Publicidade
SPCVB

A visita de lobos guará é atração no Santuário do Caraça em Minas Gerais

O Dia e horário dessa postagem está no final, assim como nome do autor. O tempo estimado de leitura é de 2 minutos

O Santuário do Caraça fica entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara, em Minas Gerais e volta a receber turistas para hospedagens durante a semana. Com isso, uma das experiências mais procuradas, a Hora do Lobo, pode ser vivenciada por mais pessoas.

Publicidade
Clima ao Vivo

O lobo-guará, que está ameaçado de extinção, vai até a escadaria do Santuário do Caraça desde maio do ano de 1982 e assim, se tornou mais do que amigo da equipe do complexo, mas uma visita ilustre e que merece atenção de quem se hospeda no local. Para o Gerente geral do Caraça, Márcio Mol, o lobo-guará se tornou um dos ícones do Santuário. “É um momento único e marcante para quem vive a experiência. Nós colocamos uma bandeja com carnes no adro da igreja e pedimos para que os nossos hóspedes fiquem em silêncio. Quando os animais chegam, algumas pessoas chegam a ficar emocionada, explica Márcio Mol.  A Hora do Lobo ficou conhecida mundialmente e turistas de vários países vão ao local  para registar o acontecimento.

A visita de lobos guará é atração no Santuário do Caraça em Minas Gerais

Lobo Guará, espécie ameaçada de extinção, em visita ao Santuário – Foto: PBCM Divulgação

Publicidade
Faitec

Além da visita ilustre, o Santuário ainda oferece outras experiências bem interessantes, como a gastronomia e a natureza.  É possível aproveitar o calor do verão para se refrescar nos rios, cachoeiras e piscinas naturais, além do contato com a mata exuberante, com toda a sua fauna e flora.

Reserva Particular do Patrimônio Natural

Com mais de 12.000 hectares, a RPPN Santuário do Caraça foi reconhecida pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, no ano de 1955, quando passou a fazer parte do rol de bens tombados pela União. Também integra a área destinada às Reservas da Biosfera da Serra do Espinhaço e da Mata Atlântica, reconhecidas pela UNESCO em 2005.

Publicidade
Soluções 1

O Santuário do Caraça foi mantida em posse de apenas dois proprietários, o Irmão Lourenço de Nossa Senhora e a Congregação da Missão, por mais de 240 anos. A área da Reserva com mais de 12.000 hectares foi constituída pela fusão de quatro propriedades: a original, adquirida pelo Irmão Lourenço por volta de 1770, na qual se acham as edificações principais do Caraça; a Fazenda da Chácara, comprada em 1823, cuja antiga sede não mais existe e que foi, durante muito tempo, o celeiro do Colégio, no antigo caminho de Catas Altas; a Fazenda do Engenho, comprada em 1858, localizada nas proximidades da Portaria de acesso à Reserva; e a Fazenda do Capivari, doada pelo Coronel Manoel Pedro Cotta e por sua esposa, que, por não terem descendentes, legaram sua propriedade ao Caraça em 1870.

Hoje, turistas de todo o mundo visitam o Santuário do Caraça anualmente, seja para momento de descanso, lazer ou pesquisa ambiental e contato com a religiosidade.

Publicidade
Anuncie conosco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


CAPTCHA Image
Reload Image

CLICK AQUI PARA ESCOLHER O IDIOMA DA LEITURA
error: ARQUIVO NÃO AUTORIZADO PARA IMPRESSÃO E CÓPIA