HOME Matérias Opinião Administração segura de garagens nos hotéis

Administração segura de garagens nos hotéis

38
0
SHARE

Nestes últimos anos que realizei Laudos Periciais para as Empresas Hoteleiras e Seguradoras, em muitos casos me deparei com situações inusitadas em garagens de estabelecimentos hoteleiros. Desde acidentes em que as reclamações eram sem nexo com o sinistro alegado, até casos de acidentes com perda total no interior das referidas garagens.
Na maioria das vezes, detectamos falhas dos estabelecimentos, que acabam por serem os causadores indiretos dos sinistros, muitas vezes por falta de informações e que colocam em risco os veículos que ali são estacionados. Abaixo elenco algumas orientações:
1) Muitas garagens acabam servindo como depósito de lixo, pois tudo que sobra internamente dos hotéis acabam sendo deixados nas mesmas. Desde caçambas de entulhos até materiais de reformas internas. Nos casos em que não tenhamos condições imediatas das referidas remoções, deve-se colocar tudo em uma só vaga de garagem e isolar com fita de segurança.
2) A iluminação deve ser bem eficaz, para que nas manobras se tenha visibilidade, noção de profundidade e orientação aos motoristas.
3) Deve-se colocar nas pilastras e pontos com cantos vivos, equipamentos de segurança que venham a amortecer impactos pequenos, bem como delimitadores de espaço de garagem.
4) Devemos procurar eliminar os famosos “pontos cegos”, instalando espelhos côncavos, diferenciando com pinturas, tudo que possamos chamar a atenção de quem pratica a manobra.
5) Toda a extensão da garagem deve ser monitorada por câmeras, de preferência as que são com infravermelho, pois detectam movimentos mesmo com pouca iluminação.
6) As garagens devem ser pintadas com cores habituais indicativas de segurança, branca com faixas amarelas e pretas, na altura dos espelhos retrovisores.
7) Em casos de sinistros com veículos, devemos orientar sempre a tirarem fotos, mesmo que na hora não vejamos maiores implicações, as mesmas devem contemplar o local, o veículo (com foto de perto e de longe, de preferência que visualizemos a placa) e sempre fazer um relatório detalhado. Pois já nos deparamos com situações em que o carro sofreu um arranhão na parte frontal, que com um polimento poderia se resolver, dias depois o mesmo apareceu com a frente totalmente batida na concessionária.
8) A Carteira Nacional de
Habilitação (CNH) é um dos itens mais importante que chamo a atenção, na contratação de manobristas – porteiros/mensageiros, sendo que alguns não possuem habilitação ou não são da categoria do veículo que é manobrado. Em casos de valor elevado do sinistro, esta carteira tem que ser apresentada à seguradora.
9) Os hotéis que possuem setor específico de Gerenciamento de Riscos devem imediatamente ser acionados, para que os mesmos façam um Laudo Extrajudicial do acidente em epígrafe, o que traz garantias para o hotel e tranqüilidade para o hóspede. Este laudo tem que ter validade judicial, pois pode ser apresentado à seguradora com o objetivo de auxiliar a mesma na justiça.
10) Terem sempre cadastrado três oficinas de lataria/mecânica que sejam idôneas, além das próprias concessionárias.
11) Na recepção dos hotéis sempre existirem cartões de estacionamento, que inspecionem o veículo antes de sua entrada na garagem e sejam devidamente anotadas as avarias constatadas.
12) Realizar treinamentos periódicos de direção defensiva e confeccionar “Normas de Procedimentos do Estacionamento”.
Nas situações acima descritas, quando os valores dos sinistros são pequenos, acionamos a seguradora sem maiores dificuldades. Ocorre que, quando estes valores começam a se tornar mais elevados para as mesmas, os peritos são acionados para “investigarem” o sinistro e em sua maioria, enfrentamos situações de que existem garagens com pouca ou sem nenhuma infra-estrutura de segurança. Tudo isto, reflete-se nas renovações das apólices de seguros, onde perdemos os bônus ou em casos de mudança de seguradora, não conseguimos minimizar valores em relação há anos anteriores, pois foi-se o tempo em que as mesmas não trocavam informações.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image