Publicidade
FOHB

Cruzeiristas estrangeiros deixaram R$ 150 milhões no comércio serviço dos municípios brasileiros

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 1 minuto

Dos mais de 792 mil hóspedes que embarcaram em viagens de navio na última temporada de Cruzeiros Marítimos, no Brasil, com início em outubro de 2010 e término em maio deste ano, 99.029 eram estrangeiros – número que representa 12,5% do total de cruzeiristas.
Juntamente com os tripulantes, os turistas estrangeiros foram responsáveis por 28% dos gastos nas cidades escala, tendo movimentado R$ 150 milhões com passeios turísticos, alimentos e bebidas, transporte, souvenir e presentes em geral nos municípios.
Os dados fazem parte de um levantamento feito pela  FGV – Fundação Getúlio Vargas a pedido da Abremar – Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos. Para Ricardo Amaral, Presidente da Associação, o resultado reflete o quanto “os cruzeiros marítimos beneficiam os destinos em diferentes aspectos, pois movimentam a economia, aumentam o fluxo de visitas nas cidades, geram empregos, estimulam a entrada de divisas e promovem o Brasil, também, no âmbito internacional, contribuindo com a entrada de turistas estrangeiros no país”.
Para a próxima temporada, a Associação estima que os transatlânticos tragam 134 mil turistas estrangeiros, o que representaria um aumento de 35%. De acordo com o Anuário Estatístico do Ministério do Turismo, o número de chegadas de turistas internacionais por via marítima teve um incremento acumulado de 182% no período de 2003 a 2010. No mesmo período, o crescimento do número de chegadas de turistas estrangeiros pelas diferentes vias de acesso, no Brasil, totalizou 23%.

Publicidade
Harus 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA