Publicidade
Leceres

Hotéis paulistanos da Accor deverão ter ocupação máxima para o GP Brasil de Formula 1

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 1 minuto

Mesmo com o campeonato mundial de Formula 1 decidido a favor do alemão Sebastian Vettel e com alguns ingressos ainda sobrando, isto não afeta a taxa de ocupação na hotelaria paulistana, pelo contrário, haverá um ligeiro aumento. A média de ocupação dos hotéis paulistanos para este período do ano é de 68%, mas a expectativa da rede Accor, baseada na crescente procura de reservas em suas unidades, é que a ocupação no treino oficial (dia 26/11) seja de 87% e de 86% para o dia da corrida (27/11). No ano passado o GP Brasil teve uma taxa de ocupação no dia 4 de novembro (treinos oficiais) em 81% e de 85% em 5 de novembro (dia da corrida).

A Accor trabalha com a expectativa de que os hotéis Mercure Itaim Bibi, Mercure Berrini, Mercure Pinheiros, Mercure Times Square, Novotel Morumbi e os hotéis da Av. Paulista vão fechar com 100% de taxa de ocupação, enquanto que o Novotel Jaraguá deve bater 98% de taxa de ocupação.

Segundo pesquisa da SP Turis, o GP Brasil é o evento que mais movimenta a cidade economicamente durante o ano: em 2010, foram arrecadados R$ 250 milhões com turistas em em 2009 o valor chegou a R$ 238 milhões. Cada espectador gastou no ano passado em média R$ 1.779,42.

Se você estivesse nos seguindo pelo twitter teria recebido esta informação em tempo real. Venha nos seguir, acesse www.twitter.com/revistahoteis ou então pelo Facebook acessando nossa página através do link http://migre.me/4G5ac . Conheça também nossa página no Flickr acessando o link http://migre.me/4DT8x e no Tribt http://tribt.net/profile/revistahoteis

Publicidade
Soluções RH

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA