Publicidade
Leceres

Estudo revela elevado risco de se construir novos hotéis em algumas cidades sedes da Copa de 2014

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 3 minutos

Foi apresentado agora a pouco a 3a Edição do Placar da Hotelaria 2015, um estudo realizado pela empresa de consultoria Hotel Invest em parceria com o FOHB – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil e o apoio do Senac São Paulo. A apresentação aconteceu no hotel Maksoud Plaza, na capital paulista, durante a 53a Edição do CONOTEL – Congresso Nacional de Hotéis que se encerra hoje.  Este estudo auxilia empresários e investidores a identificar locais onde não se deve estimular a construção de hotéis e mapeia segmentos de hospedagem nas categorias econômica, midscale (três estrelas) e upscale (quatro estrelas). De acordo com Roberto Rotter, Presidente do FOHB, o objetivo deste estudo é que seja uma reflexão do setor ao investir no segmento hoteleiro. “Novos hotéis sempre serão bem vindos se forem rentáveis e lucrativos pós copa. Por isto, vamos continuar a apoiar estudos como este para que possamos balizar o setor com números confiáveis. O investidor tem de estar consciente de que o cenário que ele vai viver se investir no segmento hoteleiro. Queremos hotéis, estamos cientes das responsabilidades e queremos dividir com os investidores”, destacou Rotter que mencionou que poderá também estender a parceria com o FOHB também para a ABIH Nacional para ter uma abrangência dados ainda maior.

De acordo com esta 3a edição, alguns segmentos de cinco cidades sedes (Manaus, Salvador, Brasília, Cuiabá e Belo Horizonte) apresentam alto risco de superoferta de quartos após a Copa do Mundo de 2014 e devem ser observados com cautela. “Procuramos fazer projeções as mais realistas possíveis, mas o cenário para se construir novos hotéis nestas cidades não são nada favoráveis. Belo Horizonte, por exemplo, teve uma taxa de  ocupação média projetada no estudo anterior de 73% até 2015, mas neste novo estudo a taxa ficou em apenas 52%, ou seja, caiu de forma substancial e em principio não é recomendável investir nesta praça”, aconselhou Diogo Canteras, Diretor dsa Hotel Invest.

Segundo ele, na metodologia foram feitos ajustes qualitativo, pois muitos projetos lançados não são concretizados e com base no ano de 2010 fez-se as projeções. Posteriormente é projetada a demanda levando em consideração a elasticidade demanda hospedagem X PIB nacional, topo sazonal de ocupação e migração de demanda entre segmentos. “Esta 3a edição apurou um cenário menos otimistas em relação a 2010 em função de que o PIB não deve crescer na mesma proporção de 5% nos próximos 10 anos. Hoje trabalhamos com projeção do Boletim Focus do Banco Central de que o PIB deve crescer entre 3,3% a 3,5% neste ano e 3,65 a 3,7% no próximo ano. Isto é um ajuste em razão do cenário econômico mundial, mas posteriormente o PIB deverá voltar a crescer a 5%. Outro aspecto é que em alguns mercados houve uma demanda de muitos hotéis entrando em operação. Está previsto sete mil hotéis nos próximos anos o que representa cerca de 20 mil unidades habitacionais. Isto é em razão de estímulos que algumas prefeituras estão concedendo, como Belo Horizonte”, revelou Canteras.

Segundo ele, no estudo anterior apenas Salvador e Manaus entraram na área de risco de investimentos hoteleiros, agora nesta nova pesquisa, Belo Horizonte, Cuiabá e Brasília entraram com perspectiva de risco, mas este estudo traz notícias boas, como a da cidade de Curitiba. “Ela já se recuperou da saturação ocorrida em razão do elevado número de investimentos hoteleiros feitos no início dos anos 2000, assim como Fortaleza. Natal, Porto Alegre e Recife inspiram cuidados, mas a cidade do Rio de Janeiro e São Paulo são ótimos locais para se construir hotéis, pois a demanda por hospedagem é crescente e o número de novos hotéis previstos é insuficiente para equilibrar a lei da oferta e procura”, concluiu Canteras.

 

Se você estivesse nos seguindo pelo twitter teria recebido esta informação em tempo real. Venha nos seguir, acesse www.twitter.com/revistahoteis ou então pelo Facebook acessando nossa página através do link http://migre.me/4G5ac . Conheça também nossa página no Flickr acessando o link http://migre.me/4DT8x e no Tribt http://tribt.net/profile/revistahoteis

Publicidade
Harus 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA