Publicidade
Pikolin

Entrevista com Juan Pablo De Vera o CEO da Reed Exhibitions Alcantara Machado

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 9 minutos

A Reed Exhibitions é reconhecida como a maior empresa mundial no mercado de Feiras, com atuação em 39 países do mundo e em seu portfólio possui 470 feiras de negócios, atendendo 44 setores da economia. Em 2011 as feiras promovidas pela Reed Exhibitions recebeu 6 milhões de visitantes compradores. Em 2007 a empresa fez uma joint venture e adquiriu a Alcantara Machado Feiras de Negócios, a maior organizadora de eventos da América Latina, se consolidou ainda mais no mercado e passou a focar outros nichos de mercado.

 

No início deste ano adquiriu a feira Equipotel para atender a necessidade crescente de investimentos em hotelaria, gastronomia e, fundamentalmente, na geração de mão de obra para o setor. Em razão de realizar a feira francesa EquipHotel e o amplo know internacional, a Reed Exhibitions pretende ainda no final deste ano consolidar as operações da feira Equipotel. Com isto, implantar sua marca nos processos e serviços aumentando o volume de participantes e negócios, assim como a satisfação dos clientes. E quem comanda esta operação no Brasil é Juan Pablo De Vera e você confere a seguir nesta entrevista exclusiva os seus planos e estratégias de crescimento da empresa para o Brasil nos próximos anos.

 

Revista Hotéis —  Como se deu a sua entrada na Reed Exhibitions? Foi uma oportunidade profissional que surgiu em sua carreira ou uma vocação seguida?
Juan Pablo De Vera — Foi um convite da Reed Exhibitions, em 1995, quando a empresa estava preparando sua chegada na Argentina. Foi uma mistura que eu gosto de chamar de “provocação” profissional. Tive a oportunidade de aprofundar meus conhecimentos comerciais e de marketing no setor de eventos de negócios, na maior empresa promotora de Feiras do mundo.

 

Revista Hotéis —  Quais os cargos que passou antes de chegar ao comando da empresa no Brasil?
Juan Pablo De Vera — Naquela oportunidade fiz parte da equipe comercial das feiras realizadas no país e, alguns anos, depois assumi a gerência de alguns eventos. Em 1999 comecei a participar na gestão de alguns eventos no Brasil, assistindo a equipe da Reed Exhibitions Brasil, que começou suas atividades em 1997 em São Paulo e no Rio de Janeiro.  

 

Revista Hotéis —  Como a Reed Exhibitions está posicionada hoje no mundo? Quantas feiras e eventos realiza, número de empregos gerados e faturamento?
Juan Pablo De Vera — A Reed Exhibitions tem sua sede em Richmond – Inglaterra (UK) e reconhecida como a maior empresa mundial no mercado de Feiras. Hoje a empresa está presente em 39 países, possui em seu portfólio 470 feiras de negócios, atendendo 44 setores da economia. Em 2011 recebemos em nossos eventos 6 milhões de visitantes compradores, e contamos com 3 mil funcionários distribuídos em 33 escritórios no mundo. Nossa empresa tem como filosofia criar contatos, conteúdos e comunidades com o poder de transformar os negócios de nossos clientes.  

 

Revista Hotéis —  O que significou para a Reed Exhibitions a joint venture criada em 2007 com a Alcântara Machado? Os objetivos desta aliança já foram alcançados?
Juan Pablo De Vera – A joint venture entre a Alcantara Machado Feiras de Negócios e a Reed Exhibitons uniu a maior promotora do mundo com a maior organizadora de eventos da América Latina. Isso sem dúvidas consolidou nossas raízes no Brasil e trouxe uma nova dinâmica nos investimentos da companhia neste mercado. A experiência de 50 anos da Alcantara Machado e o conhecimento de seus  colaboradores foram de fundamental importância para o crescimento da Reed Exhibitions no País. Nossos objetivos estão sendo plenamente alcançados, com metas de crescimento em várias frentes e em outras indústrias onde a empresa ainda não estava presente. O mercado brasileiro e o povo em geral possuem características próprias que somente após a aquisição da Alcantara Machado pudemos absorver e implementar dentro da filosofia de nossa empresa, que é valorizar o capital humano de cada mercado onde a Reed Exhibitions possui escritórios.  

