Publicidade
Retomada do turismo

Conheça os benefícios de se investir com uma rede hoteleira

Abrir um hotel pode ser uma atividade um pouco difícil, tendo em vista que o funcionamento de um estabelecimento hoteleiro é bastante complexo e envolve um investimento grande. Isso decorre do fato de que um hotel funciona com um planejamento bastante especializado, algo que exige cuidados no momento de investir em uma rede de hotelaria.

Contudo, apesar do custo inicial alto para se tornar um franqueado, os lucros podem ser exorbitantes. Assim, essas franquias são consideradas umas das mais rentáveis dentro do mercado.

Nesse sentido, o texto abaixo irá abordar mais sobre o universo das redes de hotelaria, explorando como o investimento nessas franquias pode ser feito e quais as suas vantagens.

Publicidade
Harus

Os benefícios de participar de uma rede de hotelaria

Ser investidor de uma rede de hotelaria pode ser algo bastante vantajoso, capaz de oferecer três vantagens principais:

1- É possível abrir hotéis em qualquer lugar

Isso se explica pelo fato de que existe a possibilidade de se abrir uma franquia de hotel em qualquer parte do mundo, já que, independente de onde estiver, dificilmente uma região, país ou cidade não receberão nenhum turista.

Mesmo no Brasil, ainda existem muitos viajantes que se hospedam em locais tanto para turismo quanto para viagens de negócios. Portanto, existe sempre um mercado disponível para interessados em abrir uma franquia de hotel, ela só precisa ser capaz de atrair os turistas.

2- Datas especiais aumentam os lucros

Existem muitos hotéis espalhados pelo mundo que são voltados à hospedagem de épocas, momentos e datas especiais durante um ano. Isso decorre do fato de que essas atrações costumam atrair um número considerável, como é o caso de shows, eventos esportivos, réveillon, férias escolares, feriados (à exemplo do carnaval no Brasil), entre outros momentos.

Todavia, isso não quer dizer que durante o resto do ano essas franquias de hotéis ficam em prejuízos. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o mercado de hotéis é conhecido por não ter sazonalidade. Isso quer dizer que existem hóspedes durante todo o ano, a diferença é que em certas épocas o número pode aumentar.

Procurar um profissional para orientar a elaboração de um contrato de administração hoteleira é imprescindível – Crédito da foto – rawpixel-PIXABAY

3- Auxílio na gestão financeira e operacional da franquia

Uma característica que vale a pena ser citada a respeito das redes de hotelaria é que os franqueadores prestam auxílio na gestão financeira e operacional para pessoas interessadas em abrir uma franquia nova. Portanto, os investidores recebem o apoio necessário, bem como o Know-how da franqueadora.

Este último conceito refere-se ao conjunto de conhecimentos práticos e técnicos (tais como tecnologias, procedimentos, formas de atendimento, entre outros) que são necessários para uma atividade específica. No caso de uma rede de hotelaria, os franqueadores podem transmitir todos os domínios que a franquia precisa ter para fazer parte de sua rede. Isso permite que novos investidores não tenham tantas dificuldades na gestão do seu hotel, ao contrário de hotéis independentes.

Além disso, essa característica das franquias é pautada no franchising. Ou seja, o ato de reimplantar um certo conceito de negócio já existente em um outro tipo de estabelecimento. Isso quer dizer que as variadas franquias de uma mesma rede de hotelaria possuem aspectos semelhantes e uma mesma forma de funcionamento.

Um exemplo é perceptível no processo de confecção de uniformes profissionais de funcionários de um hotel. Em redes de hotéis, os uniformes tendem a ser iguais em todas as franquias, mantendo um padrão estético e de qualidade.

Dicas para se criar uma gestão eficiente para o hotel

A gestão administrativa de um hotel requer a criação de um plano de gestão. Este dividirá as ações que irão ocorrer dentro do estabelecimento para manter o seu funcionamento adequado. Assim, podemos dividir esse plano em:

  • Organização;
  • Planejamento;
  • Controle;
  • Direção.

Nesse sentido, é importante que, dentro do quesito da organização, um hotel divida as funções dos funcionários para que o funcionamento do estabelecimento ocorra de maneira dinâmica e produtiva. Com isso, designa-se as atividades de cada um, definindo horários de trabalho, metas a serem cumpridas, entre outros.

Assim, como em praticamente toda organização que se vê dentro do mercado, é definida as autoridades de cada um, criando uma hierarquia organizacional. Essa é uma realidade dentro de grande parte das empresas, tais como empresas de conciliação de cartões.

Neste exemplo, por se tratar de um setor financeiro, é necessário que todas as tarefas estejam bem definidas, exigindo uma pessoa responsável por gerenciar o trabalho dos funcionários para certificar de que tudo está dentro dos conformes. Já na parte do planejamento, este deve ser feito antes de qualquer coisa, visto que a sua tarefa é definir qual é a missão e os objetivos do hotel.

