HOME Matérias Administração Após expansão, Atlantica Hotels retoma crescimento de receita em 2017

Após expansão, Atlantica Hotels retoma crescimento de receita em 2017

Desempenho é resultado do expressivo aumento de novos hotéis que se juntaram à Atlantica e melhor desempenho dos que já eram administrados

673
1
SHARE
Eduado Giestas, Presidente e CEO da Atlantica Hotels - Foto: Divulgação

A retração da economia no País que atingiu o setor hoteleiro já dá sinais de que está chegando ao fim. No ano de 2017, a Atlantica Hotels registrou uma receita de R$ 635 milhões, retomando seu crescimento. De acordo com a empresa, isso aconteceu porque muitos hotéis tiveram melhor desempenho e incrementaram à receita 3% em relação ao ano anterior. A adição de 15 empreendimentos ao portfólio da rede também foi fundamental para o resultado positivo.

No período, foi registrada a retomada da diária média no último trimestre, bem como os sucessivos aumentos na taxa de ocupação dos hotéis ao longo do ano, culminando em um crescimento total de 6 pontos percentuais nesse indicador. “Em um cenário de economia em recuperação, somado ao movimento de recuo do valor da diária média no mercado, alavancar a taxa de ocupação era vital para voltarmos a crescer”, afirma Eduardo Giestas, presidente e CEO da Atlantica Hotels.

A melhora da taxa de ocupação foi tão significativa que, mesmo apresentando queda da diária média em aproximadamente 4%, 3 pontos percentuais melhor que o mercado, que caiu 7%, o RevPar dos hotéis da Atlantica cresceu 3% com relação a 2016, resultado bastante expressivo, 8 pontos percentuais melhor que o mercado, que registrou baixa de 5% no mesmo período.

Outro indicador positivo da Atlantica Hotels é o resultado de NPS – Net Promoter Score. Em uma escala de 200 pontos percentuais (mínimo: -100; máximo: +100), o score geral, que já era bom, teve crescimento de 4% em 2017. “Ficamos muito felizes com esse resultado, pois significa que a satisfação do cliente com a qualidade do serviço prestado tem melhorado ao longo do tempo e, consequentemente, aumenta o volume de recomendações que os hóspedes fazem para seus familiares, parentes e amigos. Isso confirma que o crescimento da rede não foi somente quantitativo, mas também qualitativo”, afirma Guilherme Martini, Vice-Presidente de Operações da Atlantica.

No último relatório mensal de 2017 do TripAdvisor, 36 hotéis da Atlantica ocuparam os 5 primeiros lugares em suas respectivas praças. Dentre esses, 12 hotéis ocuparam o 1º lugar.

Expansão da rede
Todo este suporte da Atlantica foi fundamental para a ampliação do número de hotéis e de destinos atendidos pela rede e também estratégico para os resultados da companhia. Em 2017, a Atlantica adicionou 15 hotéis ao seu portfólio, que, juntos, representam a oferta de mais de 2.300 apartamentos. Desses, quatro hotéis foram somados ao portfólio da rede por meio de conversão; três no estado do Rio de Janeiro e um na cidade de Belém (PA).

Além disso, seis novos destinos passaram a ser atendidos pela Atlantica no ano passado – Guarulhos (SP), Niterói (RJ), Pindamonhangaba (SP), Santo André (SP), Mogi Guaçu (SP) e Jacareí (SP). Com isto, a companhia chegou a 95 hotéis em operação no Brasil, distribuídos em 43 praças, com a oferta de mais de 15,5 mil apartamentos.

Expectativas
Para 2018, Eduardo Giestas espera que a Atlantica gere resultados significativamente melhores do que os obtidos em 2017. “Nosso objetivo é ultrapassar a barreira dos dois dígitos de crescimento em receita, chegando a 15% frente ao ano passado e 25% em GOP (Lucro Operacional Bruto). Faremos isso mantendo constante melhora de performance dos nossos hotéis atuais, com uma série de iniciativas e projetos que auxiliarão na retomada da diária média e da ocupação, e também, evoluindo com a expansão do nosso portfólio”, declara Giestas.

Ao detalhar um pouco mais a expansão do portfólio, Eduardo Giestas explica que, em 2018, serão adicionados de 17 a 22 hotéis ao portfólio da rede. Destes, 15 já estão com contrato assinado e, desses, 13 em fase pré-operacional. “Além disso, temos alguns empreendimentos em fase final de negociação e novas oportunidades de conversão já mapeadas para este ano”, contou o CEO.

SHARE

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image