 

Revista Hotéis —  Quais foram as feiras e eventos que incorporaram no Brasil depois da criação desta joint venture e como estão os planos para a introdução de novos eventos de negócios no País? Existe algum nicho de mercado que a Reed Exhibitions está pretendendo entrar no Brasil?
Juan Pablo De Vera — Depois da joint venture em 2007 da Alcantara Machado, adquirimos a MG Media Group, em 2009, e com ela dois grandes eventos: Brasil Offshore e Salão de Duas Rodas. Já em 2011 adquirimos a Multiplus Feiras e Eventos, com sede em Ribeirão Preto e feiras focadas no setor sucroenergetico, moveleiro e industrial. Neste mesmo ano, incorporamos também ao nosso portfólio a Santos Offshore, que é realizada na cidade de Santos-SP. Em 2012, para ser mais preciso, em fevereiro deste ano, adquirimos a Equipotel, evento que em setembro comemora 50 anos e irá realizar em 2013 a terceira edição da Equipotel Nordeste, que tem sido um grande sucesso e vem crescendo a cada ano. Nossa visão é crescer em nichos onde o mercado e indústria necessitem de eventos que fomentem a geração de negócios, criando, além disso, processos e produtos de relacionamento.

 

Revista Hotéis —   O que representa o Brasil na estratégia de crescimento da Reed Exhibitions? Qual o volume de negócios que gera, número de feiras realizadas e quais são os segmentos?
Juan Pablo De Vera — A estratégia é entender o mercado e oferecer eventos, produtos e serviços que agreguem valor as indústrias e vão de encontro com os interesses de nossos clientes. Na prática, é agregar valor, tornar a experiência cada vez mais agradável e colocar frente a frente quem quer vender de quem quer comprar, aliando a isso uma série de palestras, workshops, fóruns e congressos, reforçando a necessidade de criar novos relacionamentos e ampliar os conhecimentos sobre os vários setores de uma determinada área, produto ou segmento. Faturamos no Brasil em 2011, R$ 1,6 milhões e recebemos 2,5 milhões de empresários e compradores que puderam realizar negócios com mais de 14 mil empresas expositoras de 34 setores diferentes da economia. A concentração maior de eventos da Reed Exhibitions Alcantara Machado está baseada em São Paulo. Temos em nosso portfólio 60 feiras de negócios que são realizadas em 9 cidades do País. Além de São Paulo, possuímos escritórios em Ribeirão Preto e recentemente abrimos uma filial em Recife, para concentrar nossas ações no Nordeste. 

 

Revista Hotéis —  Alguns especialistas do setor criticam o número excessivo de feiras que acontecem no Brasil e os custos para uma empresa estar participando. Algumas empresas estão transferindo os recursos antes destinados a feiras para marketing de relacionamento com seus clientes. Como você analisa esta situação? Isto pode ser uma tendência do setor? É realmente caro os custos para uma empresa participar de uma feira no Brasil? A crise econômica pode evoluir este quadro?
Juan Pablo De Vera — A relação custos benefício em uma feira de negócios é extremamente benéfica se comparado o número de empresários, técnicos e compradores que terão a oportunidade de conhecer fisicamente sua marca ou avaliar seu produto. Imagine os investimentos que uma empresa deve realizar para conseguir o mesmo contingente de pessoas e quanto tempo ela iria gastar nesta operação. O que notamos é que muitas vezes as empresas não se preparam adequadamente para participar de uma feira de negócios. Valorizar seu produto, treinar bem sua equipe de vendas e aperfeiçoar o atendimento durante o evento são dicas fundamentais para a participação positiva das empresas em feiras de todos os segmentos. As feiras de negócios são ferramentas de marketing fundamentais em qualquer momento econômico, mas em momentos de crise devemos ter mais atenção em nossos investimentos e focar em eventos que sejam mais adequados ao nosso mercado, em busca do melhor resultado.