Tendo em mente esses dois itens, um investidor deve estabelecer quais são as estratégias que deverão ser tomadas para que esses objetivos sejam alcançados. Isso pode ocorrer por meio da programação das atividades do hotel, dividindo-as em horários, dias e metas.

Portanto, tomando como exemplo uma fábrica de embalagens de papelão, esta pode definir a sua missão como sendo “entregar um produto de qualidade, nunca visto antes no mercado”. Para tal, os gerentes desta empresa deverão criar metas como o desenvolvimento constante de produtos diferenciados que passarão por testes de qualidade.

O controle de um hotel pode ser feito por meio de um monitoramento e uma avaliação constantes do desempenho dos funcionários, procurando sempre definir padrões de trabalho e tomar ações necessárias para corrigir desvios que podem acontecer. Para exemplificar isso, pode-se verificar as estratégias das empresas de transcrições, as quais contam com uma pessoa supervisionando a qualidade das transcrições a todo momento.

Enfim, a direção de um hotel consiste no papel realizado pelos líderes do hotel. Estes precisam se empenhar na comunicação entre os setores, motivar e liderar os funcionários. Além disso, a direção de um hotel abrange também as ações de coordenação de esforços e de designação de pessoas apropriadas para cada trabalho.

Os uniformes que trazem elegância propiciam também a confiança do hóspede no profissional – Foto – Divulgação

Assim, um líder de uma loja que fabrica camisa social para empresa, por exemplo, deve ser capaz de coordenar os seus colaboradores, mantendo a motivação deles e designando mão-de-obra apropriada para cada processo da empresa. O mesmo precisa ocorrer dentro dos hotéis.

Procedimentos legais para a abertura de um hotel

Além de ser necessário pensar nos procedimentos internos do funcionamento de um hotel, o investidor precisa ficar atento aos procedimentos externos que são necessários para que esse tipo de estabelecimento possa funcionar. Entre eles, tem-se a parte burocrática, a qual exige a apresentação de documentos necessários para que o dono do hotel conquiste um alvará de funcionamento. Este mostra que o hotel se encontra de acordo a legislação vigente e que, portanto, está autorizado a funcionar.

Dentre as exigências feitas pelo governo para a abertura do hotel, há os laudos que devem ser emitidos para garantir a segurança de um espaço contra acidentes e incêndios. Portanto, é necessário a existência de um projeto de prevenção e combate a incêndio dentro de um hotel. Tal projeto procura reduzir ao máximo os riscos de incêndio, bem como combater algum que possa vir a acontecer dentro do espaço.

Estratégias de otimização do serviço

Em um hotel, são inúmeros os serviços que precisam ser executados para que tudo ocorra de uma maneira perfeita. Portanto, para se otimizar o trabalho e aumentar o seu rendimento, é importante que o hotel aposte em um software de automação comercial. Este consiste em um programa capaz de tornar certos processos comerciais automáticos e totalmente digitais.

Com isso, o cadastro de clientes, funcionários, produtos e entregadores, registro de atividades, controle da entrada de funcionários, formas de pagamento e supervisão do estoque são exemplos de procedimentos que podem ser feitos por um software de automação. Assim, é possível eliminar esforços desnecessários durante o trabalho em um hotel, bem como a contratação de novos funcionários que podem ser substituídos por uma máquina.

Limpeza nos hotéis é uma prioridade – Crédito da foto – Divulgação

A importância da conservação e da limpeza em um hotel

Ter um espaço limpo e conservado é uma exigência que muitas pessoas fazem em quaisquer que sejam os tipos de estabelecimentos. Mas, em um hotel, isso é algo ainda mais prioritário. Isso porque um hotel precisa ser visto pelos hóspedes como uma segunda casa. Portanto, eles não gostariam de ver o seu espaço de descanso deteriorado.

Pensando nisso, um hotel pode contratar uma empresa de desinsetização e de limpeza. Ela ficará responsável por eliminar insetos entre outras pragas que prejudicam o bem-estar e a saúde das pessoas dentro de um espaço. Dessa forma, o hotel se certifica de que os seus hóspedes terão uma experiência agradável e confortável, mantendo o padrão de qualidade exigido pelas redes de hotelaria.

Tendo em vista as informações citadas, percebe-se que o processo de abertura de uma franquia de rede de hotéis pode não ser uma tarefa fácil e muito menos barata. Contudo, um investimento feito de maneira adequada, contando com um planejamento de especialistas pode garantir o sucesso de um hotel, gerando retornos surpreendentes aos empreendedores.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Publicidade
Trofeu Fornececor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA