Publicidade
Leceres

Alfredo Lopes manifesta indignação com o cenário da violência no Rio de Janeiro

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

O Presidente da ABIH/RJ — Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado Rio de Janeiro e do SindHotéis-RJ — Sindicato de Meios de Hospedagem do Município, Alfredo Lopes está indignado com o cenário de violência no Rio de Janeiro. A demora do Governo Federal no repasse de verbas que vem sendo discutidas desde o início do ano, também é uma preocupação. Segundo Lopes, além do Rio de Janeiro ter deixado de receber, em 2016, 99% da verba federal prevista para segurança, já que dos R$ 40 milhões previstos somente R$ 503 mil chegaram aos cofres do estado, este ano os mais de R$ 26 milhões esperados ainda não foram repassados.

Enquanto isso, os níveis de criminalidade atingem todos os setores da sociedade e amedrontam os visitantes brasileiros e estrangeiros.  “É impressionante que o Rio de Janeiro, um estado que tem no turismo um de seus mais importantes segmentos produtivos, e que representa a principal marca turística do país para o mundo, esteja sofrendo este desrespeito por parte do Governo Federal. Estamos entregues à própria sorte. Como se não bastasse as crises financeira e política vividas em nosso país, não temos condições de garantir a segurança de nossos cidadãos e de nossos visitantes, nem mesmo nos cartões postais da cidade”, menciona Lopes.

Publicidade
Soluções 1

Ele lembra que a indústria do turismo gera cerca de 10% dos empregos fluminenses e contribui significativamente para os cofres governamentais. “Vivemos sob uma grande ameaça de afastamento dos turistas em função da enorme repercussão negativa que a degradação do setor de segurança traz. Já passamos da fase de pedir e aguardar. Exigimos urgentemente o repasse das verbas necessárias para garantir um reforço da segurança no Rio. Não adianta somente colocar mais homens nas ruas sem contar com um serviço de inteligência para enfrentar o cenário de crime organizado que voltou a invadir nosso estado. O que estamos vivendo é uma vergonha! E a indústria turística, assim como cada um de nós, cidadãos que pagamos nossos impostos e lutamos para manter nossas empresas em operação, estamos todos fortemente ameaçados”, desabafou o empresário.

Segundo Alfredo Lopes, falta segurança até mesmo os cartões postais do Rio de Janeiro para os turistas – Foto: Alexandre Macieira

Alfredo Lopes lidera diversas iniciativas fomentadas pela hotelaria para mobilização da sociedade civil e empresariado no reforço à segurança, entre elas estão: a Associação Comunitária Bairro Seguro, que opera a Central de Monitoramento em áreas turísticas, além do Fórum de Segurança da Associação de Hotéis do Estado do Rio, que realiza, mensalmente, reuniões dos gerentes de segurança dos meios de hospedagem com autoridades do setor. Lopes organiza, ainda, anualmente, o Fórum de Segurança da ACIR TransOeste, além de apoiar projetos realizados em parceria com associações de moradores e órgão municipais, como as superintendências regionais e a Riotur, em busca soluções de curto e médio prazos para aumentar a sensação de segurança e o ordenamento urbano nos principais bairros turísticos cariocas.

Publicidade
21 anos Revista Hotéis

Edgar J. Oliveira

Edgar J. Oliveira - Diretor editorial - Tenho 30 anos de formação em jornalismo e já trabalhei em grandes empresas nacionais em diferentes setores da comunicação como: rádio, assessoria de imprensa, agência de publicidade e já fui Editor chefe de várias mídias como: jornal de bairro, revista voltada a construção, a telecomunicações, concessões rodoviárias, logística e atualmente na hotelaria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA