Transamérica Ilha de Comandatuba.

 

Segundo ela a ideia de construir um novo centro de convenções surgiu a partir de um sonho antigo do grupo, devido a grande procura por eventos corporativos no resort. “O setor de eventos do resort cresceu 100% em 2011 comparando com o volume realizado no ano de 2010. Dentro dos resultados gerais do hotel, este incremento em eventos representou um share de 50%, bem como a área de lazer também 50%”, pontua Vânia.

 

Entre as estratégias para fomentar ainda mais este setor no Transamérica Ilha de Comandatuba, Vânia aponta que a equipe comercial de eventos está muito focada neste mercado, com várias táticas implementadas no Planejamento Estratégico, como prospectar clientes potenciais ´´chaves´´ que ainda não fazem eventos pela necessidade de um Centro de Eventos mais moderno, e reconquistar aqueles que já fizeram eventos no passado e que foram para a concorrência. “Para trazer este cliente da concorrência realizamos uma importante ação conhecida como ´´Business Travel´´onde elaboramos um evento com programação de três dias em Comandatuba, convidando os nossos 12 principais clientes potenciais, de preferência com evento previsto já em cotação com o hotel”, garante Vânia.

 

Além da nova estrutura para a realização de eventos, o Transamérica Ilha de Comandatuba, oferece como diferenciais para o mercado a sua integração com a natureza, aeroporto privativo para receber voos fretados, gastronomia de alto padrão e serviços personalizados aos participantes, como festas nas piscinas centrais, na praia náutica e até um luau na praia. “Com todos esses diferenciais aliados ao novo Centro de Convenções o nosso objetivo para 2012 é manter o mesmo crescimento, levando em consideração que com a inauguração prevista para outubro de 2012, a performance com este novo espaço não será tão representativa. A expectativa para 2013 é dobrar o resultado com esta grande novidade, e isto é o que o mercado vem comentando, ou seja, os nossos clientes”, finaliza Vânia. 

 

Outro empreendimento hoteleiro no Nordeste do Brasil que acaba de concluir um moderno centro de convenções e focar nas oportunidades de eventos no Ceará é o resort Dom Pedro Laguna, localizado a 35 km de Fortaleza (CE). O novo Centro de Convenções de 415 m², conta com um salão máster com capacidade para 400 pessoas em auditório, com pé direito de cinco metros. No espaço é possível fazer eventos, como convenções, jantares de gala, congressos, eventos de moda, festas de casamento e eventos relacionados com o golf.

 

Investir e se preparar para realizar eventos não é foco somente de grandes hotéis, pois até mesmo os pequenos meios de hospedagens já perceberam este potencial nicho de mercado para engordar suas receitas. Atraindo eventos, automaticamente aumentam a sua taxa de ocupação, mas para isto a palavra de ordem, é apresentar serviços mais exclusivos e proporcionar novas experiências aos clientes. Um bom exemplo é a Pousada do Quilombo, localizada em São Bento do Sapucaí, a apenas 170 km de São Paulo, que possui um espaço de eventos com 144 m² de área, com capacidade para atender até 140 pessoas no formato auditório, e com pé direito de 3,90m, sem nenhuma coluna, a área externa é ideal para montagem de coffe breaks e recepção. As salas são equipadas com datashow, telão, mesas e cadeiras estofadas, internet wi-fi, cozinha exclusiva, sala de apoio, banheiros masculino, feminino e para deficientes. Além de salas equipadas e equipe muito bem treinada, ainda conta com uma série de atividades que podem deixar mais interessante os eventos e confraternizações de empresas.

 

A sócia da pousada, Helena von Simson, afirma que atualmente, quando uma empresa pesquisa um lugar para fazer um evento querem muito mais do que boa estrutura de hospedagem, de salas de reuniões e equipamentos. “Buscam também tirar a equipe da rotina, por meio de opções de lazer e contato com a natureza. Além disso, as opções de spa e serviços de estética e beleza dão um toque de glamour aos eventos”, conclui Helena.

 

Se você estivesse nos seguindo pelo twitter teria recebido esta informação em tempo real. Venha nos seguir, acesse www.twitter.com/revistahoteis ou então pelo Facebook acessando nossa página através do link http://migre.me/4G5ac . Conheça também nossa página no Flickr acessando o link http://migre.me/4DT8x e no Tribt http://tribt.net/profile/revistahoteis

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image