HOME Matérias Aconteceu Espaço Motel Design consolida a participação do segmento na Equipotel

Espaço Motel Design consolida a participação do segmento na Equipotel

39
0
SHARE
Leonardo Dib, da ABMotéis e Grupo Lush e Debora Ambrosio, da Idea Prima Arquitetura (Foto: Hugo Okada)

O Motel Design, uma das áreas de experiência da 57ª Equipotel, principal evento dedicado à indústria da hospitalidade da América Latina, mais uma vez mostra a força do segmento e o surgimento de novas tendências dentro deste mercado que, segundo Leonardo Dib, Diretor da ABMotéis – Associação Brasileira de Motéis, entidade parceira da Equipotel na realização do espaço, cresceu cerca de 5% desde a última edição do evento e deve crescer ainda cerca de 10% em faturamento até o final de 2019.

Ocupando uma das maiores áreas do evento (277m²), o Motel Design contou com a participação de importantes empresas parceiras do segmento além de uma suíte conceito, criada pelas arquitetas Débora Ambrosio e Patricia Fochi, da Idea Prima Arquitetura, inspirada no centenário da escola ícone de arquitetura e design Bauhaus Wiemar.

Leonardo Dib explica: “O projeto deste ano (7ª participação) é primeiramente importante para nós da ABMotéis porque entendemos que temos de estar na Equipotel porque ela simboliza o segmento de hospitalidade. Queremos mostrar que os motéis estão resignificando conceitos, estão se reinventando e são parte do segmento de hospitalidade, como os hostels, os resorts e outros meios de hospedagem. Nossa intenção é conectar os empresários do setor e oferecer educação, palestras em uma arena de conhecimento com temas de interesse como governança, arquitetura, marketing, branding e sobre como será o motel do futuro, para um consumidor engajado, conectado e que transformou a relação de consumo no mundo. Também destacamos a suíte concebida por Débora Ambrosio e Patrícia Fochi, da Idea Prima, cuja grande ideia é mostrar a tendência de oferecimento de conforto, design e conexão com o casal. Uma pesquisa mostra que o público dos motéis em sua maioria são casais de relacionamento estável, que usam o motel para entretenimento e lazer. Dessa forma, elas trouxeram um espaço conceitual e cujo simbolismo é forte, afinal a Bauhaus quebrou paradigmas na sua época”.

Crescimento

Hoje são cerca de cinco mil empreendimentos no País, e Dib enfatiza: “Somos o grande empregador de mão de obra feminina. Atualmente, 80% dos colaboradores são mulheres. Estamos com uma expectativa muito grande de melhora na economia, com as reformas que vem por aí. Motéis que se atualizam crescem, e os que não se adaptam ao novo consumidor estão ficando para trás e passando por dificuldades. O segredo é a reinvenção”.

Débora Ambrosio ressalta: “Este é o nosso quarto ano de participação na criação deste espaço, inserindo novidades em um espaço modernizado para este setor. A primeira coisa a se fazer para transformar o setor é trazer novos conceitos, transformando espaços e mostrando novidades da arquitetura dentro deste setor. A Bauhaus transformou a ideia da arquitetura do mundo e nos inspiramos no minimalismo e nas telas do Mondrian, que foi um dos pintores que mais influenciou a Bauhaus”.

Outros números

O setor de motelaria movimenta cerca de R$ 4 bilhões ao ano, gera 250 mil empregos diretos, ultrapassando 300 mil empregos indiretos, hospedam 100 milhões de pessoas por ano. Os motéis que se reinventam e passam por retrofits tendem a crescer cerca de 10% ao ano, sendo que em 2022 a previsão é de que o mercado moteleiro movimentará R$ 10 bilhões anualmente.

Veja fotos da suíte conceito.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image