 

Revista Hotéis —  A falta de locais e equipamentos para se montar grandes feiras e eventos no Brasil, principalmente na cidade de São Paulo, preocupa de alguma maneira os planos de crescimento da Reed Exhibitions? Como você analisa esta situação?
Juan Pablo De Vera — Nosso anseio é podermos contar com aparelhos que possam oferecer os melhores serviços aos nossos clientes. O turista de negócios, em média, é o que mais retorno traz para uma cidade em termos do que ele gera de receita durante a realização de um evento. Seja em contratação de serviços, transporte, alimentação e impostos. O Brasil é visto hoje como mercado estratégico para várias empresas internacionais. A necessidade de equipamentos e serviços que tragam mais conforto, segurança e uma experiência ainda mais agradável aos participantes, sejam eles empresas expositoras ou visitantes compradores, com certeza renderá ainda mais investimentos ao País.  Quando analisamos outras cidades que estão dentro do calendário mundial de feiras, elas se preparam para receber o turista de negócios proporcionando a ele toda uma base de infraestrutura, para que ele deixe aos cofres públicos uma boa participação ocupando hotéis, gerando empregos, contratando mão de obra e serviços.  De fato, devido ao seu crescimento e evolução, São Paulo carece hoje de mais equipamentos que atendam essas novas necessidades do mercado de eventos, já que uma facilidade em infraestrutura e logística torna a experiência do turista de negócios ainda mais agradável. Sabemos que a prefeitura da cidade de São Paulo tem um projeto de um novo centro de exposições e estamos no aguardo do início das obras.

 

Revista Hotéis —  O que levou a Reed Exhibitions adquirir a feira Equipotel e o que ela agrega em termos de valores?
Juan Pablo De Vera — A aquisição da Equipotel para nós foi essencial para entrarmos em um mercado que está em constante crescimento. A Equipotel tem história e credibilidade de 50 anos, o que nos possibilita conhecimento e uma absorção rápida das necessidades desta indústria.
Se olharmos ainda que em 2014 teremos a Copa do Mundo sendo realizada no País, na sequência, em 2016, as Olimpíadas no Rio de Janeiro, e somarmos a isso tudo as belezas naturais do Brasil e a necessidade crescente de investimentos em hotelaria, gastronomia e, fundamentalmente, na geração de mão de obra para o setor, isso por si só comprova que fizemos o investimento certo, na hora certa.  Como a Reed Exhibitions possui ações na bolsa de valores de Londres e Nova York, nossos negócios são contratualmente sigilosos.

 

Revista Hotéis —  A Reed Exhibitions já detém a marca francesa EquipHotel. Como vocês pretendem utilizar esta experiência internacional para alavancar a feira Equipotel?
Juan Pablo De Vera — Sem dúvidas este será um grande ganho para nossa Equipotel no Brasil. A experiência internacional nos irá ajudar para consolidar o foco em serviços para que nossos clientes compradores e expositores encontrem cada vez mais qualidade e retorno de investimento, ao momento de nos prestigiar com sua presença em nossos eventos no Brasil.

 

Revista Hotéis —  A gestão da feira Equipotel já está totalmente integrada a Reed Exhibitions? O que muda com esta gestão? Quais são os planos e ações e o que os expositores podem esperar desta feira nos próximos anos?
Juan Pablo De Vera — A integração de processos e do plano estratégico para os três próximos anos já foram integrados. As equipes de trabalho começaram esse processo em Março de 2012 e temos previsão de consolidar as operações já no fim deste ano.
O principal foco será o de trazer novos setores e mais serviços. Os resultados da Equipotel nos últimos 50 anos já renderam excelentes negócios e vem alavancando cada vez mais a maturidade desse setor. Nossa missão será saber manter viva a marca registrada da Equipotel: qualidade de relacionamento e proximidade com nossos clientes.
Nos próximos anos estaremos implementando cada vez mais serviços e processo, e dessa forma, conseguimos não só aumentar o volume de participantes e negócios, mas também a qualidade de nosso serviço, assegurando a satisfação de nossos clientes. Temos perspectivas inigualáveis no setor de hospedagem e gastronomia no cenário econômico do Brasil para os próximos anos, e sem dúvidas devemos saber estar a altura deste momento junto aos protagonistas do setor.

 

______________________________________________________________________________________________
Informação em tempo real!

· Facebook, clique aqui e curta a nossa página
· Twitter, seja nosso seguidor! www.twitter.com/revistahoteis 

______________________________________________________________________________________________

Publicidade
Soluções RH

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA