HOME Matérias Trem da Vale é novo parceiro da Associação Circuito do Ouro em...

Trem da Vale é novo parceiro da Associação Circuito do Ouro em MG

O trajeto inclui quatro estações: Ouro Preto, Vitorino Dias, Passagem de Mariana e Mariana

112
0
SHARE
Ouro Preto - Trem da Vale - Foto: Eduardo Tropia

O Trem da Vale, que une a cidade de Ouro Preto ao município de Mariana, ambos em MG, é o novo parceiro da Associação Circuito do Ouro e integra a Rota Histórico-Cultural do roteiro “Entre Cenários da História”, que 18 quilômetros de extensão, com tempo previsto de uma hora de viagem. O trem opera às sextas, sábados, domingos e feriados e possui seis carros de passageiros, sendo um total de 292 lugares.

Pelo fato de ter uma estrutura toda transparente, o vagão panorâmico se destaca, possibilitando aos passageiros uma visão completa das belas paisagens. Em seu trajeto os turistas podem apreciar cachoeiras, como a do Funil, maior do percurso com 10 m de queda d’água; resquícios da Mata Atlântica, em que as espécies mais frequentes são embaúbas, sangras d’ água, candeias e samambaias; e sítios arqueológicos.

Com viagem agradável, ao longo de sua rota sinuosa, é possível observar córregos e ribeirões que fizeram parte da história de Minas Gerais, onde há séculos se retirava ouro. O trajeto inclui quatro estações: Ouro Preto, Vitorino Dias, Passagem de Mariana e Mariana.

A Estação de Vitorino Dias localiza-se defronte à antiga fábrica de tecidos e ganhou este nome como homenagem a Vitorino Dias, importante comerciante de Ouro Preto e, também, proprietário da fábrica ao lado. A estação foi construída para dar escoamento aos produtos da fábrica e para abastecê-la de algodão e outros produtos.

Já a Estação de Passagem de Mariana ficou conhecida pela exploração do ouro, que teve início no século XVIII, quando o garimpo tinha milhares de escravos trabalhando no Morro Santo Antônio. No final do século XIX, o trecho foi adquirido por ingleses e deu origem à Mina da Passagem. Desativada em 2001, é considerada a maior mina de ouro aberta à visitação do mundo. As estações de Ouro Preto e Mariana são os pontos inicial e final de cada viagem.

Iniciada em 1883, a construção da ferrovia que liga as duas cidades foi terminada apenas em 1914. De 2004 a 2006, a Vale revitalizou a antiga ferrovia e também foi responsável pela restauração das quatro estações. Os vagões e a locomotiva foram artesanalmente reformados, conservando suas características originais.

Há como efetuar reservas para grupos e as passagens podem ser compradas nas próprias estações Ouro Preto e Mariana, de quarta a domingo, das 8h30 às 17h ou online no endereço www.vale.com/tremdavale. Existem descontos especiais para crianças e habitantes das duas cidades.

O Circuito do Ouro é uma região turística que congrega 15 municípios com proximidade geográfica e afinidades históricas, culturais e naturais. É legitimada pela política pública nacional e estadual de “Regionalização do Turismo”. O local é administrado pela Associação do Circuito do Ouro.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image