HOME Matérias Visto eletrônico contribui com crescimento de 76% de pedidos de entrada no...

Visto eletrônico contribui com crescimento de 76% de pedidos de entrada no País

92
1
SHARE
O Brasil já emitiu 24.553 documentos online a cidadãos dos quatro países beneficiados - Foto - Visas. / Pixabay.

A medida que compõe o Brasil + Turismo, e que foi adotada pelo Governo Federal para facilitar a solicitação de vistos para o País já pode ser considerada uma política de sucesso. Criada pelo MTur – Ministério do Turismo, para estimular a vinda de estrangeiros para o Brasil e que tenciona que chegar a 12 milhões de turistas de fora em 2022, a ação havia concedido 24.553 e – Visas em novembro, data em que entrou em vigor.

Em fevereiro, com o e – Visa valendo para Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão, o número de vistos alcançou a marca 25.604 autorizações entre vistos tradicionais e eletrônicos. Destes, 18.328 foram e – Visas, somando um percentual de 76% dos vistos emitidos.  Os americanos foram os que mais aproveitaram a facilidade – 13.358 -, seguidos dos australianos (2.170), canadenses (1.769) e japoneses (1.031).

O Ministro do Turismo, Marx Beltrão, comentou os números divulgados. “Os dados da Organização Mundial do Turismo estimam que a facilitação de visto aumenta em cerca de 25% o número de visitantes nos países que adotam a medida, mas esses primeiros números observados no Brasil são ainda melhores do que havíamos pensado, o que mostra que o governo brasileiro tomou a decisão certa. Sem esquecer que a maior beneficiada deste movimento será nossa economia”, conclui.

Com o visto eletrônico, o processo de solicitação e emissão da autorização para entrada no país pode durar, em média, 72 horas contra os 40 dias necessários anteriormente. O primeiro país beneficiado foi a Austrália, em novembro de 2017. Em janeiro deste ano foi a vez de Japão, Canadá e Estados Unidos passaram a contar com a facilidade.

HISTÓRICO DE VISTOS  Os Estados Unidos lideram o número de e-Visas processados (14.654), seguido de Austrália (6.221), Canadá (2.315) e Japão (1.363). Os resultados obtidos apenas no último mês mostram como a medida aumentou em até 80% a demanda para entrada no país, caso da Austrália e dos Estados Unidos. Confira os dados abaixo:

PAÍS FEVEREIRO DE 2017 FEVEREIRO DE 2018 CRESCIMENTO
AUSTRÁLIA 1251 2260 80,65%
CANADÁ 1538 2261 47%
ESTADOS UNIDOS 9835 18428 87,37%
JAPÃO 1928 2655 37,70%

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image