HOME Matérias Foz do Iguaçu (PR) deve sediar 600 eventos e receber cerca de...

Foz do Iguaçu (PR) deve sediar 600 eventos e receber cerca de 300 mil pessoas em 2019

Atividades movimentarão setor hoteleiro, restaurantes, atrativos e outros segmentos da economia local

65
0
SHARE
Gilmar Piolla, Secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos - Foto: Christian Rizzi

A cidade de Foz do Iguaçu, destino turístico conhecido principalmente pelas Cataratas do Iguaçu, deve sediar 600 eventos com alvarás em 2019. A estimativa é do Secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla. No ano passado, segundo levantamento de técnicos da Secretaria, foram realizados 400 eventos nacionais e internacionais na cidade.

Com uma nova legislação em vigor, modificada em 2018 para simplificar os procedimentos de obtenção de alvará, a expectativa é que novas feiras, congressos e palestras sejam realizados neste ano, trazendo cerca de 300 mil pessoas à cidade. “Foz do Iguaçu é um dos melhores destinos de eventos do Brasil e a simplificação do alvará vai tornar a cidade ainda mais competitiva nesse segmento. Além do novo decreto de eventos, assinado pelo prefeito Chico Brasileiro, com apoio de empresários da hotelaria e entidades, entre elas Sindhoteis, Comtur e Visit Iguassu, também vamos intensificar a participação em feiras do setor apresentando a infraestrutura do destino para organizadores e promotores do Brasil e exterior”, afirma Piolla.

Simplificação

A mudança mais significativa na legislação para este ano foi a isenção do alvará para eventos de todos os portes realizados nos espaços licenciados pela Fazenda Municipal e que possuírem código CNAE para atividades de eventos.

Os eventos de pequeno porte, até 400 pessoas também passaram por alteração. Agora, independente do local de realização, estão dispensados da apresentação de documentação e isentos da taxa de alvará, mediante dispensa da vistoria do Código de Posturas. Basta preencher o Comunicado de Realização de Evento de Pequeno Porte e enviar por email para a Secretaria de Turismo.

Se o evento tiver que recolher ISSQN, a Secretaria da Fazenda emitirá boleto para o pagamento do imposto devido.

Conectividade aérea

Outro fator que contribuirá para o aumento do número de eventos, segundo Piolla, é a ampliação da oferta de voos para as principais cidades brasileiras. “Com a repaginação do terminal de passageiros do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, e a ampliação da pista de pouso e decolagem, vamos melhorar a conectividade e permitir o incremento não só do turismo de eventos, mas também o de lazer, compras e ecoaventura”, finaliza ele.