HOME Matérias Aconteceu Henrique Meirelles recebeu propostas do empresariado do turismo

Henrique Meirelles recebeu propostas do empresariado do turismo

O documento elaborado por 25 entidades do setor, aponta caminhos para alavancar a indústria do turismo

183
0
SHARE
Da esquerda a direita da foto, Alexandre Sampaio (Cetur/CNC), Henrique Meirelles, Orlando de Souza (FOHB) e Eraldo Alves (Cetur/CNC Credito da foto -Ludmilla Marchionni

O empresariado do turismo se encontrou hoje na capital paulista com o candidato à Presidência da República, Henrique Meirelles (MDB), para entregar propostas que visam transformar o potencial turístico brasileiro em realidade. Meirelles foi o sexto candidato a receber o documento Turismo: +desenvolvimento +emprego +sustentabilidade.  Já receberam o documento: Jair Bolsonaro (PSL), em 3 de agosto; Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB), no dia 2 de agosto, no Rio de Janeiro; e em 31 de julho o encontro aconteceu com os candidatos Álvaro Dias (Podemos), em Curitiba; e Guilherme Boulos (PSOL), também no Rio de Janeiro.

Para Meirelles, não se pode negar a importância do turismo brasileiro, que se destaca pelos atrativos naturais e culturais e ambientes diversificados, que vão desde cidades históricas até o Pantanal e a Amazônia. “Tudo isso representa uma oportunidade muito grande de investimento, além de retorno para o País, para a indústria, e, finalmente, para gerar empregos”, afirmou Meirelles.

O trade foi representado no encontro pelo presidente do Cetur/CNC, Alexandre Sampaio (CNC); pelo presidente do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), Orlando de Souza; e o secretário executivo do Cetur/CNC, Eraldo Alves da Cruz. O Documento é assinado por 25 entidades e associações empresariais do turismo, reunidas no CETUR –  Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da Confederação Nacional do CNC – Comércio de Bens, Serviços e Turismo, elaboraram as sugestões ao poder público para impulsionar o crescimento do setor. “Precisamos de estratégias urgentes não só para incentivar, mas para possibilitar o mercado do turismo. Essa é a hora de deixarmos claro para o futuro presidente o que a indústria de turismo precisa para crescer”, afirmou Manoel Cardoso Linhares, presidente da ABIH Nacional – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis.

Esse documento foi elaborado por 25 entidades ligadas ao trade

O documento aponta caminhos para alavancar a indústria do turismo como vetor da retomada do crescimento econômico e da geração de empregos por meio de cinco pilares de ação: infraestrutura, promoção, gestão e monitoramento, segurança jurídica e competitividade.  “Reunimos em um texto com linguagem objetiva e prática as principais reivindicações do setor empresarial do turismo brasileiro. Ele está sendo entregue a todos os presidenciáveis porque queremos reafirmar a importância que o turismo pode ter no desenvolvimento do Brasil, colaborando efetivamente com a economia brasileira”, destacou Alexandre Sampaio.

Da esquerda a direita da foto, Edson Gradia assessor do Alvaro Dias Fatuch , o Senador Álvaro Dias , Paulo Nauiack presidente em exercício da Fecomercio e Jaco Melh – Foto – Divulgação

O que dizem os candidatos

O candidato à Presidência Álvaro Dias agradeceu a pauta e afirmou que, se eleito, vai estabelecer uma comunicação permanente com entidades representativas como as que compõem o Cetur/CNC.

Guilherme Boulos recebendo o documento – Foto – Divulgação

Para Guilherme Boulos, o turismo deve ter tratamento diferenciado por conta das possibilidades de crescimento que pode gerar ao País, e destacou a necessidade de melhorar a malha aérea regional.

Da esquerda a direita da foto, Eraldo Cruz (Cetur/CNC), deputado Otávio Leite (PSDB) mostrando o documento, Alexandre Sampaio (Cetur/CNC e FNHRBS), Geraldo Alckmin, Manoel Linhares (ABIH Nacional) e Márcio Santiago (Brasil CVB). – Crédito da foto -Carolina Braga

Geraldo Alckmin afirmou o compromisso com o setor que, por sua capilaridade, redistribui renda no País. “O turismo significa emprego, que é o que o Brasil mais precisa hoje, além de ser um setor estratégico que traz desenvolvimento de forma sustentável”, ressaltou.

Da esquerda a direita da foto, Eraldo Cruz (Cetur/CNC), Márcio Santiago (Brasil CVB)., Alexandre Sampaio (Cetur/CNC e FBHA), o Presidencial Jair Bolsonaro, Manoel Cardoso Linhares (ABIH Nacional), Flávio Bolsonaro e Carlos Maggiolo assessor jurídico do candidato – Foto – Divulgação

Enquanto Jair Bolsonaro enfatizou a necessidade de investimento em segurança para que o turismo tenha maior participação no Produto Interno Bruto (PIB). “Enquanto não tiver segurança, não teremos infraestrutura porque ninguém vai investir em algo que não vai dar retorno depois”, defendeu Bolsonaro.

 

O candidato Ciro Gomes recebendo o documento de vários representantes do trades – Foto – Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image