MercadoÚltimas Notícias

Criando uma boa experiência para hóspedes com pets

Os animais de estimação ocupam um papel cada vez mais similar ao de um integrante da família

O período de isolamento terminou, as pessoas voltaram a viajar e frequentar espaços de lazer e, sim, os pets se tornaram presença marcada em locais como hotéis e pousadas. Se antes era suficiente disponibilizar uma cama para gatos a ser posicionada no canto do quarto, agora as hospedagens precisam ir além para conquistar seus clientes.

Publicidade
Desbravador

[armário social]

Para alguns, pode parecer exagero querer aproximar a experiência de hospedagem dos donos para os animais, mas o fato é que isso se torna cada vez mais comum. Os animais de estimação ocupam um papel cada vez mais similar ao de um integrante da família, inclusive acompanhando os tutores em viagens ou momentos de lazer em hotéis.

Neste artigo, você entende melhor a relevância do setor pet para outras áreas, como hospedagem e turismo, e como elas podem se beneficiar ao desenvolver serviços para esse público. Afinal de contas, se os hóspedes optaram por não deixar o pet em um hotel específico para animais, é porque a presença deles ali faz a diferença.

Criando uma boa experiência para hóspedes com pets
A Meliá Hotels International possui um programa pet friendly global – Divulgação.
Publicidade
Tramontina

O potencial do mercado pet

Uma olhada com um pouco mais de atenção no seu bairro pode comprovar que o setor pet vem crescendo cada vez mais. Clínicas veterinárias, pet shops, creches e hotelaria são alguns dos estabelecimentos que aumentam de proporção ano após ano. Segundo dados recentes do IBGE, as residências brasileiras já possuem mais animais de estimação do que crianças.

Outro dado da ABINPET – Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação revela que existem mais de 145 milhões de pets no Brasil, fazendo com que o país seja o 3º mercado mais movimentado no mundo. Isso é reflexo de um novo comportamento das famílias em relação aos animais e também do próprio mercado.

Hotelaria repaginada: os pets como novos clientes e exigências cada vez maiores

Restaurantes, cafés, shoppings, escritórios e condomínios: todos os espaços que oferecem algum tipo de serviço de convivência para pessoas, hoje, precisa estar preparado para receber clientes com seus pets. Categorizados como pet friendly, esses espaços permitem que os tutores aproveitem a experiência sem deixar de lado seus animais.

Publicidade
Ameris

Ao reservar um quarto em um hotel ou pousada pet friendly, o hóspede espera poder desfrutar do tempo de lazer ao mesmo tempo que seu animal tenha conforto, segurança e serviços à disposição que beneficiem ambos. Cada local pode definir suas regras quanto à presença de pets, assim como montar um portfólio de serviços, mas alguns já podem ser considerados padrão.

Criando uma boa experiência para hóspedes com pets
O Hilton São Paulo Morumbi está sempre promovendo programação especial e exclusiva para os pets- Divulgação
Publicidade
Harus

Kits de boas-vindas

Tigelas de água fresca, coleira personalizada, toalhas e petiscos são alguns exemplos de itens que podem compor um kit de boas-vindas na hospedagem de pets. Além de receber o animal de forma mais amigável, os tutores criam uma primeira impressão mais afetuosa com o estabelecimento, melhorando sua experiência.

Áreas de lazer e cuidados

O animal estar viajando com os donos não significa que ele precisa ficar junto o tempo todo. Por isso, é importante que os hóspedes tenham áreas de lazer como parques gramados ou de areia, brinquedos e outros espaços seguros que permitam o animal ter momentos de diversão, com ou sem os donos.

Também é essencial garantir serviços como atendimento médico de emergência, espaços de descanso e outros cuidados, como creche. Isso permite que os tutores aproveitem momentos da viagem sabendo que o pet estará seguro e bem cuidado, sem contar que ele receberá assistência profissional em caso de algum imprevisto.

Publicidade
Carbono Free

Limpeza do ambiente

Um hotel ou pousada deve ser limpo e organizado por padrão, mas esse ponto merece ainda mais atenção na presença de animais. Isso porque eles soltam pelos naturalmente, carregam terra e poeira nas patas, e, por mais que sejam adestrados, podem urinar em locais errados como reação a um ambiente desconhecido.

Experiência deve ser pensada de forma profissional

O importante é entender que um hóspede em companhia de um pet deseja, além da recepção esperada na hotelaria convencional, que seu animal tenha suas necessidades garantidas. Conforto e prontidão são essenciais, mas devem ser agrupados em função das particularidades dos animais, dos donos e do espaço como um todo.

[/sociallocker]
Publicidade
Clima ao Vivo

Edgar J. Oliveira

Diretor editorial - Possui 31 anos de formação em jornalismo e já trabalhou em grandes empresas nacionais em diferentes setores da comunicação como: rádio, assessoria de imprensa, agência de publicidade e já foi Editor chefe de várias mídias como: jornal de bairro, revista voltada a construção, a telecomunicações, concessões rodoviárias, logística e atualmente na hotelaria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA