HOME Matérias Opinião Artigo: Quem precisa de serviços de asset management hoteleiro?

Artigo: Quem precisa de serviços de asset management hoteleiro?

46
0
SHARE
José Ernesto Marino Neto

Artigo de José Ernesto Marino Neto*

Quando introduzi no Brasil os serviços de Asset Management Hoteleiro em 2000, representando 34 investidores, sendo 33 fundos de pensão, no hotel do World Trade Center de São Paulo, alertei o mercado que a atividade tinha relevância para investimentos hoteleiros com vários investidores ou para investidores profissionais. Qual o motivo dessa recomendação?
O investimento hoteleiro tem suas especificidades que não especialistas desconhecem. Aliás, muitos reputam que a hotelaria é um negócio ruim, por desprezar seus riscos. Em países com economias estáveis e crescentes ,o investimento hoteleiro é um dos preferidos por uma razão simples: pode-se subir tarifas todos os dias!

Em países com economias de ciclos senoidais, como a brasileira, em movimentos de redução da atividade econômica, pode-se reduzir tarifas todos os dias. Então o neófito investe quando o mercado está no pico. Se em economia crescente, vê seu investimento ganhar valor. Se em economia em retração, vê seu investimento derreter.

O que isso tem a ver com o asset manager hoteleiro?
A função do asset manager, como especialista em investimento, é o de preparar o plano de negócios, convidar os investidores para se juntar a ele e trabalhar para executar o plano desenvolvido e entregar retornos projetados. É o vigia e executor do ciclo do investimento ou do “Hotel Asset Management Plan”. Mas há os que confundem o asset manager hoteleiro com um zelador, que checa se o ativo está sendo bem mantido, ou com um auditor, que verifica se a operação está sendo executada sem fraudes, ou com um consultor que recomenda budgets anuais e relata comparação do executado com o orçado.

O asset manager hoteleiro é tudo isso e muito mais, por isso é quase impossível que um único profissional detenha domínio sobre todas as disciplinas envolvidas: finanças, direito, engenharia, administração, … até hotelaria. Portanto, não confie em um profissional que se auto denomina “asset manager hoteleiro”, confie em uma empresa, um grupo de profissionais com domínio de todas essas disciplinas e que tenha experiência de vida.

*José Ernesto Marino Neto, Ph.D., ISHC, MRICS, é fundador e presidente da BSH International, bacharel em direito pela USP, com especialização em administração de negócios de turismo pela USP, mestre em “administration” pela Florida Christian University (FCU), doutor em “business administration” pela FCU, professor associado de investimentos hoteleiros na Fundação Getúlio Vargas, membro emérito do conselho consultivo do Centro de Turismo e Hospitalidade da New York University e fundador e 1º Vice Presidente da Innvestidor – Associação Brasileira de Investidores de Condo-Hotel.