HOME Matérias Mercado Sindpoa (RS) promete ir à justiça se reajuste salarial for aprovado

Sindpoa (RS) promete ir à justiça se reajuste salarial for aprovado

10
0
SHARE

A proposta do governo do Estado do Rio Grande do Sul para um reajuste de 16% no salário mínimo regional está gerando desconforto entre os empresários do ramo da hotelaria e gastronomia. No almoço alusivo ao ‘Dia do Hoteleiro e Restauranteiro’, comemorado no dia 18, no hotel Plaza São Rafael, o presidente do Sindpoa – Sindicato da Hotelaria e Gastronomia de Porto Alegre, Henry Chmelnitsky, afirmou que a entidade está em busca do diálogo.

Porém, caso o projeto de lei de reajuste do mínimo seja aprovado sem emendas, o sindicato promete recorrer à Justiça, não descartando a possibilidade de demissões. O encontro reuniu representantes de sindicatos da categoria. “Para o nosso setor, que emprega 150 mil pessoas no Estado, o acréscimo real será de 26% na folha de pagamento. Nossa faixa foi alterada de 1 para 4, equiparada ao setor metalúrgico. É inviável, pois nossa mão de obra é composta por pessoas, e não por máquinas”, disse Chmelnitsky.

O projeto de reajuste foi entregue pelo governo no dia 11 de novembro na Assembleia Legislativa. Protocolado em regime de urgência, o texto prevê que o reajuste entre em vigor em janeiro. O percentual de reajuste é superior ao aprovado no ano passado, de 12,7%, e eleva a primeira faixa salarial de R$ 868 para R$ 1.006. A última das cinco faixas passaria de R$ 1.100 para R$ 1.276.

SHARE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image