HOME Matérias Aconteceu Sessões interativas aconteceram com sucesso na 5ª edição do LASOS

Sessões interativas aconteceram com sucesso na 5ª edição do LASOS

100
0
SHARE
Da esquerda a direita da fito, Alejandro Moreno (Wyndham Vacation), Antônio Antonio Melquiades (TC Brasil) e Alejandro Recamier (Grupo Posadas), três dos participantes de um dos paineis

Direto de Buenos Aires – Argentina – A 5ª edição do LASOS – Latin American Shared Ownership Summit, evento promovido pela RCI – Resort Condominiums International no hotel InterContinental de Buenos Aires,  que teve inicio na última terça feira, está chegando ao fim. E para que o evento seja ainda mais produtivo e interativo, foram montadas sessões interativas, em três salas diferentes tratando de assuntos diferentes, sendo eles: lealdade e serviço ao cliente (fidelizando clientes para sua marca) e a evolução dos produtos (reiventando a indústria), Estratégias de marketing integradas (a equação perfeita). Este painel teve como moderador Eugenio Macouzet, Vice-presidente sênior da RCI para o Caribe e como painelistas, participaram: Antonio Melquiades, Diretor geral da TC Brasil, Alejandro Recamier, Diretor de estratégia de negócio do grupo mexicano Posadas, Marcelo Pérez, Diretor comercial do Grupo Norte e Alejandro Moreno, CEO da Wyndham Hotel Group pra a América Latina e Caribe.

Sala onde aconteceu o painel – Estratégias de marketing integradas a equação perfeita

Com a palavra, os painelistas

Marcelo Perez começou sua explanação dizendo que sua empresa nasceu como clube tradicional em 2006 no Peru, mas diante do contexto de oportunidades mercadológicas, passou a contar com respaldo de um dos mais importantes bancos do Peru. “Conseguiu um banco de dados de vários clientes potenciais e começou a desenvolver uma intensa campanha para captar novos clientes através de malas diretas. Como as regras bancárias mudaram no Peru em relação ao sigilo bancário, os bancos passaram a não poder disponibilizar informações de clientes prospects. Lançamos pesquisadores em praça pública e em shopping para obter as informações e os cientes, assim implantamos questionários digitais. Passamos também a investir de forma maciça nas mídias sociais, como o facebook, na qual investimos US$ 120 mil para obter uma base digital. Com isto, cerca de 60% das vendas começaram a vir através de dados captados nesta plataforma que tem um protagonismo importante.

Sala onde aconteceu o painel – Lealdade e serviço ao cliente fidelizando clientes para sua marca

Alejandro Moreno mencionou que a Wyndham Vacation tem cerca de dois anos de atividades no Brasil e já conta com quatro hotéis associados, mas o objetivo é ter oito hotéis em sua carteira nos próximos anos. “Como no Brasil o mercado conta com características diferentes do que a Wyndham está acostumada a trabalhar nos Estados unidos, pois o que se vende no Brasil é o direito de uso que varia de cinco dez anos, trabalhar dentro deste sistema tem sido um desafio e uma mudança de paradigma. Mas estamos bem otimistas em relação ao potencial de crescimento deste produto no Brasil e vamos trabalhar em cima de oportunidades para crescer e se consolidar com apoio de nosso parceiro que nos assessora, a TC Brasil.

O Diretor desta empresa, Antônio Melchiades informou aos presentes que a TC Brasil tem sete clientes e 11 salas de vendas e basicamente eles trabalham com produto compartilhado que podem ser intercambiados junto a RCI. “Temos um cliente em específico que conta com 54 hotéis próprios no Brasil para intercambiar suas diárias em várias localidades. A maioria dos clientes trabalha com dez a 15 anos no máximo o contrato de duração com tempo compartilhado”, revelou Melchiades.

chegando até os clientes

Alejandro Recamier, disse que o grupo mexicano Posadas possui sete marcas diferentes e mais de 75 mil clientes associados para optar em três produtos distintos que podem custar até US$ 140 mil dólares. “Como temos mais de quatro milhões de check-in anual, contamos com uma base de dados muito boa para fazer as vendas. O canal que chamamos de aluguel é o mais poderoso que temos e recebemos 20 mil chegadas por mês com estratégias específicas para levar os clientes às salas de vendas. Para maximizar a captação, fazemos promoção digital, mailing para que os clientes possam conhecer os nossos produtos e esforços com os sócios. Fazemos ainda análise através do big data para ver as necessidades e o que eles podem comprar”, mencionou Recamier.

Na sala principal aconteceu o painel evolução dos produtos reiventando a indústria

Segundo ele, os brindes para atrair os clientes as salas de vendas vai depender do local onde se encontra o hotel. “Na cidade o conversor pode ser um café da manhã, almoço ou mesmo um jantar em um dos nossos hotéis ou mesmo alguma cortesia de hospedagem. Podemos também conceder entrada de ingresso de teatros a cinemas e ou espetáculos. Já nos empreendimentos de praia, onde a maioria é all inclusive, a metodologia utilizada é diferente. Em Cancun ou na Riviera Maya damos entrada para um parque de diversão em que o ingresso pode chegar a US$ 300,00 e o valor percebido é muito grande e forte. Há clientes que são mais complicados e não se contentam com brindes de pequeno valor. Mas como dizemos no México, o tamanho do sapo, é o tamanho da pedra”, finalizou.

A reportagem da Revista Hotéis viaja a Buenos Aires e se hospeda no hotel InterContinental a convite da RCI para cobrir este evento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here


CAPTCHA Image
Reload Image