Publicidade
Expo Retomada

ABIH-MG lança manual para orientar hotéis sobre procedimentos de limpeza e higienização durante a pandemia

Um dos setores mais afetados pela crise econômica causada pelo coronavírus foi a hotelaria e, para a retomada das atividades, o setor tem se preparado para garantir proteção sanitária dos hospedes e colaboradores. Por isso, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais (ABIH-MG), em parceria com a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Ariadne Silva Governança Hotelaria, O2 Lavanderia, Lavanderia Fama, Hoteleira Laila Lopes e MVS Consultoria Financeira e Assessoria Empresarial S/A, lançou o manual Protocolo de Atendimento, Limpeza e Higienização – Covid-19 para o Setor de Hospedagem em Minas Gerais, que tem como principal objetivo orientar sobre as adequações necessárias nos processos de atendimento, limpeza e higienização nos hotéis.

Publicidade
Totaline

Nesse material, que está disponível para os gestores da hotelaria e demais áreas, encontra-se todas as recomendações publicadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), protocolos elaborados por outros estados e instruções de técnicos de limpeza e higienização. Com essas informações em mãos, os responsáveis pelos hotéis conseguirão adaptar seus empreendimentos às novas normas técnicas.

O Presidente da ABIH-MG, Guilherme Sanson, destaca que esse manual é o resultado do esforço de várias pessoas e instituições ligadas ao setor hoteleiro para traduzir as novas exigências dos órgãos municipais, estadual e federal. “Alguns protocolos não tinham uma linguagem tão clara do que deveria ser feito, o que dificultava a implementação das ações. Então, o nosso trabalho foi sintetizar e apresentar todas as informações disponíveis de maneira simples, acessível e didática para que os gestores pudessem aplicá-las e, consequentemente, continuar funcionando com segurança”.

Alexandre Sampaio, Presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) – (Foto: Divulgação)

Sanson afirma também que esse é um momento no qual é necessário ainda mais a união do segmento para passar pelas adversidades enfrentadas pelos hotéis. “A troca de informação e a cooperação de todos do setor serão fundamentais para superarmos essa crise e a ABIH-MG estará sempre à disposição para ajudar”, finaliza.

Principais mudanças

Para que os hotéis continuem funcionando, será necessário fazer mudanças e adaptações em todos setores e, por isso, o protocolo contempla as áreas comuns, recepção, restaurantes e quartos, além de também trazer instruções para os colaboradores que lidam diretamente com o hóspede ou que são responsáveis pela limpeza. Um outro ponto importante desse material é a orientação para que a hospedagem trabalhe com a ocupação de 50% da capacidade, revezando andares ou blocos.

As alterações começam na estrutura da recepção, com a retirada de revistas e jornais do local, sugestão de instalação de uma barreira fixa de vidro ou acrílico no balcão; a realização de demarcações no piso e reorganização de sofás ou poltronas respeitando a regra mínima de 2 metros de distância; disponibilização de dispenser de álcool 70% em todos os locais de fácil acesso; entre outras.

Publicidade
Harus

O momento do check-in também terá novos protocolos, como a triagem dos hóspedes com base no perfil e características, sendo que cada estabelecimento será responsável por hospedar um público específico; sugestão para que os clientes levem suas próprias bagagens ao quarto; apresentação de informativos sobre formas de prevenção ao coronavírus; limite do acesso de visitantes apenas na recepção; etc.

Nos quartos, as recomendações são de reduzir a quantidade de papelaria, higienização constante dos itens do minibar, mobília e enxoval e a disponibilização do café da manhã e demais refeições por meio do serviço de quarto.

Para as áreas comuns da hospedagem, as academias e restaurantes podem ser abertos desde que respeitem as regras de distanciamento e higienização, porém saunas e brinquedoteca devem permanecer fechadas.

Publicidade
Continuum

Já em relação aos colaboradores, recomenda-se intercalar as escalas de horários para que não haja aglomeração; aferir a febre na entrada, saída e documentar essa informação em planilha; os uniformes devem ser trocados diariamente e lavados preferencialmente pela lavanderia do hotel; disponibilizar orientações sobre as novas normas de limpeza, equipamentos de proteção individual, estimular o seu uso e ensinar a melhor forma de descarte ou higienização desse material.

A lista completa das novas normas pode ser encontrada no Protocolo de Atendimento, Limpeza e Higienização – Covid-19 para o Setor de Hospedagem em Minas Gerais e, para acessá-la, basta clicar no seguinte link: https://drive.google.com/file/d/1B2H1-UN7cP9hewUkmszwRhAVsett8VBg/view?usp=sharing

Publicidade
RAP Engenharia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image