Publicidade
FOHB

Florianópolis sedia Convenção de Turismo LGBT

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

Entre os dias 12 e 14 de abril, a cidade de Florianópolis (SC) receberá mais de 400 agentes de turismo e empresários do setor para a ‘29ª Convenção Global da IGLTA – International Gay and Lesbian Tourism Association. O evento anual da maior organização de turismo LGBT do mundo será realizado pela primeira vez na América do Sul e terá como público alvo operadores e agente de viagens, hotéis, companhias aéreas, entre outros atores da cadeia produtiva do turismo.

São esperados participantes de todas as partes do globo para três dias de programação interna e externa. O evento tem apoio do Mtur – Ministério do Turismo, por meio da Embratur, do governo do Estado de Santa Catarina, da Secretaria Municipal de Turismo, do Florianópolis Convention and Visitors Bureau, da Santur (Santa Catarina Turismo) e da Abrat-GLS – Associação Brasileira de Turismo para Gays, Lésbicas e Simpatizantes. O tema do encontro é “Floripa 2012: Diversidade Natural!“.

De acordo com a Gerente de projetos do DEAOT – Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico do Ministério do Turismo, Priscila Grintzos, o objetivo de eventos como esse é ampliar as oportunidades para o segmento no Brasil, por meio de relacionamentos e negócios: “Basicamente, o encontro pretende mostrar o incrível crescimento do mercado desse segmento, principalmente da América do Sul, fornecendo informações para que os profissionais de turismo possam expandir os seus negócios a nível mundial”, completa a executiva.

Priscila acrescenta que os eventos internacionais, como a ‘Convenção IGLTA’, trazem contribuições importantes para os destinos que os recebem. “Uma delas é a presença dos participantes nacionais e internacionais pelo período médio de uma semana, consumindo os serviços locais. Eles também atuarão como multiplicadores, ao incluir o destino em seus catálogos e recomendá-lo para amigos e familiares”, afirma a administradora.

As notícias positivas sobre o destino, motivadas pelos participantes e pela mídia, também são uma contribuição fundamental. De acordo com estudo de impactos econômicos desenvolvidos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), durante 37 eventos internacionais, os participantes desse tipo de encontro gastam, em média, US$ 285 dólares. “Somado ao gasto dos participantes nacionais, temos um valor significativo que gera renda para hotéis e restaurantes, além de envolver também os transportes e outros serviços turísticos. A contratação de mão de obra também é importante para os trabalhadores e prestadores de serviços da cidade”, finaliza a gerenciadora.

 

Se você estivesse nos seguindo pelo twitter teria recebido esta informação em tempo real. Venha nos seguir, acesse www.twitter.com/revistahoteis ou então pelo Facebook acessando nossa página através do link http://migre.me/4G5ac . Conheça também nossa página no Flickr acessando o link http://migre.me/4DT8x e no Tribt http://tribt.net/profile/revistahoteis

Publicidade
Pratica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA