HOME Matérias EMBRATUR recebeu homenagem solene na Câmara dos Deputados

EMBRATUR recebeu homenagem solene na Câmara dos Deputados

95
0
SHARE
Da esquerda a direita da foto, Heloisa Guimarães – Diretora Técnica do Sebrae/Nacional, o Presidente da Comissão de Turismo – Deputado Federal, Herculano Passos, Manoel Cardoso Linhares, Vice-presidete da ABIH Nacional e da FBHA, Vinicius Lummertz – Presidente da EMBRATUR e Dilson Jatahy Fonseca Junior - Presidente da ABIH Nacional - Crédito da foto - André Oliveira

Direto de Brasília (DF) – A Câmara dos Deputados promoveu hoje no plenário Ulysses Guimarães uma homenagem a EMBRATUR –  Instituto Brasileiro de Turismo pelos serviços prestados na promoção turística do Brasil no exterior. Esta ação proposta pelo Deputado Federal, Herculano Passos, Presidente da Comissão de Turismo da Câmara, faz parte das comemorações dos 50 anos da entidade que foi representada pelo seu Presidente, Vinícius Lummertz.

Vários deputados estiveram presentes, assim como representantes do trade como Manoel Cardoso Linhares – Presidente do Sindihotéis Ceará, Vice-presidente da FBHA e da ABIH Nacional que teve também seu Presidente Dilson Jatahy Fonseca Junior.

O Plenário Ulysses Guimarães recebeu um bom público - Foto - Divulgação
O Plenário Ulysses Guimarães recebeu um bom público – Foto – Divulgação

Criada inicialmente como empresa estatal, a Embratur tornou-se uma autarquia e, desde de 2003, é responsável exclusivamente pela promoção internacional do Brasil. “É ela quem abre as portas do Brasil para os estrangeiros, mas, infelizmente, ainda não tem um orçamento compatível com as necessidades do papel que exerce. Por isso, a Comissão de Turismo indicou, para o orçamento do ano que vem, uma emenda de R$ 400 milhões para a divulgação do Brasil no exterior”, destacou o Deputado federal Herculano Passos.

Nos últimos 13 anos, as receitas cambiais do turismo brasileiro cresceram 132% graças à atuação da Embratur. No entanto, conforme o presidente do Instituto, Vinicius Lummertz, o país ainda está muito aquém do seu potencial. “No oriente, países como a China e a Tailândia se transformaram em potências do turismo. O Japão recentemente duplicou sua meta de 20 milhões para 40 milhões de turistas internacionais. E mesmo a Austrália, com números parecidos com os nossos, fatura cinco vezes mais, se apoiando na cultura e nos parques naturais”.

A proposta de Lummertz para fazer frente a esse mercado competitivo é revisar o modelo institucional da entidade, modernizando-a e ganhando flexibilidade em parcerias com a iniciativa privada, estados e municípios. “Queremos alcançar, até 2022, 12 milhões de turistas e U$ 19 bilhões em receita cambial, patamar de crescimento inédito do setor no Brasil”, finalizou.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image